Home Lançamentos Messenger Rooms a videoconferência para 50 participantes

Messenger Rooms a videoconferência para 50 participantes

por Paulo Fernandes Maciel
Messenger Rooms

Facebook lança seu recurso de videoconferência o Messenger Rooms que simboliza futuro imprevisível, afirma especialista


Paula Tebett acredita que Messenger Rooms traz vantagens e entrará na disputa por espaço com outras ferramentas
O Facebook entrou na briga com o Google Hangouts, o Skype e o Zoom e anunciou o lançamento de uma ferramenta de videoconferência: o Messenger Rooms, que será gratuito e para todo mundo.

Com a criação desse novo recurso, a plataforma diz acreditar que pode auxiliar na aproximação das pessoas durante o isolamento social.


O aumento do uso das redes sociais no período da pandemia resultou no crescimento do número de pessoas se utilizando de videoconferências no WhatsApp e no Messenger, duas ferramentas do Facebook.

Messenger Rooms

Segundo a empresa de consultoria Kantar, o número de usuários já é 40% maior nas redes Facebook, WhatsApp e Instagram. O uso das lives também aumentou, tanto no Facebook quanto no Instagram.

Zuckerberg continua visionário


“O Mark Zuckerberg é um visionário, e está sempre se atualizando.

Por esse motivo, o Facebook se mantém em pé há tanto tempo, gera negócios e constantemente oferece novidades”.

Opina Paula Tebett, especialista em marketing digital e mídias sociais.

“As videoconferências fazem parte das maneiras de interagir que estão ganhando força.

Utilizá-las e tornar o encontro presencial não mais tão necessário pode ser um dos passos para um futuro que não poderíamos imaginar dois meses atrás”, completa.

Sem troca de plataforma


O Messenger Rooms comportará até 50 participantes e poderá ser acessado tanto pelo Messenger quanto pelo próprio Facebook.

A vantagem é que por ser uma ferramenta dentro de uma rede social já bastante utilizada, o usuário não precisa trocar de plataforma.

Mesmo assim, existe o plano também de estender a aplicação para o Instagram e para o WhatsApp, que atualmente só permite uma videoconferência de até quatro participantes.
De acordo com Paula, que tem experiência como palestrante e dá cursos para empreendedores em redes sociais, as funcionalidades de uma plataforma para conferências podem ser usadas de diversas maneiras.

Facilita cursos online


“Há uma semana, dei uma palestra online para a equipe docente de um colégio em Niterói.

Foram cerca de oitenta professores, que se queixavam das dificuldades de ministrarem aulas não-presenciais.

Dessa forma, consigo ver que plataformas como o Messenger Rooms são uma maneira de facilitar aulas e cursos online, permitindo também aos professores e aos alunos aproveitarem a conexão, estando inseridos nas mesmas redes sociais e, assim, trazer mais proximidade entre eles, principalmente nesse momento delicado em que todos estão distantes”, afirma a especialista.

“Outro ponto importante sobre o assunto é que várias empresas estão aderindo ao home office.

Creio que isso continuará até se tornar cultural o trabalho remoto, para determinados setores ou profissionais”, conclui.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário