Home / Atualidades / Brasileiro tem ótima aceitação em streamings revela pesquisa

Brasileiro tem ótima aceitação em streamings revela pesquisa

Brasil ocupa 6º posição no ranking de tempo gasto em streamings

As plataforma de streamings estão ganhando cada dia mais audiência e concorrência no mundo inteiro.

Visando um crescimento em potencial,  o Cuponation, plataforma de descontos online integrante da alemã Global Savings Group, reuniu as plataformas mais usadas no Brasil e traçou o perfil dos usuários em questão.

streamings
Segundo uma pesquisa do Google, entre 2014 e 2017 (período em que os canais começaram a se popularizar) o consumo de vídeos em streamings no Brasil aumentou em até 90%.

 

Veja performance de streamings no Brasil no levantamento do Cuponation

Na prática, isso significa que o brasileiro não só busca pelo conteúdo digital, como também pelo móvel, ou seja, em que possa assistir e reprisar novelas, séries, filmes, jogos e músicas onde e quando desejar.
Entre 2016 e 2018, o tempo gasto em aplicativos relacionados cresceu mais de 130% no Brasil, que ficou na sexta posição do ranking mundial realizado pelo App Annie, companhia de análise do mercado mobile.

TVs streamings

Antes

Nas colocações anteriores, a índia ocupa o primeiro lugar com mais de 185% de crescimento de visualização, seguida pela Coreia do Sul (+155%), e Austrália, Indonésia e Tailândia (+140%). Veja a lista completa no infográfico interativo.
A companhia mostra que o streaming em que os brasileiros passam mais tempo é o Youtube, seguido pelo Netflix, Youtube Kids, Twitch e Globo Play.
Um segundo ranking feito pelo app registrou que o Brasil ficou em nono lugar com gastos em dinheiro dentro desses aplicativos.

A Índia, mais uma vez, ocupa o primeiro lugar, seguida pela França e a Coreia do Sul.

Pesquisa sobre streamings

Expansão do streaming

O App Annie aponta que além da população estar consciente sobre a tecnologia e os custos que ela representa (na assinatura ou no aluguel de títulos), também está mais que disposta em migrar seus hábitos usados em desktops e televisão para o celular.
Ademais, isso prova que a praticidade e a conveniência superam obstáculos como uma tela pequena e a recarga constante do aparelho.
O Ibope Conecta, em parceria com o Omelete Group, realizou em 2018 o estudo Geek Power, na qual apresenta que 76% das pessoas escolhem um streaming específico pelo preço e 71% valorizam o catálogo oferecido pelo canal em questão.
O estudo ainda expôs que o consumo de TV por assinatura diminuiu de 73% em 2014 para 68% em 2017 – no mesmo período em que os streamings se tornaram mundialmente conhecidos.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*