Home Noticias Empresas adotam cada vez mais a computação em nuvem e o serviço de Bancos de Dados SQL do Azure, diz especialista

Empresas adotam cada vez mais a computação em nuvem e o serviço de Bancos de Dados SQL do Azure, diz especialista

por admin

No cenário de pandemia da Covid-19, empresas vêm migrando cada vez mais para o mercado de cloud computing (computação de nuvem) em ritmo acelerado, segundo a Gartner- empresa líder em pesquisa e consultoria acerca do mercado de Tecnologia da Informação (TI), o setor mundial de TI crescerá cerca de 17%, chegando a 266,4 bilhões de dólares. Um dos grandes gigantes das nuvens, de acordo com a empresa, é o Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados SQL Azure da Microsoft.

Mais que uma necessidade, a computação de nuvem se tornou uma estratégia para empresas de todos os portes, com objetivo de ter acesso a dados em alta disponibilidade de qualquer lugar e dispositivo, relata Ademir de Oliveira Passos, bacharel em Sistema da Informação pela Drummond University – GPA4 e Processamento de Dados pela Universidade Mackenzie – GPA 4. Segundo o especialista, que possui vasta experiência em administrar banco de dados e arquitetura de nuvem, esse tipo de tecnologia abre um leque de possibilidades impactando diretamente no desenvolvimento de projetos e nos faturamentos de qualquer ramo de negócios.

O Azure SQL é o banco de dados em nuvem da Microsoft, que faz um serviço relacional, inteligente e escalonável com recursos automatizados da plataforma de Inteligência Artificial – IA, informa Ademir Passos, que tem certificação em: Microsoft Certified Technical Specialist – MCTS Administrando Microsoft SQL Server e SQL Server, diz que o sistema segue um padrão nos produtos .

Em pesquisa realizada pelo DB-Engines, website de tecnologia que coleta e apresenta informações sobre sistemas de gerenciamento de banco de dados, especialistas em banco de dados afirmam que a Azure SQL Database é o segundo mais popular em Banco de Dados e o primeiro em Database as a Service (DaaS), do mundo. Os dados da pesquisa foram realizados com seus consumidores e avaliados, exclusivamente, pela popularidade entre eles.

“Estou certo de que o caminho para o armazenamento em nuvem não terá mais volta. A Microsoft, no primeiro semestre de 2021, encerrará todas as suas certificações que não estejam alinhadas ao ambiente Azure, forçando os profissionais da área a se especializarem e abraçarem o ambiente Cloud de uma vez por todas. Você, profissional da área, que ainda pretende ser relevante no mercado, vá para a Nuvem”, alerta Passos, profissional de TI com amplo conhecimento em alta disponibilidade, gerenciamento, design, tuning e resolução de problemas resultando em alta performance em ambiente de Banco de Dados, do SQL Server 2000 ao SQL Server 2019.

Segundo a Gartner, com a maioria das empresas migrando para a primeira nuvem, os gastos com IaaS (infraestrutura como serviços) estão cada vez maiores. Em 2020 chegaram a 50 bilhões de dólares, acima dos 40 bilhões de dólares em 2019, a previsão é que cresça 24% ao ano chegando a 74 bilhões de dólares em 2022. “Todo esse aumento já é esperado, principalmente nesse atual momento que vivemos com a pandemia e o isolamento social, a adoção da cloud pelas empresas com certeza vai predominar daqui para frente”, conclui Ademir de Oliveira Passos, com sólidos conhecimentos nas metodologias ITIL V 3 e SCRUM, trabalhando com Windows Azure, Windows Server, Ferramenta de Monitoramento System Center Operations Manager (SCOM), O365 e MS-Teams e Amazon RDS e EC2.

Website: https://br.linkedin.com/in/ademirpassos

Você também pode gostar

Deixe um Comentário