Home Artigos Polêmica: Redes sociais realmente influenciam na produtividade dos profissionais

Polêmica: Redes sociais realmente influenciam na produtividade dos profissionais

por Agência Canal Veiculação

Tempo gasto nas plataformas podem atrapalhar ou melhorar o desempenho, indicam pesquisas; Aplicativo brasileiro permite gerenciar conteúdos de várias redes sociais em timeline única

As redes sociais despertam dúvidas em relação à influência no desempenho dos trabalhadores.

A avaliação mais comum é de que o tempo usado para acompanhar as atualizações é prejudicial à produtividade. De acordo com pesquisa da Deep (Desenvolvimento e Envolvimento Estratégico de Pessoas e Clientes), os profissionais brasileiros gastam, em média, 1h16 por dia nas plataformas de interação social. Baseado em uma carga horária de oito horas, é possível afirmar que o período pode representar até três dias de trabalho desperdiçado a cada mês.

Por outro lado, estudo desenvolvido pela Warwick Business School, no Reino Unido, indica que a participação no Facebook, Twitter e Linkedin torna os empregados mais propensos a responder questões de consumidores de forma mais ágil e eficiente. Mesmo com o tempo gasto em atividades consideradas fora do expediente, a agilidade desenvolvida aumenta a produtividade ao longo do tempo.

Enquanto a discussão não chega a uma conclusão, há mecanismos usados para otimizar o tempo gasto nas redes sociais. Um deles é um aplicativo brasileiro chamado Wikipass. Com ele, é possível agregar Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e Youtube em uma mesma timeline, abrindo a possibilidade de gerenciá-la conforme o interesse do usuário. Idealizado em Caxias do Sul (RS) e disponível em português, inglês e espanhol, o aplicativo já conta com usuários de 20 países.

“Consideramos interessante juntar os perfis em uma única timeline, permitindo ao usuário filtrar o conteúdo que deseja ver”, explica Diego Boufleur, um dos empreendedores responsáveis pelo Wikipass. “Na timeline inteligente, pode-se priorizar uma plataforma, dar prioridade a conteúdos de determinados usuários ou ocultá-los. O usuário ganha autonomia e pode até mesmo selecionar conteúdos exclusivos para o período de expediente”, sugere a diretora de operações, Cintia Schoeninger.

Fator Brasil
Abrir a possibilidade de gerenciar as redes sociais tem um peso ainda maior no Brasil, um dos países que passa mais tempo dentro dessas plataformas interativas: segunda colocação em uso do Facebook e do Twitter. E os números prometem crescer ainda mais nos próximos anos em razão do aumento do mercado de dispositivos com acesso à internet.

De acordo com o Instituto IDC Brasil, especializado em pesquisas sobre o assunto, a venda de tablets no Brasil cresceu 157% em 2013 na comparação com 2012, atingindo 8,4 milhões de equipamentos. E os smartphones bateram seu recorde de vendas: foram 35,6 milhões de aparelhos multifuncionais vendidos, crescimento de 123%.

Sobre o Wikipass
Lançado em 2012 em versão Beta, o Wikipass é um aplicativo gratuito que concentra a visualização de redes sociais (Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e Youtube) numa mesma timeline. O produto foi lançado oficialmente em maio de 2014 e já conta com usuários de 20 países. Ao todo, o programa espera atingir 200 mil perfis cadastrados até o fim do ano. Mais informações: http://www.wikipass.com/.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário