Home Educação Empreendedorismo de impacto social no curso da ESPM

Empreendedorismo de impacto social no curso da ESPM

por Paulo Fernandes Maciel
Livro curos empreendedorismo de impacto social

Empreendedorismo de impacto social é tema de curso de férias da ESPM-SP


Idealizado pelo ganhador do Prêmio Jabuti 2019 e professor da ESPM-SP, Marcus Nakagawa, as aulas do curso Empreendedorismo de impacto social serão entre os dias 20 e 24 de janeiro de 2020


Empreender é uma arte que inspira e motiva pessoas em todos os lugares do mundo.

Ótimas ideias são colocadas em prática, grandes negócios são criados e muitas vidas são transformadas.

curso empreendedorismo de impacto social

Mas você já pensou em desenvolver um projeto que pudesse resolver problemas como a pobreza, o déficit na educação;

Ou ainda, trabalhar com uma causa social ou ambiental e, ao mesmo tempo, ganhar dinheiro?

Esse é propósito do empreendedorismo de impacto social, que vem ganhando cada vez mais espaço em todo o mundo.

Preparando que quer atuar na área


Para fornecer informações e incentivar quem deseja trabalhar com propósito e gerar impacto social, a ESPM-SP e o professor Marcus Nakagawa;

Vencedor do Prêmio Jabuti 2019, na categorial Economia Criativa, com o livro 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo, criaram o curso de férias “Empreendedorismo de impacto social:

Definindo causas e ações para mudar o mundo”.


“A atividade foi desenvolvida para todos os empreendedores que querem inserir propósitos e causas em seus negócios, bem como mobilizadores sociais, executivos de administração, marketing e publicidade, além de todos que desejam conhecer novos modelos de projetos para se inspirarem e construírem bases sólidas para alinhar a profissão com valores e ações que gerem impactos positivos à sociedade e ao meio ambiente”, explica Nakagawa.

Curso empreendedorismo de impacto social

O mestre é especialista em sustentabilidade e empreendedorismo


As aulas serão ministradas por Nakagawa que é especialista em sustentabilidade e empreendedorismo, doutorando em sustentabilidade na USP EACH, mestre em administração com ênfase em sustentabilidade na estratégia de negócios das empresas e professor na graduação MBA e também coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS).

Nakagawa foi também coordenador do Programa Social Nutrir da Nestlé, gerente de sustentabilidade para fornecedores da Philips para a América Latina e consultor do Instituto Akatu, Instituto Ressoar da Rede Record, Fundação Telefônica, entre outras empresas e instituições.

Além de idealizador, ex presidente e atual conselheiro voluntário da ABRAPS – Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável.

Vencedor do Prêmio Jabuti 2019, na categoria Economia Criativa, com o livro 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo e co-autor dos livros:

Marketing para Ambientes Disruptivos e Nosso mundo: não temos plano B.

ESPM empreendedorismo de impacto social

Debates, cases e ideação


Por meio de aulas dinâmicas, com geração de debates e estudos de casos, os alunos poderão conhecer as diferentes formas de empreendedorismo social:

Projetos sociais, organização do terceiro setor, negócios sociais e negócios de impacto social;

Analisar os desafios, oportunidades, vertentes e engajamento do empreendedor social e, por fim, conceber uma ideação para sua causa e ação.
“Por meio desse curso, queremos oferecer aos nossos alunos a oportunidade de não apenas entender a diferença entre o empreendedorismo tradicional e o empreendedorismo de impacto social, mas também inspirar e dar a eles a base para se tornar um empreendedor de impacto social”, completa Nakagawa.

Curso de férias


O curso de férias “Empreendedorismo de impacto social: definindo causas e ações para mudar o mundo” será realizado entre os dias 20 e 24 de janeiro de 2020, das 19h30 às 22h30, na Sala Tech da ESPM-SP, localizada na Rua Joaquim Távora, 1240, na Vila Mariana, em São Paulo.


Serviço:


Curso Empreendedorismo de impacto social:
definindo causas e ações para mudar o mundo
Data: de 20 a 24 de janeiro
Horário: das 19h30 às 22h30


Investimento: R$ 1.079,10 (boleto) ou 6 X R$ 199,83 (cartão de crédito)
Local: ESPM Tech – R. Joaquim Távora, 1240, na Vila Mariana, em São Paulo
Inscrições e inscrições: https://www.espm.br/educacao_continuada/empreendedorismo-de-impacto-social-definindo-causas-e-acoes-para-mudar-o-mundo/

Sobre Marcus Nakagawa


Professor da Graduação e MBA da ESPM, nas questões de ética, responsabilidade socioambiental, empreendedorismo, empreendedorismo social e terceiro setor;

Palestrante de sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida para empresas como Unimed, Senac, Sindicredi, Via Varejo (Casas Bahia e Ponto Frio) entre outros;

Idealizador e conselheiro da Abraps – Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável; Fundador e ex sócio-diretor da iSetor, empresa de gestão administrativa e financeira/ projetos para empreendedores empresariais, culturais e sociais com clientes como a Fundação Telefônica, Farofa.la, Trash 80’s, Instituto Akatu, Instituto Ressoar da Rede Record, Adecoagro, Sebrae, entre outros;

Ex professor convidado do MBA da UNIP e do Master – Pós MBA da B.I. International.
Foi gerente de Sustentabilidade para Fornecedores da Philips para América Latina, responsável pelo Programa de Sustentabilidade/Responsabilidade Social no Brasil e pelo suporte à América Latina.

Foi diretor na La Fabbrica do Brasil, agência italiana de projetos culturais e sociais com clientes como TIM, Fiat, Fundação Banco do Brasil, entre outros e já foi coordenador do Programa Social Nutrir, na Nestlé.

Doutorando em Sustentabilidade pela USP/EACH, mestre em Administração como o foco em Sustentabilidade na Estratégia de Negócios das Empresas (PUC-SP), pós-graduado em Administração (ESAN-UNIFEI) e graduado em Propaganda e Marketing (ESPM-SP).

Autor dos livros Marketing para Ambientes Disruptivos e 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis Para Mudar o Mundo, um dos 5 finalistas do Prêmio Jabuti em 2019.

Sobre a ESPM


Fundada em 1951 com o nome Escola de Propaganda do MASP e sob o slogan ‘Ensina quem faz’, a ESPM tinha como filosofia, mantida até hoje, reunir profissionais do mercado para ministrar seu curso, associando a prática com a teoria. Em pouco tempo já era reconhecida como uma das principais instituições de ensino do País.
A partir de 1974, deu início à sua expansão, inaugurando a ESPM Rio, no Rio de Janeiro.

Em 1978 viriam os cursos de pós-graduação e, em 1985, inaugurou a ESPM Sul, em Porto Alegre.

Considerada um centro de excelência no ensino de Comunicação, Marketing e Gestão, a oferta de novos cursos de graduação era o caminho natural a ser seguido.

E desta forma, a ESPM ampliou seu portfólio:

Administração (1991); Design (2004); Relações Internacionais (2006); Jornalismo (2011); Sistemas de Informação em Comunicação e Gestão (2014);

Cinema e Audiovisual (2015); e Ciências Sociais e do Consumo (2015).

O início do século XXI também ficou marcado pela introdução dos programas de mestrado e doutorado

Você também pode gostar

Deixe um Comentário