Home Atualidades Escolas de Aprendizes-Marinheiros disponibiliza 900 vagas

Escolas de Aprendizes-Marinheiros disponibiliza 900 vagas

por Paulo Fernandes Maciel
Escolas de Aprendizes-Marinheiros

Marinha do Brasil abre 900 novas vagas para as Escolas de Aprendizes-Marinheiros

A Marinha do Brasil abriu inscrições para o seu concurso público de admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM/2020).

São oferecidas 900 vagas para os candidatos e podem participar da seleção os brasileiros natos ou naturalizados, do sexo masculino, com 18 anos completos e menos de 22 anos de idade.

Escolas de Aprendizes-Marinheiros

Os candidatos precisam ter a comprovação de ter concluído ou estar em fase de conclusão do ensino médio.

Sobre a seleção dos candidatos


A seleção possui uma prova escrita objetiva, com 50 questões, de Português, Matemática, Física, Química e Inglês;

Além de inspeção de saúde física e psicológica, Um teste de aptidão física;

Somando a isso um período de adaptação em uma das quatro Escolas de Aprendizes-Marinheiro localizadas em Fortaleza (CE), Recife (PE), Vitória (ES) e Florianópolis (SC).

Todas as etapas são de caráter eliminatório.

Escolas de Aprendizes-Marinheiros

Após o período de adaptação, é iniciado o curso de formação de marinheiros, que tem a duração de 48 semanas.

Duração e remuneração no tempo do curso

Nesse período, os jovens recebem alimentação, alojamento, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-odontológica e remuneração na forma de bolsa-auxílio, inicialmente de R$1.108,53 e depois de R$1.179,72.

Depois do curso os rendimentos chegam a R$1.950,00.

Como se inscrever e custo da inscrição

Conheça 1 pouco sobre a EAMS – Escolas de Aprendizes-Marinheiros


As inscrições para as Escolas de Aprendizes-Marinheiros podem ser feitas até o dia 3 de fevereiro, através do site da marinha, com uma taxa de R$ 25 de custo.

Maiores informações pelo telefone (71) 3507-3825.

Algumas atribuições da Marinha do Brasil

Cabe à Marinha desenvolver uma ampla estratégia de monitoramento e controle para a proteção do litoral do país;

Bem como fortalecer o conhecimento sobre o meio ambiente marítimo e posicionar os meios operacionais disponíveis para responder prontamente a eventuais crises ou emergências no mar territorial brasileiro.

Além disso, a Marinha desenvolve diversas atividades sociais em locais isolados como a Amazônia, levando procedimentos de saúde a populações ribeirinhas e fazendo o patrulhamento fluvial em regiões fronteiriças, na prevenção a crimes transnacionais e à exploração ilegal de recursos naturais.

A Marinha do Brasil conta, atualmente, com mais de 70 mil homens e mulheres.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário