Home Ecoverde Eficiência Energética, ou não ! 1,4 bilhão de pesssoas não tem eletricidade no mundo

Eficiência Energética, ou não ! 1,4 bilhão de pesssoas não tem eletricidade no mundo

por Carlos Xandelly

A pergunta é bastante simples, mas os resultados poderiam ser desastrosos: Será que se 100% da humanidade tivesse acesso a eletricidade o planeta não entraria num colapso energético?

Estudiosos dizem que provavelmente se nada for alterado neste cenário em meados de 2035 o Planeta sofrerá drasticamente com a falta de energia e terá impacto direto na qualidade de vida. Outros cientistas mais cautelosos relutam em buscar soluções alternativas de geração de energia. Qual seria então a solução ideal? O meio termo entre o racional ecoverde e a sustentabilidade? Ainda estamos longe de descobrir a verdadeira e definitiva resposta a este encalço que já percorre anos e anos ao longo do planeta.

Uma matéria publicada no finalzinho de 2011 acabou dispertando os olhos dos ativistas e dos estudiosos na busca frenética pelo racionamento e por soluções eficientes energéticas.

[box_dark]Fique por Dentro:[/box_dark]

Dados da Organização das Nações Unidas indicam que mais de 1,4 bilhão de pessoas no mundo, um quinto da humanidade, não possui acesso à eletricidade.

Outro bilhão de seres humanos recebe luz de forma intermitente, o que provoca danos à saúde, déficit educacional e atraso econômico.
Para chamar a atenção para o problema, a ONU proclamou 2012 como o Ano Internacional da Energia Sustentável para Todos.A iniciativa, liderada pelo secretário-geral, Ban Ki-moon, tem três grandes objetivos, nada triviais, que deveriam ser alcançados até 2030. O primeiro é garantir que todos tenham acesso a “serviços modernos de energia”.

O segundo prevê o aumento da eficiência energética, reduzindo em 40% as diversas formas de desperdício. O terceiro, igualmente difícil, espera que 30% de toda essa energia venham de fontes renováveis.Só na Índia, mais de 400 milhões de pessoas, duas vezes o tamanho de toda a população do Brasil, estão às escuras. Na China, entre 2000 e 2008, o consumo de energia dobrou e a tendência é continuar crescendo. Para alcançar a universalização do serviço, seria necessário um aumento na produção da ordem de 30%.

O problema é, garantir que a energia para todos seja também sustentável. Hoje, 81% vêm de combustíveis fósseis: carvão, gás e petróleo.As fontes renováveis representam apenas 13% da conta, ficando a sempre polêmica energia nuclear com o resto.

A tendência é de crescimento de alternativas como a eólica, a solar e a biomassa, mas nada que mude muito a dominância dos fósseis. Os especialistas comparam o setor de energia a um grande transatlântico, lento e pesado.

Os investimentos são enormes, o tempo de implantação e de retorno também. Será preciso bem mais do que as meritórias campanhas das Nações Unidas para que esse quadro seja realmente mudado.

O Consumo desenfreado da energia racional é impactante?

Existem alguns estudos nos centros dedicados de soluções energéticas que fala: Caso 1/3 da população mundial simultâneamente utilizem seus aparelhos eletro-eletrônicos de toda a suas residências, o planeta sofreria imediatamente uma experiência impactante desastrosa: O CAOS energético.

Seria horas ou dias de escuridão total até que se restabelecesse por completo a geração de energia e muitas usinas entrariam em estado de Alerta por aquecimento e sobre carga de geração de eletricidade.

Será que o melhor caminho é buscar soluções alternativas ou mudar a educação do ser humano em relação a eletricidade? Você já se perguntou sobre isso?

O simples fato de você deixar um Rádio ligado mesmo estando longe, ou aquela luz para iluminar o Jardim mesmo que não tenha ninguém e nem uma alma para passear meio ao gramado, esquentar toda e qualquer refeição no micro-ondas por pura comodidade enquanto poderia esquentar várias utilizando o velho ‘banho maria’ utilizado nos tempos da vovó.

A Educação precisa mudar, o consumo precisa ser feito de maneira consciente, racional e educada. Respeitando não somente uma época em que a palavra ECO ou SUSTENTABILIDADE estão em alta na mídia, mas principalmente respeitando e pensando no Futuro dos seus o nossos Filhos, Netos e gerações futuras.

Sim, precisa mudar rápido para não ter desastres futuros assustadores….pense nisso, ou Não !

Você também pode gostar

Deixe um Comentário