Home / Artigos / BotNets e malwares proliferam no Brasil diz relatório

BotNets e malwares proliferam no Brasil diz relatório

Brasil cresce em malware e BotNets, diz novo relatório da SonicWall

 

• Experts do SonicWall Capture Labs indicam que quantidade de BotNets e malware identificados no Brasil em 2018 é 119% maior do que o que foi mapeado em 2017;
• Crescimento do uso da infraestrutura digital brasileira em BotNets faz Brasil ser o quarto país de onde mais surgem essas ações, atrás somente dos EUA, China e Rússia;
• Nesse tipo de ação criminosa, dispositivos digitais como câmeras de segurança, sensores IoT, servidores e roteadores são escravizados por hackers e servem de base para redes temporárias que suportam ataques massivos DDoS;
• Essa realidade faz o Brasil ser simultaneamente alvo de ataques e fonte de ações criminosas que atingem todo o planeta.

Banner gráfico sobre Botnets

As ameaças invadem os sistemas de modo disfarçado, dentro do tráfego criptografado

A SonicWall, empresa de segurança da informação que protege mais de 1 milhão de redes em todo o mundo, detectou que o Brasil é simultaneamente alvo e fonte de um número crescente de ataques digitais.

Esse diagnóstico foi produzido pelos pesquisadores do SonicWall Capture Labs a partir de informações coletadas em todo o mundo.

Em relação à quantidade de malware identificados no Brasil, houve um crescimento de 119% em comparação com o que foi mapeado em 2018.

Isso faz do país o sétimo mercado com maior incidência de malware, atrás dos EUA, China, Reino Unido, Canadá, Índia e Alemanha.

Relatório sobre Botnets

BotNets hospedadas no Brasil

Outro índice expressivo é o fato de que 7% de todas as BotNets do mundo são hospedadas no Brasil.

Somente EUA, China e Rússia ganham do Brasil nesse quesito.

Nas BotNets, dispositivos digitais como câmeras de segurança, sensores IoT, servidores e roteadores são escravizados por hackers e servem de base para redes temporárias que suportam ataques massivos DDoS.

 

 

“Dados como estes mostram que somos uma sociedade intensamente digitalizada – no ano passado ultrapassamos a marca de um celular por habitante, chegando ao número de 220 milhões de celulares ativos.

Mas a disseminação da tecnologia não é acompanhada pelo amadurecimento da cultura de segurança de pessoas e empresas”, explica Arley Brogiato, country manager da SonicWall Brasil.

“Uma fatia significativa do mercado segue utilizando tecnologias tradicionais de segurança, incapazes de efetivamente proteger os ativos digitais das empresas contra ataques zero day de grande impacto”.

Boa parte dessas ameaças invadem os sistemas de modo disfarçado, dentro do tráfego criptografado.

 

Detecção de ameaças profundas

O quadro de ameaças que incide sobre o Brasil foi desvendado pelos experts do SonicWall Capture Labs com a ajuda de soluções avançadas de segurança da SonicWall.

É o caso da tecnologia de inspeção profunda de memória em tempo real (Real-Time Deep Memory Inspection, RTDMI ™), da SonicWall, presente na oferta de Sandbox da empresa (o Capture Advanced Threat Proetection).

“A inteligência do RTDMI nos permite investigar de forma proativa as ameaças profundas, que chegam a afetar o hardware (chips e processadores) dos dispositivos de acesso”, detalha Brogiato.

“Isso dá visibilidade a violações que, sem o RTDMI, poderiam seguir ativas nos ambientes de TI das empresas”.

Para Brogiato, está claro que 2019 está se mostrando um ano dos mais críticos no que diz respeito à segurança da informação.

“Isso exige que as empresas ganhem maior preparo, disciplina e envolvimento com as melhores práticas de segurança e as soluções que as suportam.

Essa jornada demanda a adesão de toda a empresa, indo muito além do time de TI e segurança”.

 

Sobre a SonicWall

A SonicWall luta contra a indústria do crime cibernético há mais de 27 anos, defendendo empresas de pequeno e médio porte, grandes corporações e órgãos governamentais no mundo todo.

Respaldadas pela pesquisa do SonicWall Capture Labs, nossas premiadas soluções de detecção e prevenção de violações em tempo real protegem mais de um milhão de redes e seus e-mails, aplicativos e dados em mais de 215 países e territórios.

Essas organizações operam com mais eficácia e com menos receios quanto à segurança.

Para obter mais informações, acesse www.sonicwall.com/pt-br ou siga-nos em Twitter (Brasil), LinkedIn (LATAM), Facebook e Instagram.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*