Home Empreendedorismo Campanhas de E-mail marketing ainda dão resultados?

Campanhas de E-mail marketing ainda dão resultados?

por admin

Nos últimos dez anos, foram vistas grandes mudanças na comunicação online. Grande parte das pessoas deixou os fóruns segmentados para comunidades em redes sociais, os programas de bate-papo, como o MSN e ICQ, para usar alternativas mais instantâneas (e populares) como o WhatsApp e o Telegram.

Mesmo com todas as mudanças e adaptações, os e-mails continuam sendo uma ferramenta de destaque na comunicação pessoal, profissional e para as empresas por meio de campanhas de e-mail marketing e newsletters.

De acordo com o site Statista, o número de usuários de e-mail ao redor do mundo foi de 2,9 bilhões em 2019 — mais de um terço da população.

Mas como essa ferramenta continua sendo uma das mais efetivas formas de marketing digital?

O que é E-mail Marketing?

A história do E-mail Marketing começou no fim da década de 1970, quando o gerente de marketing da Digital Equipment Corp, Gary Thuerk, enviou 400 e-mails promovendo computadores da companhia, o que resultou em 13 milhões de dólares em vendas. Mas foi nos anos 1990 que a internet massificou o E-mail Marketing.

Isso abriu as portas para uma nova forma de comunicação, mas também fez surgir os indesejáveis spams — e, por consequência, as regras para proteger os consumidores dessa prática. Nos anos 2000, tornou-se claro que pensar que somente enviar e-mails, sem pensar no destinatário ou no conteúdo, não era suficiente.
https://www.legions.biz/blog/email-marketing-precisamos-falar/

Desde então entende-se que, para fazer um E-mail Marketing efetivo e não acabar na caixa de spam, é importante seguir as boas práticas. O surgimento de tecnologias como os smartphones e de novas formas de relacionamento, como as redes sociais, teve impacto também sobre o E-mail Marketing.

Os básicos para e-mail marketing

Assim como qualquer outra campanha de marketing digital, existem requisitos básicos que a empresa precisa ter para minimamente executar as ações. Especialmente se o objetivo for pensar de maneira estratégica a comunicação da empresa e ter metas e objetivos em mente, sejam eles a conversão de leads em clientes ou melhorar reputação de marca.

Conhecer o público
O ponto de partida de qualquer campanha é entender quem é o cliente-alvo e como é preciso se portar para dialogar com ele de forma efetiva. A segmentação de público é extremamente importante para entender qual o comportamento do consumidor; desta forma, será possível analisar e direcionar as ações efetivamente para os canais que recebem mais atenção em cada segmento.

Ferramenta de disparo de campanhas de e-mail marketing
A ferramenta de disparo de e-mails é indispensável, afinal realizar uma campanha de e-mail marketing pelo provedor de e-mails corporativo comum não é recomendado.
Existem diversas plataformas disponíveis no mercado, que oferecem desde serviços grátis como o Mailchimp quanto plataformas multicanais completas, que permitem realizar uma gestão completa dos leads, por e-mail, SMS e até voz como a RD Station ou a E-GOI.
https://www.legions.biz/blog/geracao-de-leads/

Enquanto as campanhas de e-mail marketing podem ser feitas com uma base de leads baixa, é importante ressaltar que essa estratégia depende muito de boa lista de mailing.

Leads
Uma conclusão que a experiência em estratégias de marketing digital traz é que a maior parte das pessoas que visitarem o site não são clientes de primeiro momento.

Assim como nas tradicionais técnicas de funis de vendas, o consumidor precisa passar por estágios antes de efetivamente adquirir o produto ou serviço.

Existem duas formas de se obter leads para o negócio, a primeira sendo uma lista de prospecção paga, que pode ser adquiridas com empresas especializadas e a segunda é por meio da aplicação de técnicas de conversão de leads.

Cada uma das duas opções tem vantagens e desvantagens, como a possibilidade de disparo em massa no caso de listas compradas ou a alta taxa de conversão de leads captados organicamente.

Ao final, desde que exista uma lista de mailing é possível realizar campanhas de e-mail marketing. No entanto, vale ressaltar que a qualidade de listas de e-mail marketing feitas com o uso de técnicas de conversão são exponencialmente melhores que com listas compradas, visto que todas as pessoas que entraram nela já possuem interesse na empresa.

Definir a promoção
Campanhas de e-mail marketing não podem ser “soltas” e nem disparadas para o cliente sem uma “razão”.

Evitar mensagens inefetivas ou desinteressantes é imperativo visto que elas podem aumentar consideravelmente o número de usuários que cancelam a inscrição na lista e a longo prazo irá diminuir o rendimento de campanhas.

Um ponto indispensável para um e-mail marketing é uma promoção vantajosa para o assinante, seja um desconto exclusivo para e-mails ou brindes especiais.

Porém, essas promoções não podem ser enviadas sem um cronograma pensado, afinal o excesso de e-mails é outra razão que pode aumentar a taxa de unsubscribes da lista. Para isso é recomendado fazer um planejamento prévio e a criação de um calendário promocional de campanhas de e-mail marketing.

Design para criação
Não é segredo que a velocidade da informação disponível na internet diminuiu consideravelmente o tempo de atenção das pessoas. Exatamente por isso é preciso que a campanha de e-mail marketing captar a atenção do cliente em até três segundos, para isso é preciso ter uma série de fatores presentes em e-mail e em copy.

Primeiramente, devem garantir que o site esteja em um servidor que ofereça uma boa velocidade, visto que a hospedagem pode impactar o tempo de carregamento do e-mail do usuário.

Com um servidor que carregue rapidamente o e-mail marketing é possível ter a certeza que o cliente verá o corpo de mensagem; nela, é preciso aplicar um design de qualidade, que incentive o usuário a se engajar com a campanha.

Website: https://www.legions.biz/

Você também pode gostar

Deixe um Comentário