Home Noticias A importância de um MBA para a Carreira em Y

A importância de um MBA para a Carreira em Y

por admin

Por muitos anos, o plano de carreira da maioria dos profissionais tinha uma mesma aspiração: chegar em um cargo gerencial. Porém, não eram todos que queriam exercer tal função. Muitos preferiam especializar-se e continuar na área técnica. Mas isto poderia significar a paralisação de suas carreiras. A área de TI encontrou a solução para este problema: a Carreira em Y.

Nesse tipo de progressão, o profissional que chega em um nível mais avançado de sua trajetória pode optar entre ser um especialista na área técnica de um determinado setor ou seguir o plano de carreira habitual e assumir um cargo de gerência. Ambas as decisões representam uma ascensão de cargo e salário. Mas, para ascender nesta espiral, é preciso especializar-se – tanto para seguir a carreira como gestor como para embrenhar-se ainda mais na área técnica.
A competitividade força os profissionais a manterem-se sempre atualizados e procurarem agregar conhecimento e disposição para manter sua empregabilidade. Para isto, cursar um MBA é cada vez mais necessário, principalmente para profissionais da área de T.I, que podem escolher entre seguir a carreira como técnicos ou como gestores.
Para quem pretende liderar equipes e tomar decisões, é preciso selecionar entre os cursos de especialização na área de Gestão. Existem os MBAs tradicionais, que mergulham em técnicas de gestão de negócios e pessoas. Têm outros que, além disso, também abrem caminho para gerenciar a tecnologia dentro das empresas. Segundo a coordenadora do MBA em Gestão de T.I. da FIAP ON, Andréa Paiva, o estudante que quer gerenciar a tecnologia dentro de sua empresa pode vir de qualquer área, tudo depende de seu objetivo: “O MBA em Gestão de TI, por exemplo, é um curso mais generalista que traz um olhar de gestão e uma atualização para o profissional que já é da área de TI. Para quem não é da área de TI, ele traz o conhecimento necessário para que o gestor possa transformar a sua empresa ou o seu negócio, utilizando a tecnologia como ferramenta impulsionadora”.

Já para quem pretende seguir a carreira na área técnica, existem diversas opções dentre os cursos de especialização. Para escolher o melhor, o profissional precisa ter claro seus objetivos e o que almeja em sua carreira. Ele deve verificar os conhecimentos que possui e, principalmente, quais oportunidades existem para ele dentro da empresa que trabalha. É fundamental examinar o mercado, os requisitos solicitados, tecnologias, certificações e oportunidades de carreira. Uma vez analisados todos esses fatores, o profissional deve pesquisar suas reais oportunidades de aplicar o aprendizado em seu emprego atual ou em um novo.

O professor Albert Xavier, coordenador do MBA em Full Stack Development da FIAP, afirma que o profissional que busca se atualizar ou aprimorar suas capacidades técnicas integradas com tecnologias e plataformas modernas e relevantes no mercado atual se beneficiaria muito cursando um MBA mais técnico. “O curso de Full Stack, por exemplo, aborda temas relevantes como UX Design, Desenvolvimento Mobile, Micro Serviços e Cloud. A conexão dos conteúdos é o diferencial para formar um profissional completo” afirma.

Um dos questionamentos de quem pensa em fazer um MBA nestes tempos de isolamento social é se deve cursar presencialmente ou on-line. A coordenadora Andréa Paiva afirma que as maiores diferenças entre estas modalidades são a forma de comunicação e a autonomia que o aluno tem em cada uma delas: “São várias maneiras diferentes de interagir. No on-line, o estudante escolhe o momento e a frequência que ele vai estudar. No presencial, ele tem dia e horário pré-definidos para frequentar as aulas. Mas as duas formas de interação com o curso são válidas. Depende muito do aluno”. Portanto, para escolher entre uma modalidade ou outra, deve-se levar em consideração tempo disponível, capacidade de se auto-organizar e localização geográfica da instituição de ensino escolhida. Mas uma coisa é certa: não importa a modalidade – o que importa é atualizar-se sempre para manter sua empregabilidade em alta.

Website: http://www.fiap.com.br

Você também pode gostar

Deixe um Comentário