Home / Dicas / Redes Wi-Fi públicas são inseguras afirmam Hackers

Redes Wi-Fi públicas são inseguras afirmam Hackers

Hackers Explicam os Perigos Ocultos das Redes Wi-Fi Públicas e Como Evitá-los

Especialista em privacidade digital discute a insegurança das redes Wi-Fi públicas com hackers em fóruns online fechados
Numa época em que o cibercrime não para de crescer, a Wi-Fi pública tornou-se uma oportunidade de ouro para vários tipos de criminosos.

Hacker de Redes Wi-Fi Públicas

Uma pesquisa recente mostrou que 79% dos usuários de redes Wi-Fi públicas correm sérios riscos ao escolher uma conexão Wi-Fi. Eles selecionam os pontos de acesso com base na força da Wi-Fi, procuram por nomes que parecerem apropriados ou simplesmente escolhem qualquer opção gratuita.

Leia também:

Jogo https://overbr.com.br/dicas/dicas-para-acessar-redes-wi-fi-com-segurancaApex Legends é vítima de golpes de hackers

Dicas do Youtuber Rezende para evitar hackers

Dicas para acessar redes wi-fi com segurança

 

Pesquisa mostrou que 79% dos usuários de redes Wi-Fi públicas correm sérios riscos com conexão Wi-Fi.

No entanto, os locais públicos são o esconderijo perfeito para hackers que podem facilmente configurar pontos de acesso maliciosos e roubar informações pessoais.

Daniel Markuson, o especialista em privacidade digital da NordVPN, discutiu os riscos da insegurança em redes Wi-Fi públicas com alguns hackers em fóruns online fechados.

Eles concordaram em compartilhar seus conhecimentos em troca de permanecer anônimos.

O que torna uma rede Wi-Fi pública insegura

Todos os hackers concordaram em dois pontos comuns que podem tornar qualquer ponto de acesso Wi-Fi público vulnerável.

Estes são: más configurações do roteador e falta de uma senha forte.
Com dúzias ou até milhares de pessoas em um lugar público, um snooper está em uma posição perfeita para procurar por suas presas sem ser notado.

Não é preciso muito para iniciar o processo vicioso: normalmente, os invasores usam softwares básicos e fáceis de usar, o que é legal.

Os hackers experientes apontam Wireshark e Aircrack-ng como bons exemplos.

Eles alegam que leva apenas alguns minutos para começar a espiar as informações confidenciais enviadas de um dispositivo conectado a uma rede Wi-Fi insegura.

 

Sequestro de gadget na rede pública de Wi-Fi

A pior parte de ser atacado é que a vítima pode nem perceber que seu gadget foi sequestrado.

Se tiver sorte, o hacker pode apenas ler sua atividade de navegação.

Mas no pior cenário, eles podem roubar todas as suas informações confidenciais, incluindo senhas e dados do cartão de crédito.
Você sabia que o nome da sua rede Wi-Fi em casa pode fornecer seu endereço?

Como seu dispositivo está sempre procurando por redes Wi-Fi confiáveis, os stalkers podem usar essas solicitações de conexão para descobrir onde você mora.

Tudo o que precisam fazer é encontrar um espaço público aberto e configurar um pequeno scanner que coleta passivamente todas as solicitações para conectar à Wi-Fi próximas.

Um aviso dos hackers anônimos: quem conhece o nome da rede Wi-Fi em sua casa pode descobrir onde você mora. Basta digitá-lo em um site público que cria heatmaps de pontos de acesso Wi-Fi, como o Wigle.net.

Tipos de ataques de hackers em redes Wi-Fi públicas

Os hackers anônimos explicam os tipos mais comuns de ataques cibernéticos que podem ser lançados em redes Wi-Fi públicas inseguras:

• Ataques do tipo Man-in-the-middle.

Quando um dispositivo faz uma conexão com a Internet, os dados são transferidos para um determinado serviço ou site.

Um invasor pode entrar no meio da transmissão e modificá-los.

As informações no dispositivo deixam de ser privadas.

• Ataques do tipo Evil twin.

Estes podem acontecer quando os cibercriminosos criam hotspots Wi-Fi falsos.

Quando um dispositivo se conecta a um hotspot comprometido e controlado por um hacker, todas as comunicações caem em suas mãos.

• Injeções de malware.

Quando você se conecta a uma rede desprotegida, códigos maliciosos podem entrar no seu dispositivo a qualquer momento.

Uma vez que o malware infecta o dispositivo, ele pode quebrar o sistema e dar aos hackers liberdade total sobre seus arquivos pessoais.

• Snooping e sniffing.

Com a ajuda de um software especial, os cibercriminosos podem ver todos os dados passando pela rede e acessar o que você faz online.

Eles podem visualizar seu histórico de navegação, capturar seus dados de login e invadir suas contas online para roubar informações confidenciais ou até mesmo dinheiro.

Como se manter seguro nas redes Wi-Fi públicas

De acordo com Daniel Markuson, especialista em privacidade digital da NordVPN, a melhor coisa a se fazer é ficar longe das redes Wi-Fi públicas e usar seus dados móveis.

No entanto, se não houver outra opção, aqui estão algumas dicas úteis sobre o que você deve fazer para proteger seus dispositivos e suas informações.

• Ao conectar-se a uma Wi-Fi em um café ou hotel, sempre verifique o nome da rede com um membro da equipe. Lembre-se: os hackers podem criar hotspots Wi-Fi falsos usando nomes que parecem confiáveis.
• Evite visitar sites sensíveis, fazer login em suas contas sociais e realizar transações bancárias em redes Wi-Fi públicas.

Melhor usar a Wi-Fi pública apenas para navegações básicas na internet.

• Se você realmente precisa fazer login em contas privadas, verifique se configurou a autenticação de dois fatores. Use uma assinatura eletrônica para realizar transações importantes.

• Ative seu firewall.

A maioria dos sistemas operacionais possui um firewall embutido, que impede que invasores acessem os dados do seu computador.

Embora não proteja completamente contra hacks, o firewall é útil se combinado a outras ferramentas de segurança.

• Use uma VPN (rede privada virtual).

Uma VPN confiável, como a NordVPN, garantirá que suas conexões online sejam privadas e que nenhum dado confidencial caia nas mãos de criminosos.

A ferramenta irá enviar o seu tráfego de internet através de um túnel criptografado, tornando quase impossível o roubo de informações.

 

Desligar quando sem uso

• Lembre-se de desligar a função Wi-Fi no seu dispositivo quando não estiver usando.

Isso irá protegê-lo de conexões indesejadas com redes Wi-Fi perto de você.
Daniel Markuson recomenda ser extremamente cauteloso ao conectar-se a qualquer hotspot Wi-Fi em um local público.

Para salvar suas informações pessoais, tráfego e dados de navegação, bem como para proteger-se contra possíveis roubos de identidade, fique longe de redes inseguras ou use uma VPN como a NordVPN

 

SOBRE A NORDVPN

NordVPN é o provedor de serviços VPN mais completo do mundo, com maior foco em segurança que a maioria dos serviços de VPN.

Oferece criptografia VPN dupla, bloqueio de anúncios e Onion Over VPN.

O produto é muito fácil de usar, oferece um dos melhores preços do mercado, possui mais de 5.000 servidores em todo o mundo e é aliado do P2P.

Uma das principais características da NordVPN é a política de zero log.

Para mais informações, visite: nordvpn.com.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*