Home Empreendedorismo Cinco vantagens das mentorias on-line para um negócio

Cinco vantagens das mentorias on-line para um negócio

por admin

Após a pandemia do novo coronavírus, as expectativas para o ‘Novo Normal’ incluem, em especial, evitar estritamente aglomerações. As famosas mentorias e os TED Talks, realizadas em espaços físicos, precisaram migrar para o ambiente virtual. Implantadas como uma das medidas de curto prazo para diminuir os casos da Covid-19, rapidamente estes encontros tomaram o gosto dos empresários. Mas alguns ainda têm receio dos reais benefícios das orientações on-line.

Contudo, é imprescindível para os PMEs neste momento, não só adaptar seu negócio, mas saber aplicar as ferramentas certas para que o planejamento dê certo. As mentorias on-line podem auxiliar e garantir que o funcionamento da empresa ocorra de acordo com as estratégias pensadas.

Com base nisso, abaixo vale conferir as vantagens de participar das mentorias virtuais segundo mentores:

1. Networking com todo o país: para Leonardo Bortoletto, fundador do Clube de Permuta e sócio da Nação Empreendedora, a maior vantagem das mentorias on-line é a troca de networking em tempo real, com todos os empresários do país. Logo que antes os encontros presenciais restringiam a conversa apenas para as pessoas presentes no evento, a versão virtual permite conhecer e estudar mercados diferentes da região atuante do PME

2. Trocas reais de experiência: participar dos grupos possibilita absorver o conhecimento de outras pessoas e faz o PME entender que todo o negócio, independente do segmento, passa por dificuldades. Alexandre Guerra, sócio-fundador da Nação Empreendedora, reforça que, quem vê o problema de fora, tem um olhar diferenciado e até mesmo já vivenciou aquilo. Além de dar visões mais críticas sobre a situação, que muitas vezes passa desapercebido pelo aconselhado.

3. Gestão de ideias: muitos sabem exatamente o que precisam para engajar sua empresa, mas não conseguem executar bem a ideia. Com a mentoria é possível ampliar o conhecimento e centralizar o planejamento. O papel do mentor é auxiliar nas estratégias do negócio, em especial neste momento, e mostrar como usar as ferramentas do marketing digital para fazer a empresa ser vista pelos seus clientes.

4. Conhecimento financeiro: o papel do orientador é transferir conhecimento para o empresário e proporcionar mudanças efetivas nas empresas. Segundo Eduardo Pires, sócio-fundador da Nação Empreendedora, o aconselhamento possibilita uma visão mais aprofundada do caixa do PME. Ele salienta que no mundo pós-pandêmico, a crise para os empreendedores pode perdurar alguns meses e, que ao buscar a mentoria, o mentor estará engajado em reorganizar os custos, além de promover rapidamente os ajustes necessários para amenizar a crise.

5. Ter expectativas equilibradas: um ponto de vista realista nos encontros on-line é a chave para uma boa mentoria. Saber examinar minuciosamente não só os conselhos que você recebe, mas os dos outros participantes também é uma maneira de ampliar as perspectivas da sua empresa e estar ciente dos próprios pontos cegos.

 

Sobre a Nação Empreendedora

A Nação Empreendedora é uma comunidade que reúne empresários com objetivo de ‘educar’ com o compartilhamento de informações sobre as rotinas de negócios e serve de apoio para a solução de dúvidas com temas ligados diretamente ao empresariado como finanças, gestão e vendas. Fundada em 2019, o negócio é comandado por Alexandre Guerra, Eduardo Pires e Leonardo Bortolleto, especialistas, respectivamente, dos segmentos de varejo e franchising, finanças e investimentos, e vendas e network. Atualmente, a Nação Empreendedora conta com mais de 200 membros ativos.

Website: https://nacaoempreendedorabrasil.com.br/

Você também pode gostar

Deixe um Comentário