Home Noticias Projeto de pesquisa e tratamento emocional leva aulas presencias para o EAD e oferta curso para 12 mil professores

Projeto de pesquisa e tratamento emocional leva aulas presencias para o EAD e oferta curso para 12 mil professores

por admin

Geraldo Peçanha de Almeida, 50 anos, é diretor do Projeto Coração de Polén – centro de estudos, pesquisas e tratamentos na área emocional. Com a situação da pandemia, seus planos de levar cursos para os professores de todo o Brasil foram atrapalhados. Por isso, ele sentiu a necessidade de contratar um ambiente virtual de aprendizagem AVA que se encaixasse com seus objetivos.

“Estava procurando uma ferramenta que pudesse atender à necessidade do público-alvo do meu projeto, que são pessoas mais simples e que precisam de fácil manuseio, pagamento simplificado e preços mais acessíveis. Foi assim que durante uma pesquisa desinteressada, eu conheci a Innovio”, afirma o diretor do Projeto Coração de Polén.

De acordo com ele, sua equipe já havia entrado em contato com outras empresas de ensino a distância, mas nenhuma atendia às suas expectativas, onde pudesse montar a página do jeito que queria e que tivesse a identidade deles, pois todos já vinham com um tipo de layout pronto.

“Quando falei com o Rafael Müller, ele me disse que poderia deixar tudo conforme os meus gostos e se caso não tivesse determinada função dentro da plataforma, ele criaria. Isso me chamou a atenção e foi o que me fez fechar com a Innovio, pois nossos alunos são professores que estão à procura de mais aprendizado, mas que não têm domínio em informática”, explica Geraldo.

Além disso, o lançamento aconteceu no mês do Setembro Amarelo, muito conhecido pela sua campanha de prevenção ao suicídio e cuidados com a saúde mental e emocional. Com o projeto em andamento por meio do ensino à distância, os professores que participam do curso conseguem adquirir mais conhecimento sobre o tema, dessa forma, informando e cuidando de seus alunos.

A plataforma para EAD é flexível e se adapta facilmente a diferentes propósitos como, por exemplo, professores autônomos, desenvolvedores, agências, empreendedores e instituições de ensino, que é o caso do Projeto Coração de Polén.

“Nossos alunos ainda estão se adequando e nós também. Ainda iremos fazer algumas melhorias em busca de resultados melhores, mas os feedbacks que estamos recebendo são positivos. Já conseguimos atingir 12 mil alunos, mas pretendemos alcançar os 100 mil até o final deste ano”, finaliza.

Website: https://innovio.com.br

Você também pode gostar

Deixe um Comentário