Home / Artigos / É bom fazer investimento em tempos de crise

É bom fazer investimento em tempos de crise

Vale a pena fazer investimento mesmo em meio a uma crise econômica?

investimento

Você já deve ter se perguntado isso ao pensar em investir o seu dinheiro.

Mas como fazer um investimento seguro e rentável em meio à inflação alta, desequilíbrio da economia e instabilidade política?

Será que vale a pena? A resposta pra isso é fácil: sim.

Mesmo em meio a uma crise econômica é possível achar meios de fazer um investimento que valha a pena.

Afinal de contas, o que não faltam são opções existentes no mercado financeiro para todos os tipos de perfil.

E acredite, há até aqueles que valem mais a pena justamente devido à crise.

 

Os investimentos em renda fixa, por exemplo, são aqueles que você compra títulos de dívidas de empresas ou do próprio governo.

Eles são seguros e com baixíssimo grau de risco.

Mas afinal, o que a crise econômica tem a ver com isso?

Antes precisamos explicar algumas siglas bastante conhecidas entre investidores.

Entendendo a taxa Selic e CDI

Você pode não saber o que é (até agora) mas, com certeza, já ouviu falar no Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

Bancos constantemente fazem empréstimos entre eles (o chamado Certificado de Depósito Interfinanceiro, ou CDI) para que não fiquem sem dinheiro em caixa.

Pode parecer estranho imaginar um banco sem dinheiro, mas pode acontecer.

Imagine que em um dia centenas de pessoas façam saques e empréstimos no mesmo banco.

Para evitar que isso aconteça e possa sofrer sanções do Banco Central, a instituição financeira sem dinheiro oferece um CDI à outra que não tenha esse problema.

O empréstimo é feito e em cima desse valor emprestado também é cobrada uma taxa de juros.

A média da taxa de juros dos CDIs realizados durante um dia é o que chamamos de taxa Selic.

 

Mas não é o Banco Central que determina a taxa Selic?

Pois é, quando você vê no jornal que a nova reunião do Copom determinou a redução da taxa Selic, na verdade ele está reduzindo a meta Selic.

Como já explicamos, a taxa Selic é calculada de acordo com as taxas cobradas pelos bancos entre os empréstimos que fazem entre si.

O Banco Central determina uma meta de quanto deve ser cobrado nessa taxa de juros.

E os bancos quase sempre seguem essa valor, caso contrário o BC pode intervir.

É por isso que a taxa Selic e o CDI possuem valores tão próximos, mas nem sempre idênticos.

 

Agora que você já entendeu para quê serve a Selic, precisa entender porque ele é tão importante para quem deseja fazer investimento de renda fixa, sobretudo para um dos mais procurados do mercado.

 

Investimento em CDB 

 

O CDB é um Certificado de Depósito Bancário.

É parecido com o CDI mas, desta vez, em vez de o banco pegar dinheiro emprestado com outro banco, ele pega diretamente com o cliente.

Ele empresta esse dinheiro em forma de investimento por um determinado período e;

Após esse período, o resgate é feito do valor depositado mais os rendimentos.

E esses rendimentos são justamente determinados pelo valor do CDI que como já dissemos, segue o valor da taxa Selic.

 

Atualmente a Selic, após sucessivas quedas, está em 7%. Mas, no começo do ano, já esteve em 13%.

Ou seja, se você tivesse feito um CDB com um banco que topasse pagar 100% da CDI em um acordo pré-fixado o seu dinheiro estaria rendendo 13% ao ano.

A título de comparação, a poupança rende 6%.

 

O CDB, portanto, pode não ser, no momento, um investimento tão rentável;

Mas caso haja uma aumento da inflação, por exemplo, a taxa Selic poderá subir novamente justamente para controlar a inflação.

E é nesse momento que o CDB poderá se tornar uma alternativa interessante de investimento.

Você pode, por exemplo, usar uma calculadora CDB e simular quais seriam os seus ganhos.

 

Seja qual for o seu plano para o seu dinheiro;

É sempre recomendado agir com cautela e procurar um profissional especialista em consultoria de investimentos.

Eles vão saber qual é a melhor opção baseada no seu perfil e te ajudar a garantir que mesmo em meio a uma crise econômica você consiga investir com segurança e rentabilidade.

Assuntos relacionados:

Tesouro direto: como e quando investir?

Viver de investimentos é Possível com planejamento

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*