Home Noticias Angola Cables terá peering no NAPAfrica

Angola Cables terá peering no NAPAfrica

por Paulo Fernandes Maciel
Angola cables

Angola Cables terá peering no NAPAfrica, a plataforma de interconexão de internet mais avançada da África.

 Angola cables

A Angola Cables, operadora global de telecomunicações, está expandindo o alcance de sua rede e sua capacidade de peering em todo o mundo.

Com objetivo de se tornar um grande player em termos de trânsito IP e MPLS na África Subsaariana, a empresa elegeu o NAPAfrica como seu ponto de interconexão ou peering point.

A Plataforma é o maior Ponto de Troca de Tráfego (PTT ou IXP, na sigla em inglês) da África;

Com mais de 240 redes conectadas únicas e tráfego de peering de 140 Gbps.

Alocada dentro das instalações do Data Center Teraco, na África do Sul;

O NAPAfrica fornece peering em toda a África subsaariana, a partir de Johanesburgo, Durban e Cidade do Cabo.

De acordo com Darwin Costa, gerente de Produto IP da Angola Cables, a decisão de fazer peering com o NAPAfrica se baseou na capacidade da plataforma em oferecer uma lista notável de redes e operadoras de entrega de conteúdo internacional, o que garantirá uma melhor conectividade de internet para os clientes da companhia.

“NAPAfrica também é a rede PTT mais completa em todo o continente africano.

Nós acreditamos que, ao combinar forças, a Angola Cables como hub de telecomunicações em expansão;

Terá condições de prover links para a África do Sul a partir de Angola,;

Bem como para o Brasil;

E os EUA, assim que o South Atlantic Cable System (SACS) estiver em operação”, afirma.

Com essa nova parceria, a Angola Cables quer impactar diretamente o crescimento da economia digital de Angola, bem como de outros países onde a empresa opera.

Com a ajuda NAPAfrica, a companhia está mudando o fluxo dos dados globais, em função da sua conectividade a partir de Joanesburgo para Lisboa, Angola, Londres, Fortaleza e Flórida.

“Estamos muito animados em ter o NAPAfrica como um dos principais impulsionadores do nosso novo sistema de cabeamento in-demand”.

Conta Costa.

Para Michele McCann, gerente de desenvolvimento comercial da Teraco, o NAPAfrica é o parceiro perfeito para a Angola Cables;

E certamente ampliará a interconexão entre Angola e o resto do mundo.

“Não se trata apenas de peering, essa colaboração terá impacto na conectividade da internet em diversos países e irá melhorar os serviços da Angola Cables, além de criar uma plataforma para o país competir no cenário mundial”.

Angola cables

Sobre a Angola Cables:
A Angola Cables é uma multinacional de telecomunicações, fundada em 2009, dedicando-se à;

Comercialização de capacidade em circuitos internacionais de voz e dados por cabos submarinos de fibra óptica.

O mais recente projeto da empresa é a construção de um cabo que irá ligar Angola e Brasil até 2018;

O SACS – South Atlantic Cables System, e o Monet, sistema de cabos que ligará o Brasil aos Estados Unidos.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário