Home Noticias Campinas terá centro de Nanotecnologia

Campinas terá centro de Nanotecnologia

por Agência Canal Veiculação

Campinas terá um centro de pesquisas em Nanotecnologia. O anúncio foi feito na quarta-feira (03/04) pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, que afirmou que a construção será feita pelo governo em uma parceria com a Academia Chinesa de Ciências. O espaço deve realizar pesquisas em biotecnologia e outras ciências especiais.

Mercadante disse que o centro deve custar R$ 10 milhões, investimento que será dividido entre os dois países. Segundo o ministro, o Brasil vai firmar com a academia convênios para pesquisas em ciências da computação, ciências espaciais e sobre mudanças climáticas.

O acerto dos detalhes da parceria foi feito na quarta-feira em uma reunião com representantes da academia chinesa durante o 4º Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria. De acordo com o ministro, o memorando que formalizará o acordo será assinado durante uma viagem que ele fará à China e também à Coreia do Sul, nos próximos dias.

Mercadante ainda afirmou que o Brasil negocia, na Organização das Nações Unidas (ONU), a instalação de um centro internacional de formação de pesquisadores sobre biodiversidade no país. Ainda este ano, a ONU deve lançar um plano sobre biodiversidade. Caso aprovado pela ONU, o centro de formação seria instalado em Manaus, segundo o ministro. Mercadante lembrou que a unidade poderia usar as instalações do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), que já tem sede na cidade.

Um pouco sobre a NANOTECNOLOGIA

Minúsculas partículas, grandes negócios

José Paulo Sant´Anna

A palavra nanociência leva as pessoas a pensarem em um futuro distante. Não são poucos os que a associam ao mundo dos filmes de ficção científica. A impressão não vem por acaso. Não são poucos os que a associam ao mundo dos filmes de ficção científica, no qual naves espaciais sobrevoam cidades e extraterrestres convivem com humanos em bares e restaurantes. Afinal, o nome da nova ciência sempre é acompanhado de comentários sobre o aparecimento de produtos difíceis de serem imaginados.

Mas engana-se quem pensa que estamos falando apenas sobre o futuro. Hoje há dezenas de aplicações de materiais dotados com partículas nanoestruturadas presentes em produtos dos mais variados segmentos econômicos. Entre os usuários atuais dos benefícios proporcionados pela nova ciência podemos citar as indústrias de plásticos, tintas, borrachas, eletrônica, farmacêutica, automobilística, têxtil e de cosméticos.

A revolução está apenas no início. Os principais cientistas do mundo garantem que nos próximos anos a presença de produtos com a presença de nanoparticulados crescerá de forma exponencial em itens fabricados pelos mais variados segmentos econômicos. Estima-se que dentro de uma década a comercialização de tais produtos deve atingir a casa de US$ 1 trilhão.

Se você se indetificou com a NANOTECNOLOGIA e quer ler mais a respeito, LEIA AQUI ESTE ÓTIMO ARTIGO.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário