Home / Gadget / Lançamento do Iphone 6 aquece “recomércio” de celulares

Lançamento do Iphone 6 aquece “recomércio” de celulares

Há trinta anos, o primeiro celular chegava ao mercado mundial. O Motorola Dynatac 8000X foi lançado em maio de1984 e, ao contrário dos aparelhos atuais, tinha como único objeto ligar e receber chamadas com o usuário em deslocamento. Três décadas depois, os celulares estão sendo “substituídos” pelos smartphones, equipamentos multifuncionais que já somam, no Brasil, mais da metade das novas vendas deste mercado. E olançamento de novos modelos, como o Iphone 6, o modelo da próxima geração de smartphones que a Apple começa a comercializar a partir de agora, é “pólvora” para acelerar o crescimento.

A capacidade de oferecer inúmeras funções, por meio de aplicativos e outras soluções, faz com que esses aparelhos sejam cada vez mais importantes na vida da população, segundo pesquisa do Pew Research Center. Divulgado no último dia 18, o estudo indicou que 74% dos jovens entre 18 e 24 anos do Reino Unido precisam estar com o smartphone em tempo integral – até mesmo na hora de dormir -, criando um tipo de dependência. De acordo com o diretor comercial de Marketing Móvel e Comércio da companhia, Nigel Clarkson, o fato de os equipamentos criarem necessidades para diversos usos e serviços é uma novidade para todos. “Dado o contexto das capacidades de mobilidade, localização, imediatismo, aplicativos e conteúdo, vemos oportunidades nessa mudança de comportamento”, diz. Outros dados apontam que os jovens ingleses utilizam os aparelhos, em média, 195 minutos por dia.

Nesse contexto, no qual os dispositivos assumem um papel importante na vida das pessoas, é fundamental ter smartphones modernos, capazes de executar os principais aplicativos e suas atualizações – exclusividade dos aparelhos recém-lançados. “Muitas pessoas desejavam ter os smartphones mais avançados do mercado, mas encontravam dificuldade em vender os seus aparelhos antigos. “E percebendo essa necessidade, nós desenvolvemos uma plataforma simples e conveniente para comercialização de aparelhos usados”, explica Guilherme Macedo, sócio-fundador da Ziggo, startup voltada a compra e revenda de smartphones e tablets através do site www.ziggo.com.br.

Não à toa, o Reino Unido aparece como um dos principais mercados do chamado “recomércio” de eletrônicos usados – a revenda de aparelhos para empresas online que revendem para outros usuários. O país detém o maior índice de reaproveitamento de smartphones domundo, com 50% dos usados voltando ao mercado. Em 2013, estima-se que tenham sido vendidos 44 milhões de telefones multifuncionais, gerando mercado potencial de aproximadamente 22 milhões de aparelhos, que são reaproveitados dentro do país ou exportados a outras localidades.

O Reino Unido aparece também como pioneiro no comércio reverso ou recomércio com mais de 40 sites que compram aparelhos eletrônicos usados, mas, aos poucos, outros países vão adotando a mesma filosofia e ampliando esse índice. Outro caso positivo é o da Holanda, que já reaproveita 12% dos smartphones. “Em termos populacionais e de mercado, o Brasil apresenta potencial maior do que a soma dos dois países. Nós acreditamos ser viável ampliarmos o negócio no país”, explica Macedo.

Em 2013, o Brasil comercializou 35,6 milhões de smartphones, conforme o instituto IDC. O crescimento de 123% frente ao ano anterior e o número maior de habitantes faz com que seja possível prever um mercado potencial superior ao do Reino Unido – ainda mais levando-se em conta pesquisas da Motorola Mobility, que estimam trocas de aparelho a cada 16 meses. “Se somente 1% dos aparelhos voltarem ao comércio pelas plataformas como a Ziggo, isso corresponde a mais de 300 mil aparelhos”, projeta Macedo.

Sobre a Ziggo
Ziggo.com.br é um site de compra de smartphones e tablets usados das principais marcas do mercado – funcionando ou danificados. Recentemente lançou sua loja online, a Ziggo Shop, onde vende aparelhos seminovos originais, com garantia. Fundada em 2012, a startup atua com o objetivo de promover o consumo sustentável e o mercado de compra e venda de aparelhos eletrônicos usados. A inspiração foi o modelo de negócios bastante difundido na Europa e nos Estados Unidos, conhecido como “recomércio”. Sediada em Curitiba, a plataforma da Ziggo atua em todo o país. Além disso, a empresa desenvolveu um braço sustentável: a Reciclecel, que recebe equipamentos antigos e reaproveita materiais, dando destino correto aos resíduos.

About Agência Canal Veiculação

Função: Agências e Canais Cadastrados | Sobre o autor: Material veiculado através da mídia parceira e canal associado. O OverBR não se responsabiliza pela veracidade do conteúdo deste artigo ou canal quando não certificado e acompanhado devidamente da Fonte ou Agência Publicitária, bem como a assinatura do seu Autor. Qualquer divergência de conteúdo ou Autoria, procure imediatamente nossa Redação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*