Home / Noticias / FAB pela vida: unidade transporta fígado na Região Norte do País

FAB pela vida: unidade transporta fígado na Região Norte do País

Esquadrões da FAB transportam fígado na Região Norte do País¹.

FAB

Foto: FAB Divulgação

 

Na madrugada da última quinta-feira (17/08), a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou mais uma missão de transporte de órgão.

Participaram da missão o Primeiro e o Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo,;

Esquadrão Tracajá (1º ETA)  e Esquadrão Cobra (7º ETA).

 

Mera informação: Tracajá é uma espécie de quelônio parente do Jabotí e da Tartaruga comuns na amazônia.

 

A operação teve início em Belém (PA), local da doação de um fígado, e foi finalizada na capital do Acre;

Onde estava o receptor, um paciente de 37 anos, diagnosticado com cirrose hepática, causada por vírus das hepatites B e D.

 

A aeronave C-95 Bandeirante, operada pelo 1° ETA, conduziu o fígado de Belém (PA) até Manaus (AM).

Minutos depois, a tripulação do 7° ETA, juntamente com mais dois profissionais da saúde;

Decolou em direção a Rio Branco (AC), a bordo de um avião C-97 Brasília de fabricação Embraer.

“É bom saber que estamos decolando para salvar uma vida”, disse o Tenente Fernando Henrique de Mello, um dos pilotos da missão.

“Meia hora após o pouso, o fígado transportado já estava na sala de cirurgia para o transplante”, completou.

O comissário do Esquadrão Cobra (7º ETA), Sargento Simeão Gomes de Lima, falou sobre o sentimento de participar da atividade.

“Eu me sinto honrado em poder ajudar outra vida.

Sinto orgulho em participar desta operação como militar.

O nosso esquadrão faz todos os tipos de missões, mas esta é uma que realmente nos faz sentir importantes”, disse.

Crédditos até aqui:  Ten Lorena Molter / Aspirante Cristiane dos Santos

Fonte: http://www.defesanet.com.br

A gloriosa FAB mantém suas missões em prol do Brasil, apesar da sua utilização (por força de lei) por políticos safados oportunistas usando seus jatinhos em uma verdadeira farra..

Esses canalhas os utilizam não só para nos esfolar, mas para se esconderem do público, não por medo ou vergonha na cara mas por se acharem os maiorais.

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*