Home Noticias Nestlé usa IBM Blockchain para monitorar rota do café da América Latina para Suécia

Nestlé usa IBM Blockchain para monitorar rota do café da América Latina para Suécia

por SimbiekJP

Companhia estendeu uso da plataforma IBM Food Trust à sua marca de café Zoégas

América Latina, 8 de abril de 2020 – A Nestlé lançou edições selecionadas de grãos integrais Zoégas e café torrado e moído na Suécia. Essa linha “Summer 2020” é uma mistura de grãos de café arábica de três origens: Brasil, Ruanda e Colômbia, 100% certificados pela The Rainforest Alliance. A partir dos dados armazenados em blockchain, os amantes de café agora podem rastrear seu café até suas diferentes origens.

Pela primeira vez, a empresa fez parceria com uma terceira entidade de confiança, The Rainforest Alliance, para fornecer dados confiáveis ​​de forma independente, além dos dados que a própria companhia possa divulgar. A Rainforest Alliance fornece suas próprias informações de certificação, garantindo a rastreabilidade do café. Essas informações são diretamente acessíveis a todos por meio da plataforma de blockchain IBM Food Trust.

Ao digitalizar o código QR na embalagem, os consumidores podem seguir o caminho do café desde os locais de cultivo até a fábrica da Zoégas, em Helsingborg, onde os grãos são torrados, moídos e embalados. Os dados incluem informações sobre os agricultores, a época da colheita, o certificado de transação para entregas específicas e o período de torrefação.

A Nestlé começou a usar blockchain em 2017 quando ingressou na IBM Food Trust como membro fundador. Nos últimos três anos, a empresa expandiu e diversificou o uso de plataformas blockchain para tornar uma realidade seus esforços de transparência e sustentabilidade para seus consumidores.

Para isso começou a dar aos consumidores acesso à blockchain junto com a IBM para produtos como o purê de Mousline e a fórmula infantil de Guigoz na França. Juntamente com o OpenSC, a companhia também está fazendo um piloto de blockchain aberto para monitorar e comunicar abertamente dados relacionados à sustentabilidade do leite e azeite de palma.

A Nestlé continua aproveitando tecnologias para dar mais visibilidade em toda a cadeia de valor de seus produtos e liderar, tornando a cadeia de suprimentos mais transparente.

Comunicação IBM
Juliana Cayres Setembro
Telefone: 11 2132-4522
E-mail: [email protected]

Assessoria de Imprensa IBM
Telefone: 11 3027-0289/0260
E-mail: [email protected]

Companhia estendeu uso da plataforma IBM Food Trust à sua marca de café Zoégas

América Latina, 8 de abril de 2020 – A Nestlé lançou edições selecionadas de grãos integrais Zoégas e café torrado e moído na Suécia. Essa linha “Summer 2020” é uma mistura de grãos de café arábica de três origens: Brasil, Ruanda e Colômbia, 100% certificados pela The Rainforest Alliance. A partir dos dados armazenados em blockchain, os amantes de café agora podem rastrear seu café até suas diferentes origens.

Pela primeira vez, a empresa fez parceria com uma terceira entidade de confiança, The Rainforest Alliance, para fornecer dados confiáveis ​​de forma independente, além dos dados que a própria companhia possa divulgar. A Rainforest Alliance fornece suas próprias informações de certificação, garantindo a rastreabilidade do café. Essas informações são diretamente acessíveis a todos por meio da plataforma de blockchain IBM Food Trust.

Ao digitalizar o código QR na embalagem, os consumidores podem seguir o caminho do café desde os locais de cultivo até a fábrica da Zoégas, em Helsingborg, onde os grãos são torrados, moídos e embalados. Os dados incluem informações sobre os agricultores, a época da colheita, o certificado de transação para entregas específicas e o período de torrefação.

A Nestlé começou a usar blockchain em 2017 quando ingressou na IBM Food Trust como membro fundador. Nos últimos três anos, a empresa expandiu e diversificou o uso de plataformas blockchain para tornar uma realidade seus esforços de transparência e sustentabilidade para seus consumidores.

Para isso começou a dar aos consumidores acesso à blockchain junto com a IBM para produtos como o purê de Mousline e a fórmula infantil de Guigoz na França. Juntamente com o OpenSC, a companhia também está fazendo um piloto de blockchain aberto para monitorar e comunicar abertamente dados relacionados à sustentabilidade do leite e azeite de palma.

A Nestlé continua aproveitando tecnologias para dar mais visibilidade em toda a cadeia de valor de seus produtos e liderar, tornando a cadeia de suprimentos mais transparente.

Comunicação IBM
Juliana Cayres Setembro
Telefone: 11 2132-4522
E-mail: [email protected]

Assessoria de Imprensa IBM
Telefone: 11 3027-0289/0260
E-mail: [email protected]

Fonte: https://www.ibm.com/

Você também pode gostar

Deixe um Comentário