Home / Noticias / Comitiva da ABDI visita Japão e Coréia do Sul

Comitiva da ABDI visita Japão e Coréia do Sul

Indústria 4.0 Brasileira  – delegação da ABDI desembarca no Japão e na Coréia dom Sul

As experiências japonesa e sul coreana, podemos atender diversas cadeias produtivas e alavancar o desenvolvimento tecnológico em áreas como eletromobilidade e robótica”, avalia o presidente da ABDI
Linha de atividades ABDI
Japão e Coreia do Sul são dois dos maiores centros de inovação tecnológica do mundo. Para conhecer os projetos de indústria 4.0, cidades inteligentes, eletromobilidade e o ecossistema de startups, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) embarca até os países asiáticos para realizar palestras e reuniões com a intenção de aprofundar a cooperação científica.

“É uma agenda estratégica em diversos sentidos. A ABDI vai dar continuidade ao desenvolvimento de projetos de capacitação profissional, criar modelos de financiamento e realizar o intercâmbio entre startups dos dois países com o Brasil.

Nosso objetivo é oferecer soluções inovadoras para gargalos da indústria.

Com as experiências japonesa e sul coreana, podemos atender diversas cadeias produtivas e alavancar o desenvolvimento tecnológico em áreas como eletromobilidade e robótica.”

Avalia o presidente da ABDI, Guto Ferreira.

A primeira visita da comitiva será em Tóquio, com reuniões nas agências de inteligência industrial e tecnológica.

O Institutos de Pesquisa de Economia, Comércio e Indústria (Rieti) e o Instituto Nacional de Políticas de Ciência e Tecnologia (Nistep) são os responsáveis pelas políticas públicas japonesas para estes setores.

Haverá ainda uma reunião na Robot Revolution Initiative (RRI), plataforma privada para promover a revolução robótica.

O RRI busca aumentar a utilização de robôs na sociedade, transformar o Japão na base mundial de inovação robótica e criar a tendência mundial de utilização de robôs com tecnologia de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

Além disso, ocorrerá um encontro na Universidade de Tecnologia de Tóquio, para dar prosseguimento às discussões sobre intercâmbio e bolsas de estudos entre a instituição e o Brasil.

Tanto no Japão quanto na Coreia do Sul, o presidente da ABDI fará uma exposição sobre o Regime Brasileiro de Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) e as oportunidades de investimentos que elas geram.

Em continuidade à parceria firmada com uma das maiores aceleradoras de startups do mundo, a Plug and Play, a comitiva visitará a filial da empresa no Japão e a sul-coreana Seoul Startup Hub.

A ABDI associou sua marca à Plug and Play e participa do ecossistema gerenciado por ela, além de acompanhar as últimas inovações tecnológicas.

“Com a parceria que firmamos este ano, a ABDI vai poder participar de eventos de networking e workshops para divulgar ações como o Programa Nacional Conexão Startup Indústria, aproximando o ecossistema de inovação brasileiro das empresas estrangeiras.”

Destaca Guto. Outra aceleradora de projetos inovadores será visitada em Tóquio: a Japan Innovation Network, que auxilia empresas a criarem soluções disruptivas e cria um ecossistema entre elas.

A ABDI ainda tem uma parada no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Avançada (AIST), um dos principais centros de pesquisas tecnológicas do Jápão, com projetos em Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA).

A Agência vai conhecer o laboratório de cidade inteligente e sustentável da Panasonic e a cidade inteligente sul-coreana de Songdo, já habitada e funcional.

Outros compromissos da comitiva serão no museu de inovação da Samsung e na Pangyo-Dong, o Vale do Silício da Coreia do Sul.

 

Sobre a ABDI

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) surgiu no momento de retomada das políticas públicas de incentivo à indústria, em 2004, e se legitimou com órgão articulador dos diversos atores envolvidos na execução da política industrial brasileira.

Em mais de uma década de atuação, sob a supervisão do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), a ABDI é a agência de inteligência do governo federal para o setor produtivo e oferece à indústria completa estrutura para a construção de agendas de ações setoriais e para os avanços no ambiente institucional, regulatório e de inovação no Brasil, por meio da produção de estudos conjunturais, estratégicos e tecnológicos.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*