Home / Dicas / Smartphone facilita as estratégias e alavanca vendas online

Smartphone facilita as estratégias e alavanca vendas online

O papel do smartphone na estratégia de vendas online

O avanço tecnológico mudou os hábitos dos consumidores fazendo com que o aparelho smartphone seja usado em diversas atividades do dia a dia.

E comprar por meio de dispositivos móveis já é uma realidade para a maioria das pessoas.

smartphone com aplicativos

De acordo com uma pesquisa feita pela TIC Domicílios em 2017, divulgada pelo Comitê Gestor da Internet (CGI.br), 49% dos brasileiros dispensaram os computadores para acessar as redes sociais e consumir conteúdo apenas pelo smartphone.

No ano anterior, 2016, esse número era de 43%.

 

Pesquisa atesta o crescimento

Já a pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2017, revelou que no Brasil, 92,1% dos acessos a rede já são realizadas via dispositivos móveis.

Esses dados não são à toa.

Hoje temos no Brasil mais telefones celulares ativos do que habitantes:

São 230 milhões de aparelhos, segundo a Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP)

Esta migração do desktop para dispositivos móveis pode ser percebida também no e-commerce.

Com a migração em massa dos usuários de desktop para smartphone somada à evolução das conexões 4g e 5g, é natural que o número de vendas através de dispositivos móveis também cresça.

Segundo a Webshoppers, o volume de compras via mobile aumentou 35%. Com isso, cerca de 1/4 das vendas online no País se dividiram entre celulares e tablets.

Celular com tecnologia de segurança

Devido a tantas facilidades, o smartphone já é usado em pelo menos um dos passos do processo de compra na internet.

Isso significa que a grande maioria das compras realizadas na internet passam por um dispositivo mobile.

De acordo com um estudo feito pelo SPC Brasil, no ano passado, 32% usam o aparelho para pesquisar produtos e serviços, 28% para comparar preços e 14% para fazer pagamentos.

Mais do que isso: um terço dos entrevistados revelou que usa o smartphone em todo processo, desde a pesquisa até o pagamento.

E a tendência é só aumentar: a estimativa é que as compras feitas usando o celular alcançará os incríveis R$ 103 bilhões em 2020, segundo a Paypal.

 

Ignorar o mobile pode matar sua estratégia de vendas

“O consumidor de hoje está em movimento e pesquisa em várias telas, exigindo uma abordagem coesa orientada por dados para cruzar e influenciar as decisões de compra.”

Afirma Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina.

 

Capaz de atingir o público alvo praticamente a qualquer momento e onde ele estiver, o investimento em estratégias mobile vem se mostrando cada vez mais importante para qualquer empresa nos dias atuais.

Sendo assim, se você deseja melhorar os resultados de sua marca ou o engajamento do cliente, precisa pensar obrigatoriamente em como melhorar a experiência mobile da sua empresa.

 

3 dicas importantes para ajudar suas vendas mobile

Para ter uma boa estratégia de vendas mobile, é importante compreender como funciona o comportamento dos seus clientes potenciais, buscando entender a preferência e a jornada de compra deles.

Desse modo, é necessário descobrir algumas informações, tais como: meios de pagamentos mais usados, redes sociais preferidas e quais dispositivos móveis costumam mais usar, tablets ou smartphones.

De posse dessas informações, o próximo passo é preparar uma estrutura da qual possa receber esses futuros clientes de forma eficiente, evitando assim o abandono no meio da compra.

Confira algumas dicas abaixo.

 

1 – Tenha um site responsivo

Para um bom resultado das suas estratégias de marketing e vendas, em primeiro lugar é preciso estar atento, antes de tudo, com os inúmeros tamanhos de tela, tanto para dispositivos móveis, quanto para desktop.

O site com design responsivo, que se adapta de acordo com a resolução do dispositivo em que está sendo visualizado, é fundamental para os usuários navegarem em busca de informações.

Mais ainda: o Google dá preferência no ranking para sites responsivos e otimizados para versão mobile, pois a taxa de rejeição é muito menor quando comparado a um site não adaptado.

 

2 – Crie QR codes:

 

A codificação usada para criar QR codes tem como função principal simplificar a interação, possibilitando transferências de informações e comunicação entre pessoas e empresas.

Esta tecnologia pode facilitar a vida do usuário já que é uma forma mais rápida de acessar um site, visto que encurta o serviço de digitação. Além disso, é uma ótima estratégia de usabilidade.

Além disso, existem várias maneiras de produzir uma campanha com QR code para integrar o uso de smartphones nas vendas online e, com isso, criar ações com os seguintes propósitos:

  • Captação de prospects para listas de e-mail marketing
  • Integração com campanhas offline
  • Realização de cross selling

 


3 – Aplicativos de compra

Um estudo feito pela Criteo S.A. revelou que varejistas que possuem aplicativos têm cerca de um terço (30%) dos pedidos no ambiente mobile sendo feitos nesses canais, sendo que a taxa de conversão em apps de compras é três vezes maior que na web mobile.

 

Mais do que isso, usuários que fazem o download de seu aplicativo sempre se lembrarão dele em primeiro lugar quando precisarem de algo.

Quando eles tiverem dúvidas, quiserem economizar tempo ou resolver seus problemas, o normal é que automaticamente pensem em sua marca.

Sendo assim, a criação de um aplicativo e determinante na fidelização de clientes.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*