Home / Atualidades / BNDS e bancos dos Brics firmam entendimento em DLT

BNDS e bancos dos Brics firmam entendimento em DLT

BNDES e bancos de desenvolvimento de países do BRICS firmam memorando
de entendimento sobre DLT e blockchain
Edifício do BNDS e pessoas Acordo em (DLT) e Blockchain.

O objetivo é impulsionar aplicações digitais com uso das tecnologias Distributed Ledger (DLT) e Blockchain.

• Além do banco brasileiro, assinam o documento, Vnesheconombank (Rússia), Export-Import Bank of India, China Development Bank e DBSA (África do Sul)

• Iniciativa amplia cooperação do BNDES com bancos de desenvolvimento no uso da tecnologia blockchain para aprimorar transparência nos projetos financiados.

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou memorando de entendimento (MoU) com os bancos de desenvolvimento dos países que compõem o bloco dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

 

Validade de 5 anos

Edifício do Vnesheconombank
Assinaram o acordo, além do banco de desenvolvimento do Brasil, o State Corporation Bank for Development and Foreign Economic Affairs (Vnesheconombank), da Rússia;

O Export-Import Bank of India (Exim Bank), o China Development Bank (CDB) e o Development Bank of Southern Africa Limited (DBSA), da África do Sul.

Com validade de cinco anos, o acordo foi firmado durante a 10ª Cúpula do BRICS, em Joanesburgo, na África do Sul, entre os dias 25 e 26 últimos.

 

Distributed Ledger (DLT) e Blockchain impulsionando infraestrutura dos países membros

Edifício sede do China Development Bank

Ele prevê a exploração de oportunidades em aplicações das tecnologias Distributed Ledger (DLT) e Blockchain, no financiamento de infraestrutura e em outros setores de interesse mútuo, possibilitando às instituições o aumento da transparência, accountability e rastreabilidade de seus recursos.

O BNDES foi representado, na ocasião, pelo chefe do seu Departamento de Captação, Leonardo Botelho.
Histórico – O memorando amplia a cooperação do BNDES com bancos de desenvolvimento no uso da tecnologia blockchain para aprimorar a transparência e a eficiência nos projetos financiados.

Sede do DBSA banco da A´frica do sul

Em fevereiro, o BNDES iniciou parceria com o banco de desenvolvimento alemão KfW para maior controle do ciclo de vida das operações financeiras do Fundo Amazônia, por meio do aplicativo com tecnologia blockchain TruBudget.

Fonte: Assessoria de Imprensa do BNDS
(21) 2052-7294
(21) 96868-0832

Fachada do Exim Bank banco de fomento Indiano
“O remetente desta mensagem é responsável por seu endereçamento, seu conteúdo e seus anexos. Cabe a seus destinatários, inclusive aqueles copiados na mensagem, tratá-la adequadamente, com observância da legislação em vigor e dos normativos internos do BNDES, quando cabível.

São proibidas, sem a devida autorização, a sua divulgação, reprodução e distribuição.

A inobservância das proibições será passível de aplicação de sanções cíveis, criminais e disciplinares, quando cabíveis.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*