Home Artigos Como ajudar refugiados com crowdfunding?

Como ajudar refugiados com crowdfunding?

por Paulo Fernandes Maciel

Ajudar refugiados com crowdfunding é uma forma bacana de praticar uma boa ação

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o aumento do desemprego colocou diversas famílias em situação de vulnerabilidade. Em especial, famílias migrantes e refugiadas e as campanhas de doações, vaquinhas plara ajudar refugiados são muito importantes.

De acordo com dados do Conare (Comitê Nacional para Refugiados), existem cerca de 25 mil refugiados vivendo no Brasil, sendo 38 mil vindos da Venezuela.   

São famílias que abandonaram seu país de origem em razão de conflitos armados, desastres ambientais, crises econômicas e outros — e viram no Brasil uma oportunidade de recomeçar a vida.

Entretanto, na maioria das vezes, eles acabam em moradias precárias, com documentação irregular e uma situação financeira frágil.

Em razão disso, os refugiados são um dos grupos mais vulneráveis à Covid-19, desde que encontram dificuldades no acesso ao serviço de saúde. Nesse contexto, a ação de organizações do terceiro setor são essenciais para reduzir os efeitos da pandemia na vida dessas famílias, atuando na captação de recursos e proteção.

ajudar refugiados

O crowdfunding, por sua vez, desempenha um papel importante nessa captação de apoio. Conheça mais sobre esse papel.

Campanhas para a arrecadação de itens essenciais

As campanhas de crowdfunding (ou financiamento coletivo) atuam na arrecadação de inúmeros recursos para famílias em situações mais vulneráveis, como itens de higiene pessoal (como escova de dentes, sabonete, shampoo, desodorante), itens de limpeza (álcool, desinfetante, água sanitária), itens de frio (calças, blusas agasalhos etc), além de alimentos não perecíveis.

Ainda que a pandemia tenha dificultado as doações nos abrigos, devido às restrições de circulação, é possível realizar as campanhas através de vaquinhas online — assim, evitando uma possível contaminação.

Com os recursos captados pelo crowdfunding, é possível investir em ações que visam proteger os refugiados

A partir dos recursos captados pelas campanhas de financiamento coletivo (em vaquinhas, por exemplo), há projetos sociais que buscam investir em ações para oferecer melhores condições de vida para os refugiados. Como a construção de hospitais, por exemplo, além da realocação em espaços mais seguros e permanentes.

Inclusive, os fundos também podem ser utilizados a fim de oferecer cursos profissionalizantes às famílias; aulas de idiomas (especialmente o português) e outros, com o objetivo de auxiliá-los na alocação no mercado de trabalho.

Divulgação de campanhas

As plataformas de crowdfunding agem como um importante veículo de divulgação de campanhas de arrecadação de fundos, seja para a causa dos refugiados ou outros — dessa forma, as campanhas podem chegar a mais pessoas, dispostas a ajudar uma causa, de modo a alcançar a meta de arrecadação dos projetos. Nesse contexto, o crowdfunding assume o dever de garantir a capitalização de recursos necessários para manter a dignidade dessas famílias; oferecendo uma situação de vida melhor e condições de construir um futuro no país. Um futuro que a maioria deles não encontrou em seu lugar de origem

Você também pode gostar

Deixe um Comentário