Home Empreendedorismo Grupo Lala do México compra a Vigor

Grupo Lala do México compra a Vigor

por Paulo Fernandes Maciel

A J & F conclui venda da firma brasileira Vigor para o grupo mexicano Lala.

vigor
O grupo brasileiro J & F, que controla a multinacional de carne JBS, concluiu hoje a venda da empresa de produtos lácteos Vigor Alimentos para o grupo mexicano Lala, informou a empresa hoje.

O grupo brasileiro J & F, que controla a multinacional de carne JBS;

Concluiu hoje a venda da empresa de produtos lácteos Vigor Alimentos para o grupo mexicano Lala, informou a empresa hoje.

A empresa controlada agora presidida pelo açougueiro Zé Mineiro pai do Joesley Safadão e seu irmão está realmente se esfacelando.

Ela já vendeu a  Alpargatas para o fundo Cambuhy, por 3,5 bilhões de reais, e as operações de carne na América do Sul por 300 milhões de dólares para o frigorífico Minerva.

Há outros ativos sendo negociados, como a Eldorado Celulose – que está em negociações  exclusivas com a Arauco – e a fabricante de produtos de higiene e limpeza Flora.

 

O acordo inclui 19,43% das ações da JBS na Vigor Alimentos, uma das maiores empresas leiteiras do Brasil;

De acordo com uma declaração do gigante da carne, que foi enviada ao mercado financeiro.

Os valores totais da operação não foram divulgados, mas a JBS receberá por sua participação um valor de;

786 milhões de reais “(cerca de 242 milhões de dólares), acrescentou a nota.

A receita líquida estimada da Vigor Alimentos para 2017 é de 2.407 milhões de reais;

De acordo com as previsões divulgadas pelo grupo Lala.

Vigor

A Vigor

A Vigor Alimentos foi fundada em 1917 e conta com uma equipe de mais de 3.900 funcionários;

Três centros de coleta de leite, nove unidades de produção e 19 centros de distribuição com forte presença nos estados;

De São Paulo, os mais populosos e industrializados do país, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

A JBS pretende “usar parte do produto obtido da operação para amortizar extraordinariamente sua dívida” no âmbito do programa de desinvestimento lançado este ano pela empresa.

Com o programa de vendas de ativos, a JBS, controlada pelos irmãos Joesley Safadão e Wesley Batista;

Que estão presos desde setembro por manobras alegadamente corruptas;

Espera aumentar um total de R $ 6 bilhões (cerca de US $ 1,85 bilhão).

A empresa, um dos maiores exportadores de carne do mundo, precisa de liquidez para pagar dívidas;

E permanecer em um mercado que tenha fechado o acesso ao crédito para os múltiplos escândalos de corrupção que o atingiram.

Nos anos 60 e 70 do século passado o Brasil exportava leite em pó “Leik” fabricado em Varginha MG, para esse país e toda a América Latina.

Agora vejam o tamanho do revéz que governos incompetente causam a uma nação.

Fonte: https://es.invertalia.net

Você também pode gostar

Deixe um Comentário