Home Dicas Especialista em vendas e CRM explica como vender através do LinkedIn

Especialista em vendas e CRM explica como vender através do LinkedIn

por admin

O Brasil é um dos países que mais utiliza as redes sociais para fazer negócios e não poderia ser diferente. De acordo com dados fornecidos pelas próprias redes sociais, o país figura no top 5 em número de usuários das principais redes do mundo: é o segundo maior mercado do Pinterest, Instagram e WhatsApp, terceiro maior mercado do Facebook e quarto para o LinkedIn. Também aparece em segundo lugar no ranking de países que passam mais tempo nas redes sociais, ficando atrás somente das Filipinas, com uma média de 225 minutos de uso por dia. 

Com cerca de 30 milhões de brasileiros ativos, o LinkedIn é a principal rede para criar conexões profissionais, divulgar marcas, publicar conquistas e demonstrar interesse pelo que acontece na rotina dos contatos. Desde sua proposta, até sua estrutura, tudo na plataforma inspira negócios. Dessa forma, não é difícil entender por que a rede social tem sido tão utilizada nas vendas

Para prospectar pelo LinkedIn, é preciso criar um perfil de qualidade antes de ofertar qualquer produto ou serviço. Atentar-se às recomendações que a própria plataforma sugere é de extrema importância. Isso faz com que algumas contas apareçam com mais frequência no resultado de buscas dos usuários e ganhem mais destaque no feed de notícias. 

O tom do perfil e das postagens deve sempre seguir a linha mais formal, diferentemente do que ocorre no Facebook ou WhatsApp.  

Abaixo, Thiago Gonçalves, Diretor de Operações LATAM da Pipedrive, apresenta 6 passos básicos que podem ajudar a dominar a plataforma e ampliar as vendas:

  1. Dedicar um tempo diário para à plataforma

A dica é tirar algum tempo durante o dia para navegar pelo LinkedIn. Isso não significa que é preciso deixar de lado os outros métodos de venda, mas é interessante ficar de olho nas novidades, fazer comentários em publicações de contatos, compartilhar notícias interessantes sobre o setor de atuação, ou seja, mostrar atividade e relevância. 

  1. Participar de grupos

Engana-se quem pensa que só existem grupos no Facebook. No LinkedIn há grupos de associações profissionais, redes e discussões privadas. Esses grupos são uma ótima forma de se conectar com pessoas de interesses semelhantes e aumentar a autoridade dentro da rede, especialmente ao interagir ativamente com as publicações. 

  1. Ficar de olho em clientes potenciais

Ao participar de grupos ou mesmo navegar pela plataforma, é possível encontrar um perfil que tenha potencial para ser um cliente. O LinkedIn conta com a opção “Seguir” para acompanhar as atualizações de um perfil sem que a pessoa precise ser adicionada como um contato. Assim, é possível observar as publicações e utilizar algumas delas como pistas para uma boa abordagem.

  1. Prospectando ativamente

Depois de identificar quem é o público-alvo, o próximo passo é entender como prospectar. Esse approach deve ser estratégico, condizente com o formato do LinkedIn, e de acordo com o momento do cliente. Para esse momento, o ideal é seguir um guia que traga todas as opções de contato e comunicação de acordo com o momento do cliente – como a Matriz de Mensagens do Pipedrive. Dessa forma, nenhum ruído é criado na comunicação inicial com o prospect e aumentam as chances de qualificar leads da melhor forma possível.

  1. Pedir recomendação para clientes satisfeitos

A opinião de outro comprador pode ser decisiva para novos clientes fecharem um negócio. A partir de um relacionamento de qualidade com os consumidores, ou seja, se estiverem realmente satisfeitos com o produto, é interessante pedir uma recomendação na página, especialmente após o serviço ter sido concluído com sucesso. Dessa forma, sabendo que outras pessoas confiam e indicam o produto, ganha-se credibilidade e chances de ser melhor aceito em prospecções ativas e até receber leads de forma espontânea. 

Além das recomendações, outro artifício para promover o negócio pode ser uma “prova viva”, como um case de sucesso, por exemplo. Se houver uma história positiva de como uma pessoa ou empresa cresceu utilizando o produto/serviço, pode ser estratégico deixá-la em evidência na página para que outras pessoas vejam e se inspirem. 

  1. Evitar o excesso

Por se tratar de uma plataforma profissional, uma boa dica é evitar a publicidade excessiva de produtos ou serviços, colocando a marca em todas as publicações encontradas em grupos ou no feed. Isso pode acabar cansando os potenciais clientes, que deixam de ver no negócio uma fonte de ajuda. É bom também controlar o número de convites enviados, filtrando pessoas que realmente possam ter interesse no produto ou serviço.

O ideal é que haja uma cadência, sim, de postagens, mas para a construção de reputação. Ter uma estratégia sustentada mostra o conhecimento sobre o segmento, o quanto se atualiza sobre o nicho e cria uma posição de autoridade no assunto/segmento em que está inserido. 

 

Website: https://www.pipedrive.com/pt/

Você também pode gostar

Deixe um Comentário