Home Mídia Corporativa Whatsapp como ponte entre marcas e público

Whatsapp como ponte entre marcas e público

por Agência Canal Veiculação

República, empresa de marketing para jovens, aposta no Whatsapp como ponte entre marcas e público



O Whatsapp é um dos aplicativos mais utilizados no mundo, com mais de 465 milhões de usuários mensais ativos, segundo a própria plataforma. A ferramenta é uma das principais pontes entre amigos para conversação, através da qual o compartilhamento de fotos, vídeos e criação de grupos torna a comunicação efervescente. Não por acaso, as empresas estão investindo na plataforma para se aproximar do público, através de ações que vão do turismo ao vestibular.

 

Percebendo essas possibilidade, a República, empresa de comunicação especialista em jovens, apostou no aplicativo para fornecer, de forma inédita, dicas de festas, shows, eventos culturais realizados na cidade do Rio de Janeiro. O RioTips, perfil com número  +55 21 96712-1214, envia aos turistas da capital fluminense sugestões fora do mainstream, com o objetivo de proporcionar uma experiência genuinamente carioca. O serviço é gratuito e agrega também um perfil no Facebook, onde os usuários podem compartilhar registros relacionados aos passeios.

RioTips - Divulgação

“Como especialista em jovens, sempre pensamos em como usar a comunicação para fazer a vida deles mais bacana. Nós temos certeza que a comunicação que funciona é a que tem foco em pessoas e não em marcas. O RioTips é fruto desse nosso mindset criativo”, explica André Mota – sócio da empresa e especialista em estratégia e ciências de consumo.

 

A estratégia também foi usada pela empresa para promover o vestibular da ESPM Rio. O “Diz aí, calouro!” auxiliou candidatos para tirar dúvidas sobre o concurso, as carreiras oferecidas e o funcionamento da faculdade. Tudo para auxiliar os calouros na nova fase acadêmica, de forma inovadora, bem-humorada e dinâmica.

 

“Nosso desafio é comunicar a instituição através da identificação, levando a informação necessária de um jeito dinâmico e familiar”, explica Vinicius Öberg, diretor executivo da República.

 

Você também pode gostar

Deixe um Comentário