Home / Fotografia / Google Arts & Culture e fundação Iberê Camargo fazendo arte

Google Arts & Culture e fundação Iberê Camargo fazendo arte

Google Arts & Culture promove arte contemporânea na parceria Google e fundação Iberê Camargo.

Google Arts & Culture

Obras renomadas do século XX e XXI estão disponíveis em uma nova exposição do Google em colaboração com a Fundação Iberê Camargo;

E outras instituições culturais ao redor do mundo

A Fundação Iberê Camargo participa da nova etapa do projeto do Google Arts & Culture chamado;

“O que é Arte Contemporânea?”.

A iniciativa global conta com o conteúdo de 50 instituições parceiras ao redor do mundo para disponibilizar ao público mais de sete mil obras de arte;

Incluindo pinturas, esculturas e outras peças aclamadas pela crítica nos séculos XX e XXI.

Leia também:

A Bienal de Arte Digital segue com exposições abertas

“Caravel” na Bienal de Arte Digital no Rio

No Brasil, o projeto “O que é Arte Contemporânea?”

Foi desenvolvido em colaboração com a Fundação Iberê Camargo e mais outras 14 instituições culturais de renome para trazer;

50 exposições, com mais de 3.200 obras, que revelam detalhes da arte contemporânea brasileira.

É possível conferir em alta resolução mais de 500 obras capturadas pela Art Camera do Google, realizar seis tours pelas instituições parceiras pelo Street View e também dois passeios em Realidade Virtual pela Fundação Iberê Camargo, única instituição do projeto a apresentar esse recurso imersivo e ainda pouco explorado.
A Iberê é parceira do Google desde 2013.

Para o projeto de Arte Contemporânea, apresenta em especial duas narrativas que pontuam relações que a produção de Iberê pode ter com as práticas chamadas contemporâneas, além de visita virtual com áudio guia à exposição “Depois do Fim”, que esteve em cartaz entre maio e setembro de 2017 e que apresentou mais de 50 obras de artistas modernos e contemporâneos.

O acervo da Fundação Iberê Camargo, disponibilizado no Google Arts & Culture:
● Permite que os mínimos detalhes de pinturas de Iberê Camargo, um dos maiores artistas brasileiros;

Agora possam ser visualizados em Gigapixel, por meio da Art Camera.

Uma câmera robótica desenvolvida pelo Google cria imagens em ultra-alta resolução, produzindo centenas de imagens de close-up que depois são ‘costuradas’ por um software para gerar uma única e fantástica imagem de cada obra, revelando detalhes praticamente impossíveis de serem vistos a olho nu;
● Com a ajuda do Street View, os visitantes on-line são capazes de percorrer virtualmente e redescobrir as exposições “Depois do Fim”, com obras de arte contemporânea e “NO DRAMA”, com obras de Iberê Camargo, que estiveram em cartaz na FIC em 2017, tendo uma nova e diferente experiência;
● No conteúdo de Arte Contemporânea que entra hoje na plataforma;

A Fundação Iberê Camargo é a única instituição brasileira a disponibilizar a experiência imersiva em 360 graus.

Uma oportunidade única para se conhecer ou revisitar as exposições e a imponente arquitetura do projeto de Álvaro Siza;

De uma maneira inovadora, a qualquer hora do dia e em detalhes, como se estivesse dentro delas;
● Finalmente, os visitantes on-line podem consultar aspectos biográficos da vida de Iberê Camargo e conhecer um pouco mais de sua obra, especialmente aspectos que dialogam com a produção da arte contemporânea, através de histórias interativas contidas em sua cronologia e nos textos produzidos pelos professores e críticos de arte Eduardo Veras e Icleia Cattani.
Para Gustavo Possamai, responsável pelo projeto na Iberê, “a plataforma amplia e promove o acesso a coleções, muitas delas inacessíveis pela distância geográfica ou pelo fato de as obras apresentadas on-line não encontrarem-se em exposição.

Amplia, ainda, o intercâmbio de culturas através do contato com patrimônios artísticos das mais variadas origens, diluindo fronteiras e fortalecendo a empatia”.

“No caso da participação da Fundação Iberê, é especialmente importante para a comunidade gaúcha por sermos, ainda, a única instituição do Estado incluída no projeto, por disponibilizarmos conteúdo sobre artes visuais relacionado a mais de 500 itens que podem ser desfrutados por variados públicos, inclusive alunos e professores em atividades pedagógicas, estimulando a interação com arte, cultura e educação”.
No início de outubro de 2017, o Google Arts & Culture iniciou o projeto “O que é Arte Contemporânea?” Com instituições como o Modern Art Oxford, além de MoMa, Brooklyn Museum e outras;

Para levantar a questão do que é arte contemporânea e oferecer às pessoas uma viagem por museus e obras espalhados pelo mundo, como:
● Todas as obras de León Ferrari pertencentes à coleção do Museo de Arte Moderno de
Buenos Aires (MAMBA)
● Uma instalação feita por Ai Weiwei na Dinamarca em homenagem ao Dia Mundial do
Refugiado da ONU.
● Todas as obras integrantes da 15ª Bienal de Istambul.
● As produções de artistas sul-africanos contemporâneos, nas exposições organizadas por
Johannesburg Art Gallery.
● E os destaques de outros museus importantes, como Serralves, em Portugal; Mathaf: Arab Museum of Modern Art, no Quatar; e Barjeel Art Foundation, nos Emirados Árabes.

A exposição “O que é Arte Contemporânea?”

Está disponível on-line em g.co/contemporaryart​ e pelo aplicativo do Google Arts & Culture no iOS e Android.

 

Sobre Fundação Iberê Camargo

Iberê Camargo é um dos grandes nomes da arte brasileira do século 20.

Autor de uma extensa obra, que inclui pinturas, desenhos, guaches e gravuras, nunca se filiou a correntes ou movimentos, mas exerceu forte liderança no meio artístico e intelectual brasileiro.

Dentre as diferentes facetas de sua vasta produção, o artista desenvolveu as conhecidas séries Carretéis;

Ciclistas e As idiotas, que marcaram sua trajetória.

Grande parte de sua produção, estimada em mais de sete mil obras, compõe hoje o acervo da Fundação Iberê Camargo;

Cuja missão é preservar o acervo, promover o estudo;

A divulgação da obra de Iberê e estimular a interação de seu público;

Com arte, cultura e educação, por meio de programas interdisciplinares.
A sede da instituição foi projetada pelo português Álvaro Siza, um dos arquitetos contemporâneos mais importantes do mundo.

O projeto recebeu mérito especial da Trienal de Design de Milão e os prêmios Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza (2002) e Mies Crown Hall Americas Prize (2014).

Site: www.iberecamargo.org.br
Fanpage: www.facebook.com/fundacaoiberecamargo

 

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*