Home / Artigos / O que 10 segundos podem representar para sua empresa?

O que 10 segundos podem representar para sua empresa?

Com o mundo cada vez mais conectado, 10 segundos podem representar prejuízos ou um grande negócio

para sua empresa.

E nessas duas possibilidades um elemento é que está em destaque: a sua infraestrutura de TI

Você já parou para pensar quantas coisas podem acontecer em apenas 10 segundos?

Por exemplo: nesse tempo, cerca de 270 mil likes no Facebook ou 49 mil tweets são gerados ao redor do mundo.

Além disso, acontecem aproximadamente 2 milhões de pesquisas no Google, e ainda mais importante, sua empresa pode ganhar ou perder muito dinheiro.

A partir desse ponto, a dúvida é: o que podemos dizer, então, da infraestrutura de rede da sua empresa?

Quantas transações bancárias, notas fiscais, pedidos e dados são processados nesse pequeno espaço de tempo?

Com certeza, diversas ações estão acontecendo nesse exato instante e, provavelmente, durarão muito menos do que os tais 10 segundos.

Mas será que esse mínimo espaço de tempo pode realmente afetar sua operação?

A resposta é simples: sim.

Com o mundo cada vez mais atribulado e rápido, 10 segundos podem representar a origem de uma falha de comunicação, erro de análise e até a perda abrupta de uma chance de negócio.

Afinal, as decisões são tomadas na casa dos milésimos de segundos.

É essa nova e irreversível realidade que tem imposto uma enorme preocupação às empresas:

Elas precisam de uma rede estável, confiável, redundante, com transmissão de qualidade e com monitoramento 24h por dia.

Isso porque, nunca é demais lembrar, esses sistemas precisam ter opções de comunicação rápida e precisa, capazes de sustentar 100% dos atuais elementos de gestão da corporação.

Isso inclui e-mails, ferramentas de gerenciamento fiscal e de folhas de pagamentos, soluções de organização fabril e industrial, faturamento e transações bancárias etc.

Enfim, tudo que é realmente crítico ao resultado de sua empresa está, hoje, vinculado à sua rede de dados e voz.

 

E o que fazer para não perder nem 10 segundos com paradas de rede?

 

A confiabilidade da rede é um fator chave para o sucesso de seu negócio.

E é por isso que você deve analisar tudo que envolve essa área com atenção.

Por exemplo: como estão acondicionados os equipamentos de sua área de TI?

Eles estão configurados de forma correta?

Os usuários estão satisfeitos com o desempenho das aplicações?

Todas estas respostas, acredite, dizem muito sobre o atual estágio de sua infraestrutura e certamente ajudarão a mitigar possíveis falhas.

Nesse cenário, o indicado é ter uma ferramenta de monitoramento de rede, um mapa detalhado de como seu ambiente está disposto, histórico de evolução da infraestrutura e uma avaliação contínua dedicada a entender como sua operação se comporta durante o dia a dia ou em períodos sazonais etc.

Com tanta coisa em jogo, o fato é que mesmo aqueles pontos que parecem menos importantes em um primeiro;

Olhar (o posicionamento de uma antena, o estado físico de um cabo, a transformação da relação com usuários etc.);

Devem ser checados de forma atenta e recorrente.

Lembre-se: conhecer e estar preparado para melhorar seu ambiente é fundamental para evitar prejuízos.

 

E o que fazer para obter mais 10 segundos de velocidade na sua rede?

 

Há muita coisa a ser feita para evitar falhas.

Por outro lado, é possível também olhar sob outro ângulo:

Pequenos pontos podem melhorar a performance da rede, garantindo satisfação plena dos usuários e maior produtividade nas empresas.

 

Nesse contexto, algumas dicas e opções que você deve seguir são:

 

• Acondicione seus equipamentos em um local climatizado;
• Garanta que os equipamentos de rede estejam alimentados por uma rede elétrica estabilizada – com o uso de nobreaks, sempre;
• Em espaços amplos, é preciso salientar que cabos de rede com mais de 100 metros de comprimento podem apresentar perda de desempenho.

Pontos geradores de massa nas conexões (afrouxadas ou semi-comprometidas) e nos pontos de  fechamento.

Para esse tipo de correção existe uma gama de ferramental adequado; multímetros, termômetros a laser (detectores de calor remotos ou localizados) profissionais da Fluke clipadores para J45 RG 11 e 6 ou crimpadores para coaxiais e ferramentas para  eletrônica; Voltímetros e amperímetros profissionais Fluke e profissionais de médio custo Minipa

Nesses casos, estudar o uso de controladoras e switches pode ser importante;
• Se a decisão for investir nas redes sem fio, alguns pontos também exigem atenção.

É essencial realizar um Site Survey detalhado para posicionar corretamente seu roteador e Access Points;
• Não economize quando o assunto for velocidade, utilize sempre itens de Cat5 ou 6 para sua rede cabeada, e padrão AC para sua rede Wireless;
• Crie uma rotina para atualização de firmware de seus equipamentos de rede;
• Monitore de perto sua infraestrutura. Não deixe que o tráfego recreativo e nem as atividades acumuladas impactem seu ambiente;
• Implemente priorização de tráfego para garantir recurso de rede para os sistemas sensíveis ao tempo de resposta.

Créditos: Rodrigo Cassiano

*Rodrigo Cassiano é Customer Service Manager da  Nap IT – Network Solutions

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*