Home Dicas Conheça os tipos de vidro para cobertura de vidro

Conheça os tipos de vidro para cobertura de vidro

por Paulo Fernandes Maciel

As coberturas e os tetos de vidro são estruturas que se destacam nas obras e  nos projetos arquitetônicos. O vidro faz com que o ambiente tenha uma iluminação mais natural, além de mudar os espaços compostos com painéis e cobertura de vidro. Além disso, permite a utilização de áreas externas à residência em tempos de chuva ou ventos fortes.

Estes tipos de coberturas de vidro também ajudam na economia, porque não é necessário deixar as luzes da residência acesas durante o dia. Lembre-se sempre de fazer um orçamento com profissionais especializados na instalação de coberturas de vidro antes de investir na sua.

Conheça os diferentes tipos de vidro feitos para coberturas de vidro.

Norma para instalação

Não pense em apenas comprar a cobertura de vidro que preferir e instalar da maneira que achar melhor. A instalação das coberturas de vidro devem ser feitas conforme a norma NBR 7199, que estabelece as regras de utilização de vidros em construções civis. Todos os profissionais especializados em vidro devem seguir esta norma, sem exceções.

cobertura de vidro

A nova versão da NBR 7119, assim como a original redigida em 1989, dizem que os vidros aplicados em construções civis devem ser aramados, laminados e insulados em suas composições interiores. De acordo com a norma, coberturas e pisos de vidro são classificados como instalações especiais, assim como degraus, visores de piscinas e aquários, estruturas e guarda corpo de vidro.

Quais os tipos de vidro para coberturas de vidro?

Assim como para uma sacada de vidro, o vidro feito para coberturas de vidro é o do tipo laminado, que é um vidro de segurança feito com duas ou mais lâminas de vidro interligadas por um filme de PVB (Polivinil Butiral) e produzido sob pressão e calor. O vidro laminado é um material muito resistente, tem uma boa camada acústica e ajuda na proteção contra os raios ultravioleta (UV).

Os vidros aramados e laminados também possuem uma vantagem quanto à segurança das pessoas. Em caso de queda ou quebra da cobertura, o vidro não irá quebrar deixando cacos espalhados pelo chão. Este tipo de vidro permanece no local mesmo após a quebra e apresenta apenas rachaduras ou trincas.

Cálculo da espessura

Uma cobertura de vidro precisa ter a sua espessura calculada conforme regulamenta a norma 7199. As fórmulas para cálculo da espessura estão de acordo com a francesa DTU 39. A espessura é determinada conforme o tamanho da chapa de vidro. Se a chapa estiver entre 1,10 m X 2,00 m, os vidros podem ser de 10 m. Entre algumas das regras para o cálculo da espessura do vidro estão a determinação da pressão do vento e a especificação da pressão do cálculo conforme o tipo de aplicação, como vidros verticais ou inclinados, sejam eles instalados em áreas internas ou externas

Você também pode gostar

Deixe um Comentário