Home Noticias Hackathon Serpro visa incentivar investimento estrangeiro

Hackathon Serpro visa incentivar investimento estrangeiro

por Paulo Fernandes Maciel
Hackathon Serpro

Atração de investimento estrangeiro é tema do Hackathon Serpro

Apresentar soluções tecnológicas que aproximem investidores estrangeiros do mercado brasileiro: essa é a proposta do próximo Hackathon Serpro que se realiza este ano no Espaço Colabore, em Salvador.

“Nesta próxima edição, os times devem desenvolver aplicativos, sites, APIs ou quaisquer soluções tecnológicas que ajudem a resolver o desafio proposto.

A ideia é facilitar não só a conexão de investidores estrangeiros com empresários nacionais, mas ir além, oferecendo dados que facilitem a tomada de decisão”.

Logo Serpro - Hackathon Serpro

Destaca Tiago Arrais, Chefe da Divisão de Eventos do Serpro.

O Evento ocorre de 20 a 22 de março em Salvador e interessados devem se inscrever até o próximo dia 10


Esperam-se até 80 participantes, em equipes formadas por três ou quatro pessoas.

A premiação será de dez mil reais para o time que apresentar a solução vencedora, sete mil e quinhentos reais para o segundo colocado e cinco mil reais para o terceiro.
As equipes participantes do Hackathon Serpro deverão criar soluções que apresentem indicadores econômicos, estudos de mercado, relatórios de inteligência e quaisquer outras informações da economia brasileira que auxilie no processo decisório de potenciais investidores.

A inovação que vier daí poderá ser utilizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), que externou a necessidade de contar com novas soluções de TI nessa área.

Apex Hackathon Serpro

Estimular cultura de inovação


“Essa iniciativa é fruto de um acordo de cooperação técnica com o Serpro.

É um evento de extrema relevância para a agência”, declara Camila Paschoal, gerente comercial da ApexBrasil.

“Nosso objetivo estratégico para os próximos quatro anos, incluindo 2020, é promover uma transformação digital na ApexBrasil e estimular a cultura de inovação aqui na casa, entre nossos colaboradores.

Nesse evento, optamos por focar no atendimento dos desafios que enfrentamos para a atração de investimentos para o país.

A proposta é que no Hackathon Serpro os participantes discutam e construam soluções que possam ajudar as regiões brasileiras que recebem apoio da ApexBrasil a atraírem investimentos”, complementa.

Conforme Camila Paschoal, o Hackaton lidará com a questão do Investimento Estrangeiro Direto (IED).

O IED é, em sentido amplo, “a movimentação de capitais internacionais para propósitos específicos de investimento, quando empresas ou indivíduos no exterior criam ou adquirem operações em outro país.

O IED engloba fusões e aquisições, construção de novas instalações, reinvestimento de lucros auferidos em operações no exterior e empréstimos entre empresas do mesmo grupo econômico”.

Para saber mais sobre a missão da ApexBrasil e seu portfólio de serviços, acesse a seção Perguntas Frequentes no site da agência.


Como participar do HackSerpro

Pessoas interessadas em participar do evento devem acessar o site do HackSerpro ler o edital e preencher o formulário. Para completar a inscrição, as equipes precisam publicar um vídeo de até três minutos no YouTube, enviando o link para o e-mail do hackathon até o próximo dia 10 de março, conforme determinado no edital.

Uma comissão julgadora aprovará as inscrições.

Vídeos sucintos e com conteúdo no YouTube

Os vídeos devem conter: uma breve apresentação dos membros da equipe;

Descrição de suas principais competências;

Linguagens, ferramentas e tecnologias que a equipe domina; mencionar experiências anteriores em eventos semelhantes, caso as possua;

E indicar projetos relevantes dos quais a equipe já tenha participado.

Para mais informações, acesse o regulamento disponível no site do evento.


Propostas terão uso efetivo

Diferentemente de edições anteriores, a definição do tema deste hackathon ficou a cargo de um dos parceiros do Serpro, a Apex Brasil, que disponibilizará bases de dados que sejam públicos para viabilizar a criação de soluções.
“Tivemos sessões de Design Thinking com a ApexBrasil e verificamos que essa conexão embasada entre investidores e empresários é uma necessidade prioritária.

Por isso decidimos abrir essa jornada de esforços para resolver problemas postos, reais”.

Aponta Jacimar Gomes Ferreira, superintendente de Relacionamento com Clientes do Serpro.

“Isso resulta em ganho para todos: para a sociedade brasileira, porque faz a economia girar;

Para os participantes, que estarão vendo os frutos da inovação serem utilizados, além de serem recompensados por isso; E para o Serpro, que mais uma vez fortalece o compromisso de viabilizar a transformação digital do país”, destaca.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário