Home / Empreendedorismo / Franchising brasileiro desembarca nos Estados Unidos

Franchising brasileiro desembarca nos Estados Unidos

Rede de franquias Gigatron Franchising começa processo de internacionalização nos Estados Unidos

Expandir os negócios é o grande conceito por trás do mercado de franquias: possibilitar que outras pessoas utilizem sua marca, levando-a para as mais diversas localidades é o que impulsiona esse mercado que cresce a cada dia no Brasil.

Rapaz com smartphones Gigatron Franchising
Apenas em 2018 o franchising faturou 7% a mais do que o registrado no ano anterior, além de aumentar também em novas unidades (5%).

As expectativas para este ano também são positivas e, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor espera crescer de oito a 10% a mais do que em 2018.

 

Rede espera conquistar cem franqueados em apenas um ano com produto que promete revolucionar mercado de varejo

Com uma participação importante na economia brasileira, gerando empregos e possibilitando a abertura de novos negócios no país, o mercado de franquias é, atualmente, um exportador de redes brasileiras e de suas modalidades de negócio que deram tão certo por aqui.

De acordo com o desempenho do franchising brasileiro divulgado pela ABF, no ano passado haviam 145 marcas brasileiras atuando no exterior com operações em 114 países.

Segundo a pesquisa, os segmentos de maior destaque são Moda (35 marcas);

Saúde, Beleza e Bem-Estar (25 marcas) e Alimentação (22 marcas).

 

Marcas brasileiras em vários países

Dentre os países que mais recebem marcas brasileiras, o grande destaque é para os Estados Unidos que conta com 59 franquias do Brasil em seu território – seguido por Portugal (com 34), Paraguai (32) e Bolívia (22), entre outros países.
Para as redes que já alcançaram sucesso dentro do Brasil, a internacionalização faz parte de um processo natural que visa a conquista de novos mercados.

Esse é justamente o próximo passo da Gigatron Franchising, rede desenvolvedora de softwares para empresas que atuam no varejo, que conta com cerca de cem unidades espalhadas pelo Brasil:

“Ainda queremos conquistar vários outros mercados no Brasil, mas para nós o mais importante não é desbancar a concorrência, mas sim desbravar novos mercados, ir até onde a concorrência não vai.”

Explica o diretor executivo da rede, Marcelo Salomão.

O intuito por trás dessa estratégia aplicada por Salomão é anular a concorrência ao criar uma nova demanda: “O embate com os concorrentes se torna inútil se o público já sabe o que precisa, já sabe o que eu ofereço e o que meu concorrente oferece.

Mas em mercados inexplorados eu posso ser a solução para o problema do cliente se eu chegar primeiro”, explica.

Próxima parada: Estados Unidos

Neste mês de fevereiro a Gigatron começará seu processo de internacionalização com uma road trip pelos Estados Unidos.

A rede passará pelos estados da Flórida, Califórnia, Nevada e Geórgia em busca de investidores e recrutamento de novos franqueados para o negócio.

Além disso, a Gigatron estará na IFA 2019 Convention, em Las Vegas (Nevada), a maior feira de franquias do mundo. “É uma oportunidade única, uma chance que não poderíamos perder.

Lá estarão os maiores players do mercado mundial de franquias”, diz o diretor.

O produto que encabeçará a internacionalização da marca é o software PDV Portátil, uma tecnologia que pode revolucionar o mercado de varejo e prestadores de serviço, garante Salomão:

“O mais interessante desse produto é que o próprio celular substituirá o computador em todas as funções da loja”. Dentre as características do produto, estão:

O leitor de código de barras passa a ser substituído pela câmera do celular;

A internet fixa é substituída pelo 3G ou qualquer outra internet móvel;

Tecnologia NFC entra no lugar das máquinas de cartão de crédito/débito; entre outras especificidades.

“Como tudo fica embutido no celular o custo de infraestrutura é extremamente baixo”, salienta.
Neste primeiro momento, a rede comercializará no mercado americano apenas o software PDV Portátil e o Meu Restaurante (software exclusivo para gestão de restaurantes), com o foco em brasileiros que já moram nos EUA.

Além disso, a Gigatron também procura por investidores americanos dispostos a investir na expansão dos negócios da franquia.

 

Em terras Americanas e de olho na Europa

Na terra do Tio Sam, os investimentos iniciais da Gigatron serão de R$10 mil – todos os investimentos por parte de franqueados dos Estados Unidos serão cobrados em valores da moeda brasileira, não em dólar.

Os custos para manter o produto e fazer as adequações necessárias variam conforme a área geográfica em que o franqueado está inserido.

O cliente final é apenas usuário do produto (o software), sendo que a gestão do negócio é realizada a partir do celular ou qualquer outro dispositivo móvel.
“O mercado norte-americano está preparado para muitas adversidades.

Se der certo por lá com certeza dará certo em outros países desenvolvidos que também estão no nosso radar, como Canadá, Reino Unido e Alemanha”, acredita Salomão.

A Gigatron pretende conquistar cem clientes em solo americano já no primeiro ano de internacionalização das atividades.

Gigatron Franchising

Fundada em 1998, na cidade de Birigui, interior de São Paulo, a Gigatron Franchising se destaca pela inovação e qualidade de seus produtos e serviços dentro da área de Tecnologia da Informação, especialmente ao que se refere a softwares.

Com o uso de uma metodologia própria, a empresa é considerada uma das maiores fabricantes de software CAD para calçados do mundo.

O crescente desenvolvimento do negócio e a propagação de um serviço inovador criado pela empresa – o Software de Gestão Giga ERP – impulsionou a entrada da marca no franchising em 2012.

Atualmente, a rede possui 73 unidades distribuídas pelo Brasil. www.gigatron.com.br

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*