Home / Games / G2 Esports Conquista o título do Rainbow Six Invitational 2019

G2 Esports Conquista o título do Rainbow Six Invitational 2019

G2 Esports derrota a Team Empire e conquista o título do Rainbow Six Invitational 2019

Com muitas novidades e mais uma grande exibição da multicampeã G2 Esports, o Rainbow Six Invitational 2019 se encerrou neste domingo (17).

Os europeus liderados por Fabian “Fabian” Hällsten derrotaram a Team Empire por 3 a 0 na decisão realizada em Montreal, no Canadá, e ficaram com o título.

Banner Rainbow Six

A mesma line-up já havia conquistado.

 

Equipe europeia mantém hegemonia no cenário competitivo; Brasil chega às quartas de final com Team Liquid, mas não avança

A conquista rendeu à G2 cerca de US$ 800 mil, de uma premiação total de US$ 2 milhões, a maior da história do cenário competitivo de Rainbow Six.

Além do aguardado confronto entre G2 e Empire, os fãs da modalidade puderam acompanhar painéis exclusivos com novidades do quarto ano do jogo, além de mais detalhes sobre a nova atualização, chamada de Operação Burnt Horizon.

O fim de semana também foi recheado de atrações do mundo de Rainbow Six e o Brasil marcou presença.

O país foi representado pela Team Liquid na fase final do Six Invitational, porém a participação da equipe de Leo “ziG” Duarte foi interrompida na sexta-feira (15).

O time levantou a torcida presente no Place Bell com grandes jogadas, mas não foi páreo para os russos da Empire e acabou derrotada por 2 a 1.

Rainbow Six

Venceu aos Japoneses

Depois de vencer os brasileiros da Liquid, a Team Empire, do inspirado Danil “JoyStiCK” Gabov, ainda passou pelos japoneses da Nora Rengo nas semifinais e chegou à final como sensação do torneio.

Do outro lado, a G2 derrotou os norte-americanos da SpaceStation Gaming e Team Reciprocity nos playoffs e entrou na decisão como favorita ao troféu.

 

Duelo decisivo

No duelo decisivo entre G2 e Empire, pesou a experiência. Niclas “Pengu” Mouritzen e companhia deram mais uma demonstração de força coletiva e, depois de uma partida disputada no primeiro mapa, dominaram a adversária e venceram sem dificuldades.

Foi o quarto grande título da organização com a atual line-up.

Além do Rainbow Six Invitational, a equipe conquistou o Six Major Paris, a oitava temporada da Pro League e a DreamHack Winter.

Equipe G2 Rainbow Six
O jogo

O time formado por Niclas “Pengu” Mouritzen, Joonas “jNSzki” Savolainen, Daniel “Goga” Mazoerra, Juhani “Kantoraketti” Toivonen e Fabian “Fabian” Hällsten começou o dia tomando um susto no mapa Litoral.

Formada por Artur “ShepparD” Ipatov, Artyom “Shockwave” Simakov, Daniil “JoyStiCK”Gabov, Eugene “karzheka” Petrishin e Dmitry “Scyther” Semenov, a Empire não deixou os favoritos respirarem.

No primeiro mapa da série, G2 e Empire protagonizaram uma das partidas mais disputadas da história do cenário competitivo de Rainbow Six com 22 rodadas de alto nível.

Depois de empatarem em 6 a 6, uma das duas equipes precisaria abrir dois rounds de diferença sobre o outra para sair com a vitória.

Foi aí que o jogo coletivo e o equilíbrio mental, característicos da G2, brilharam sobre os russos da Empire, que viram seus adversários levarem a vitória por 12 a 10.

A derrota abalou o time.

A Empire perdeu grande parte de sua agressividade e assistiu sua oponente abrir vantagem de 5 a 1 na defesa do mapa Fronteira e abrir 2 a 0 na série, após ótimas sequências no ataque.

No mapa Banco, o roteiro se repetiu e os russos se viram perdidos nas mãos de Juhani “Kantoraketti” Toivonen, destaque da partida. Resultado: 3 a 0 e mais um título mundial para a G2 Esports.

O Brasil no SI 2019

Apesar do título não ter sido conquistado por uma equipe do Brasil, os representantes do país deixaram a sua marca no SI 2019.

O time que chegou mais longe foi a Team Liquid.

Campeã da sétima temporada da Pro League, a Liquid chegou ao palco principal do torneio com moral após passar pelos alemães da Mock-it na fase de grupos.
Nas quartas de final, os brasileiros acabaram eliminados pela Team Empire após perderem por 2 a 1. A Liquid até começou melhor no duelo, imprimindo um ritmo alucinante no primeiro mapa e vencendo sem dificuldades.

Da metade do segundo jogo da série em diante, o domínio foi totalmente dos russos, que empataram e viram o confronto.

FaZe Clan e Ninjas in Pyjamas caíram no mesmo grupo, ao lado de Fnatic (Ásia-Pacífico) e Team Reciprocity (América do Norte).

As duas brasileiras se enfrentaram logo de cara, e a FaZe saiu vitoriosa: 2 a 0.

Na segunda rodada, as duas foram superadas, o que resultou na eliminação da NiP.

Na repescagem da chave, a FaZe foi derrotada pela Team Reciprocity e deu adeus ao torneio.

A Immortals lutou muito para conquistar sua vaga nas fases finais, mas acabou sendo eliminada também na fase de grupos.

Depois de cair em um dos grupos mais equilibrados do torneio, a equipe lutou, mas não conseguiu se classificar. Logo na estreia, enfrentou a Team Empire e, depois de dar muito trabalho, foi derrotada.

No segundo jogo, emoção e belas jogadas marcaram a vitória sobre os norte-americanos da Rogue, deixando a decisão para a terceira partida.

Contra a SpaceStation Gaming, os Imortais até tentaram, mas foram eliminados.

 

Novidades do Ano 4

A decisão do Six Invitational também foi palco para diversos anúncios e novidades da Ubisoft.

Em painel realizado antes da partida entre G2 Esports e Team Empire, a produtora apresentou o calendário do cenário competitivo de Rainbow Six nesta nova temporada.

O Major, realizado em Paris em 2018, este ano acontecerá nos Estados Unidos.

Enquanto isso, as finais mundiais da nona temporada da Pro League – que está em andamento – serão disputadas nos dias 18 e 19 de maio, em Milão, na Itália.

No fim de 2019, a PL vai para a Ásia pela primeira vez na história do Rainbow Six.
Além dos eSports, a Ubisoft deu mais detalhes sobre as próximas atualizações do jogo, que terão operações em países como Estados Unidos, Dinamarca, Peru, México, Quênia e Índia.

Outro tema abordado no painel foi toxicidade.

Com a intenção de melhorar e evoluir cada vez mais a comunidade de Rainbow Six, a Ubisoft anunciou novas medidas para combater o problema.

Operação Burnt Horizon

Os jogadores de Rainbow Six também puderam descobrir todos os detalhes da Operação Burnt Horizon.

Foram apresentados dois novos operadores, além do mapa Outback, localizado na Austrália – tema da atualização.
Gridlock, operadora de ataque, pode plantar uma série de armadilhas (chamadas “Trax Stingers”) pelo mapa, que podem ferir e diminuir a velocidade do inimigo, além de fazerem barulho, o que pode atrair a atenção do seu time.

Já Mozzie, operador de defesa, possui um mecanismo eletrônico (conhecido como “Pest”) que consegue hackear e tomar controle de drones de atacantes.

Sobre Tom Clancy’s Rainbow Six: Siege

Inspirado em organizações antiterroristas do mundo real, o Tom Clancy’s Rainbow Six Siege coloca seus jogadores no meio de confrontos letais frente a frente.

Pela primeira vez em um jogo Tom Clancy’s Rainbow Six, jogadores vão invadir cercos, um novo estilo de invasão onde inimigos têm os meios para transformar seus ambientes em fortalezas modernas enquanto os times Rainbow Six lideram uma invasão para conquistar a posição inimiga.

Tom Clancy’s Rainbow Six Siege dá aos jogadores controle sem precedentes sobre a habilidade de fortificar a sua posição reforçando paredes e pisos, usando arame farpado e reforços implantáveis, colocando minas, ou invadir a posição inimiga usando drones de observação, cargas explosivas, rapel, entre outros.

O ritmo acelerado e a singularidade de cada cerco estabelecem um novo padrão para tiroteios intensos, jogabilidade estratégica e jogos competitivos.

 

Sobre a Ubisoft

A Ubisoft é uma empresa líder na criação, publicação e distribuição de jogos para videogames e serviços de entretenimento interativo.

A empresa oferece um amplo portfólio de marcas mundialmente conhecidas, como Assassin’s Creed, Just Dance, Rayman, Watch_Dogs, Far Cry e a série de jogos Tom Clancy.

Os times da Ubisoft espalhados por estúdios e escritórios comerciais em todo o mundo trabalham para oferecer experiências de jogos originais e memoráveis em todas as plataformas disponíveis, incluindo consoles, celulares, tablets e PCs.

No ano fiscal de 2017-18, a Ubisoft gerou vendas globais de €1,732 bilhão.

Mais informações em www.ubisoftgroup.com.

 

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*