Home / Dicas / 6 dicas para usar o Google Tag Manager

6 dicas para usar o Google Tag Manager

6 dicas para usar o Google Tag Manager

Conheça 6 dias valiosas que o ajudará a utilizar o Google Tag Maganer.

Logo do Google Tag Manager

Apresentação Google Tag Manager (GTM)

Se você ainda não conhece o Google Tag Manager (GTM), saiba que o GTM é uma ferramenta gratuita usada para gerenciar e implantar tags nos sites ou aplicativos, sem precisar alterar seu código original.

Além disso, ele facilita muito o controle sobre as tags, pois tudo se encontra em um único lugar.

A facilidade no controle sobre as tags é importante não só na formatação do site quando no trabalho de consultoria SEO.

As tags são importantes fatores de otimização para motores de busca, como o Google.

Além disso, ele facilita muito o controle sobre as tags, pois tudo se encontra em um único lugar.

Apesar de ser um grande facilitador, se não usado de um jeito organizado, pode acabar complicando um pouco as coisas.

Por isso, o CEO da Codeby, empresa de tecnologia especializada em soluções para o mercado de varejo e atacado, Fellipe Guimarães, separou seis dicas para se usar o GTM.

  • Convenções na hora de nomear suas tags

Após algum tempo de uso, o GTM pode acabar virando uma bagunça se você adicionar tags sem especificar exatamente o que elas fazem. Por isso, pense bem na hora de criar e nomear as tags.

  • Usar pastas

O GTM oferece a opção de criar pastas para agrupar suas tags. Você pode criar uma pasta chamada ‘Facebook’ e colocar tudo relacionado ao Facebook, por exemplo. Assim só com uma olhada você já sabe em que pasta entrar para encontrar a tag que você precisa.

  • Use variáveis constantes

Como usamos vários IDs em múltiplas tags, criar uma variável que carregue esses valores é a melhor opção, porque podemos usá-las várias vezes sem nos preocuparmos em ficar lembrando desses ids.

  • Data Layer

Apesar de ser um pouco complicado para quem está começando, Data Layer é uma grande parte do gerenciamento. Quando você quiser trackear uma parte específica do seu site e os eventos pré-definidos do GTM não pegarem esse tipo de interação, o Data Layer vai te ajudar.

  • Implementar Ids em elementos importantes do site

Isso é muito importante principalmente quando a página possui botões.

Pedir para o seu desenvolvedor colocar um id nesses elementos pode facilitar bastante na hora de colocar um evento nesse botão.

Vale lembrar que, cada ID deve ser único em cada página.

  • Não defina muitas tags para disparar de uma vez

Isso é uma limitação resultante dos navegadores.

Infelizmente, esses têm um limite de requisições HTTP que podem acontecer de uma vez.

Se você disparar 10 tags diferentes em um evento, provavelmente, algumas delas não irão disparar.

Mas caso você não tenha essa opção de escolher quais tags devem disparar ou não, você pode considerar a priorização delas ou colocá-las para serem disparadas em sequência.

 

Se mesmo após as dicas apresentadas acima você tiver dificuldades para a utilização do GTM, você também pode consultar uma consultoria SEO.

Sobre Fellipe Guimarães

Fellipe Guimarães, especialista em negócios digitais | Startup Maker | Desenvolvedor Full Stack. Founder Grupo Codeby, uma empresa de tecnologia especializada em desenvolvimento de funcionalidades que agregam o crescimento para negócios digitais. A empresa que possui 6 anos de mercado atende grandes marcas como, por exemplo, KFC (México), F64(Romênia), Telemercados (Chile), Lego, Shoulder, Valisere, Alpargatas, entre outras.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*