Home / Mídia Corporativa / A Wayra se transforma em hub global

A Wayra se transforma em hub global

Wayra vira um hub global de inovação aberta e aumenta sinergia com a Vivo

• Com novo direcionamento, a Wayra no Brasil se torna um ativo essencial para a estratégia de transformação digital da Vivo, tendo como um de seus objetivos encontrar startups que possam fazer negócios no Brasil e crescer para as outras operações da Telefónica no mundo

• Entre as mudanças, o investimento às novas startups passa de até R$ 200 mil para até R$ 500 mil – desde que haja uma adequação estratégica entre os negócios das startups e as principais áreas de negócios da Telefónica

• Wayra passa a buscar projetos que tenham mais sincronia com os objetivos da Vivo e empresas do Grupo.

Foco em Data Analytics, Inteligência Artificial/Machine Learning, Cyber Segurança, Fintechs, Blockchain, entre outras tecnologias.

Logomarca da Wayra

Posicionamento de marca

 

Seis anos após o início da operação no país, a Wayra Brasil, que possui 68 startups aceleradas e com investimentos que ultrapassam R$ 11 milhões, anuncia um novo momento de atuação, com mudança de marca e novo posicionamento estratégico.

Agora, a Wayra deixa de ser uma aceleradora e se torna o hub de inovação aberta do Grupo Telefónica e uma iniciativa da Vivo no Brasil, ampliando ainda mais a sinergia com a empresa.

Unidade da Aceleradora Wayra

Startups mais maduras

Com o relançamento global, anunciado nesta quinta-feira (20), a Wayra focará sua atuação em startups mais maduras, e que tenham alinhamento estratégico e possibilidade de fazer negócios com Vivo, além de outras marcas do Grupo Telefónica pelo mundo, e corporações no mercado.

“O importante é gerar negócio, e isso é que os melhores empreendedores querem.

O investimento é consequência.”

Explica o Country Manager da Wayra Brasil, Renato Valente.

Evento de aceleração da Wayra

Ecossistema de empreendedorismo

Com a mudança, a Wayra passa a atuar dentro do ecossistema de empreendedorismo como um micro Corporate Venture Capital, ou seja, um fundo de investimento corporativo de capital semente, investindo até R$ 500 mil por empresa – valor duas vezes e meio superior ao montante anterior – com participação acionária que variam de acordo com o projeto.

Com o anúncio, a Wayra passa a buscar tecnologias que tragam mais eficiência para a Vivo e grandes empresas, em setores como Data Analytics/Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning, Cibersegurança, Fintechs, IoT, Realidade Virtual e Aumentada, SmartWifi, Cloud Computing, entre outras.

A evolução da Wayra é mais um passo na transformação digital proposta pela Vivo rumo ao desenvolvimento dos melhores produtos e serviços cujo foco é a melhor experiência dos clientes da empresa.

“Vamos funcionar como um fundo de investimento e/ou como uma porta de entrada para que projetos que tenham níveis de maturidade suficientes para suportar os diversos ciclos dentro de uma grande corporação. Nosso principal objetivo é escalar essas startups para negócios dentro da Vivo e demais empresas no Brasil e no mundo, que juntas somam um mercado de mais 350 milhões de clientes. Dentro portfólio global da Wayra temos mais de 20 empresas que hoje valem mais de 50 milhões de euros”, diz Valente.

Logomarca Wayra Vivo

Pioneiros em aceleração corporativa

“We scale startups” (“Nós escalamos startups”) é o posicionamento que marca a nova estratégia de Inovação Aberta na Telefónica, sete anos depois do lançamento da Wayra, a primeira grande aceleradora corporativa.

A Wayra nasceu com o objetivo de ‘democratizar’ o empreendedorismo fornecendo apoio financeiro e desenvolvimento de ideias inovadoras que surgiram em qualquer um dos países onde a companhia tem operação.

 

Open Future

Três anos depois, em 2014, nasceu o Open Future, um projeto de inovação aberta global que abria aos parceiros da empresa – fossem eles instituições públicas ou privadas – a possibilidade de trabalhar juntos em projetos inovadores.

Atualmente, existem mais 50 Hubs Open Future em todo o mundo.

“A infraestrutura global da Wayra, nossa experiência com desenvolvimento de startups e a marca que alcançamos nos ecossistemas empreendedores nos 16 países em que estamos são imbatíveis.”

Comenta o diretor global de Inovação do Grupo Telefónica, Gonzalo Martín-Villa.

 

“Nossa marca, Wayra, é um ativo institucional que impulsa todas as áreas do negócio.

Essa é nossa visão, e o objetivo é o foco em startups mais maduras que cresçam com a Telefónica e que nos façam crescer.”, conclui Martín-Villa.

A “nova” Wayra

Com o novo posicionamento, “We Scale Startups” direcionado a escalar os novos projetos, a Wayra espera elevar no país os atuais 20% do volume total de negócios firmados entre a Vivo com as empresas investidas.
O caso mais recente foi o lançamento do Vivo Bem, um app de saúde com acesso fácil para agendar consultas médicas, exames laboratoriais e procedimentos estéticos.

O aplicativo é fruto de uma parceria da Vivo com a Axismed, empresa de Inteligência em Gestão de Saúde do Grupo Telefónica no Brasil, e a ExamineJá, plataforma tecnológica desenvolvida pela ProRadis, startup investida pela Wayra Brasil, que traz toda a base de médicos e clínicas do aplicativo.

Destaque também para o Vivo 156 Digital – plataforma que ajuda a tornar a comunicação entre cidadãos e prefeituras mais rápida, interativa e direta.

Foi desenvolvida pela Vivo, com as startups Reglare e SpumeNews.

A plataforma reduz em até 80% os custos com serviços ao cidadão e aumenta o tempo de resposta em até 1/3.

 

O que muda:

• Hub de inovação aberta, e não mais uma aceleradora;
• Busca por startups mais desenvolvidas que possam fazer negócios com a Vivo e grandes empresas;
• Investimentos nas startups podem chegar até R$ 500 mil;
• Investimento pode ser realizado em qualquer momento do ano – não há mais turmas;
• Foco em soluções tecnológicas mais robustas e em segmentos de interesse do grupo;
• Oportunidades de co-investimento com outros investidores, fundos e corporate venture, e maior possibilidade de realizar negócios com o mercado;
• “We Scale Startups”: foco em desenvolvimento do negócio para alavancar empresas.

 

Junto ao novo posicionamento, a Wayra Brasil passa a ter também uma nova marca:

Wayra, sendo comunicada como uma iniciativa Vivo, que reforça ainda mais a importância que o hub terá dentro da estratégia, em curso, de transformação digital da Vivo.

A Wayra faz parte da área de Inovação Aberta do Grupo Telefónica (Telefónica Open Innovation) que atualmente opera em 16 países e possui um portfólio atual de mais de 400 startups ao redor do mundo, com mais de 160 milhões de euros em investimento.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*