Home Artigos A transformação digital não precisa ser forçada

A transformação digital não precisa ser forçada

por admin
transformação digital streaming

O ano de 2020, apesar de muito difícil para a economia mundial, foi um ano muito produtivo, agitado e com ótimos resultados para as empresas brasileiras de tecnologia. Segundo pesquisa da IDC, o setor de TI cresceu 5,5% na América Latina, e tem previsão de alta de 7,7% neste ano. Um dos motivos foi que a tão falada transformação digital teve de acontecer, seja naturalmente ou “na marra”.

O comportamento humano tem mudado rapidamente, principalmente quando se olha para esse movimento de implementação tecnológica realizado sobretudo pelas empresas de varejo, como quiosques de autoatendimento, checkouts móveis, compra pela web e retirada na loja etc. Com a pandemia, muitas companhias tiveram de rever e mudar rapidamente seus processos e até modelos de negócios para sobreviver e poder atender aos clientes de forma estruturada e segura. Ao avaliar essas mudanças, pode-se notar uma série de oportunidades para a criação de infoprodutos – que têm surgido cada vez mais e com mais frequência – para atender demandas antes reprimidas ou para melhorar processos que já utilizavam algum tipo de tecnologia, mas não em escala suficiente para contar com processos automatizados.

Antes de sair ao mercado em busca de soluções, a pergunta importante a se fazer é: “o que eu preciso e qual a melhor solução para o meu negócio?” Uma coisa, porém, é certa: todas as empresas precisam de tecnologia para evoluir, principalmente num momento tão complexo e cheio de incertezas – e que exige esse tipo de soluções em um panorama de isolamento social. Definir fluxos, aprovações e fechamento de contratos com agilidade, segurança e sem deixar a obrigação jurídica de lado em nenhum momento (sobretudo após a adoção da LGPD) é um desafio e tanto.

Ferramentas como a iGree utilizam tecnologias de ponta para oferecer às empresas processos que, uma vez automatizados, facilitam o dia a dia de todo o ciclo de pessoas envolvidas em validações e confirmações de clientes, parceiros, colaboradores etc. A plataforma oferece processos de onboarding digital e assinatura de acordos digitais seguindo todas as exigências e boas práticas regulatórias, além de oferecer também a customização de processos sem a necessidade de intervenção na construção do seu código fonte. Com isso, as empresas podem definir – no próprio painel administrativo – qual será o processo que mais se adequa ao seu fluxo de validação de clientes e assinatura de acordos.

Por Fabiano Falvo, Head de Produto da Neo

Você também pode gostar

Deixe um Comentário