Home Palestras & Eventos Dia 11/Maio: Apresentação Projeto Guri em Concerto

Dia 11/Maio: Apresentação Projeto Guri em Concerto

por Agência Canal Veiculação

Projeto Guri convida Paulo Paschoal para concerto com o Grupo de Referência de Jundiaí no Dia das Mães

 

Um dos mais importantes violinistas brasileiros toca, pela primeira vez, com a Orquestra de Jundiaí do programa de educação musical, dia 11 de maio, no Teatro Polytheama.  A apresentação, que também homenageia as mães, é gratuita e aberta ao público

 

 

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri realiza apresentação inédita em Jundiaí de um de seus Grupos de Referência mais promissores: a Orquestra de Jundiaí. Trata-se, desta vez, de um concerto regido pelo artista convidado Paulo Paschoal, violinista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, no dia 11 de maio, domingo, às 11h.

 

No Teatro Polytheama, os 55 integrantes da Orquestra do Projeto tocam, em parceria com um dos mais renomados violinistas brasileiros, um repertório clássico, que deve emocionar o público: Tocatta em Ré e Ária, de Bach, são alguns exemplos. Os músicos passam ainda por Beethoven e Ray Conniff, entre outros.

 

Como parte do Projeto Guri Convida – ação que proporciona maior troca de aprendizado entre os grupos com alunos em estágio mais avançado de aprendizado e um artista convidado -, Paulo Paschoal realizará, antes do evento, ensaios com os alunos da Orquestra, promovendo um rico encontro artístico e pedagógico.

 

“As crianças do Projeto Guri têm muito talento e fazem música de qualidade, muitas já estão prontas para viajar o Brasil se apresentando. Isso é um exemplo de investimento de que o Estado de São Paulo pretende intensificar ainda mais com esses jovens”, ressalta Paschoal, que recentemente também tocou com os alunos do Guri em São José do Rio Preto.

 

A Orquestra de Jundiaí é um dos 12 Grupos de Referência do Guri, criados em 2010, para estimular e intensificar a formação e a qualificação musical e, nos quais, estão alunos de destaque dentro do programa. Composto por alunos entre 12 e 21 anos, o grupo de Jundiaí (naipes de metais, madeiras, cordas e percussão) tem direção artística do maestro André Sanches e já tocou com grandes nomes nacionais da música, como, Carlos Moreno.

 

Todos estes grupos contam com o patrocínio da Companhia Docas do Estado de São Paulo – CODESP e o polo do Projeto Guri em Jundiaí conta com o patrocínio da CCR Autoban.

 

Sobre o violinista Paulo Paschoal

 

Um dos violinistas mais respeitados do Brasil, Paulo César Paschoal é músico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Iniciou seus estudos de violino com seu pai, aos quatro anos de idade. Participou de diversas “Master Class” e recebeu orientação de Dimitry Sitkovetsky, Shlomo Mintz e Boris Belkin, entre outros. Foi professor de violino do Instituto Baccarelli, que tem por objetivo a formação musical e artística de crianças e jovens de regiões carentes. Tocou em grandes orquestras, como: Orquestra Sinfônica de Sorocaba, Orquestra Sinfônica de Santo André, Petrobrás Pró Música e Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. No ano de 2004, criou a Camerata Darcos e o Quinteto Brasileiro de Cordas, que pode assumir formações menores como o Quarteto Brasileiro de Cordas e o Trio Brasil. Como violonista, Paulo já gravou CDs com renomados artistas da música brasileira, como Roberto Carlos, Chico César, Leonardo e Zizi Possi, e também dividiu palco com Ney Mato Grosso e Milton Nascimento.

 

Serviço:

Projeto Guri Convida – Concerto do Grupo de Referência de Jundiaí com Paulo Paschoal

Dia: 11/05, domingo

Horário: 11h

Local: Teatro Polytheama.

Endereço: Rua Barão de Jundiaí, 176, Centro – Jundiaí

Entrada Franca

 

Projeto Guri

www.projetoguri.org.br

 

Sobre os Grupos de Referências

Iniciados em 2010, os Grupos de Referência reúnem alunos de diferentes polos do Projeto Guri em estágio mais avançado de aprendizado. Além de representar o primeiro patamar do caminho de profissionalização na área musical, servem ainda de referência e motivação para os demais participantes do projeto. Atualmente são 12 Grupos de Referência e as seleções são realizadas anualmente por meio de testes práticos orientados por uma Comissão de Avaliação formada por profissionais da área Educacional e por entrevistas com profissionais da área de Desenvolvimento Social do Guri. Podem participar alunos e ex-alunos com idade entre 12 e 21 anos. Os alunos com maiores pontuações são contemplados com bolsas-auxílio mensais que custeiam despesas com transporte e manutenção dos instrumentos, entre outras, viabilizando a participação dos guris em atividades e apresentações ao longo do ano. Para aprimoramento técnico dos alunos, são oferecidas aulas individuais e em dupla, empréstimo de instrumentos e a participação em projetos especiais e eventos como artistas convidados.

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, desde 1995, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, canto coral, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopro, teclado e percussão. Mais de 49 mil jovens fazem aulas em mais de 400 polos distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os polos de ensino localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação Casa, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista fica por conta de outra organização social, ambas ligadas à Secretaria de Cultura. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. O projeto já atendeu mais de 540 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

 

Sobre a Amigos do Guri

A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que, desde 1995, administra o Projeto Guri. De 2004 até hoje, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação Casa. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto – a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. As informações completas estão no site www.projetoguri.org.br

 

 

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: CCR Autoban (municípios de Jundiaí, Campinas, Sumaré, Cordeirópolis, Nova Odessa, Santa Bárbara D´Oeste e Vinhedo); Arteris (municípios de Rio Claro, Jaú, Sertãozinho, Franca e São Carlos); Sky (municípios de Campos do Jordão, São Carlos, Batatais, Lorena e Taubaté); Duke Energy (municípios de Fartura, Rosana, Salto Grande, Mirante de Parapanema e Sandovalina); Deloitte (municípios de Vinhedo, Elias Fausto e Santa Gertrudes); Mercedes-Benz (municípios de São Carlos e Iracemápolis); Companhia Docas do Estado de São Paulo – CODESP (Grupos de Referência); Azul (município de Campinas), Banco Votorantim (município de Itapeva); GRUPO BB E MAPFRE (município de São Carlos), Capuani (município de Tietê); CCR SP Vias (município de Itapeva); Grupo Maringá (município de Ourinhos e Itapeva); EDP (municípios de Aparecida, Lorena e São Sebastião); Magazine Luiza (município de Franca); Pinheiro Neto (município de Sorocaba); Supermercados Tauste (municípios de Bauru e Marília); Cipatex (município de Cerquilho); PPE Fios (município de Cerquilho); Secretaria de Cultura de Águas de Lindóia (município de Águas de Lindóia); Pirelli (município de Elias Fausto e Campinas); Pampilli (município de Birigui).

 

 

Você também pode gostar

Deixe um Comentário