Home / Empreendedorismo / Estas 50 Startups estarão no Fórum Brasil em março

Estas 50 Startups estarão no Fórum Brasil em março

Conheça a lista das 50 Startups da América Latina que Participarão da Nova Iniciativa da IFC e do WEF durante o Encontro do Fórum no Brasil.

startups
O Fórum Econômico Mundial (WEF) e a Interational Finance Corporation (IFC);

Selecionaram 50 startups de destaque da América Latina para participar de um programa especial durante o encontro anual regional do Fórum Econômico Mundial no Brasil.

Na ocasião, elas terão oportunidade para acessar uma ampla rede de investidores globais, líderes corporativos e importantes formuladores de políticas públicas.

A participação durante o WEF permitirá que as start-ups de base tecnológica na América Latina explorem formas de se fortalecerem e discutam os passos necessários para que sejam superados alguns desafios comuns enfrentados por empreendedores na região, como financiamento e expansão internacional para ganhar escala em seus negócios.

Leia também:

Conecta: Programa de formação em Empreendedorismo

Ford Fund Lab: abre inscrições para startups

Angel Day em Ribeirão Preto receberá 8 Startups

As empresas foram selecionadas pela IFC, pelo WEF e por um comitê de seleção com experts em startups na América Latina.

Foram considerados fatores tais quais geração de receita, fontes de recursos, escalabilidade e a força do empreendedorismo baseado em tecnologia em cada um de seus países de origem.

As startups selecionadas participarão de um programa especial durante o Fórum Econômico Mundial na América Latina, que acontecerá em São Paulo, de 13 a 15 de março de 2018.

“Startup na América Latina e no Caribe estão usando soluções criativas para endereçar problemas locais, regionais e globais.

Em nossa primeira lista, foram selecionados empreendedores com visão de solução em escala para problemas e que precisam de um ecossistema adequado para prosperar.

Identificamos mais de 50 empreendedores que estão prontos para reescrever a narrativa da América Latina por meio de inovação e tecnologia.

Aguardamos por lhes dar as boas-vindas no Fórum na América Latina este ano.”

Disse Marisol Argueta de Bariilas, Chefe de Estratégias Regionais para América Latina do Fórum Econômico Mundial.

Startups estão exercendo um papel crucial para a inovação do setor privado da América Latina.

Um estudo recente feito pelo Banco Mundial mostra que as empresas na região tiveram uma tendência 20% menor que as da Europa e Ásia Central de lançar produtos em países com perfis semelhantes .

O propósito dessa iniciativa é ajudar a acelerar o desenvolvimento da economia digital da América Latina, promovendo inclusão, acesso a melhores serviços, de varejo a serviços financeiros, educação, cuidados com a saúde e mais empregos.

“Start-ups podem ter um papel fundamental na promoção de soluções inovadores para alguns dos desafios de desenvolvimento mais urgentes da América Latina e do Caribe.”

Disse Georgina Baker, Vice-presidente da IFC para América Latina, Caribe, Europa Oriental e Ásia Central.

“Nos últimos cinco anos, a IFC investiu mais de USD 170 milhões para apoiar essa região;

Essa parceria com o WEF é parte dos esforços da IFC para desenvolver ainda mais o trabalho com as start-ups na América Latina e no Caribe.”

Acrescentou ela.
Os empreendedores dessas start-ups terão oportunidade de identificar membros do WEF com potencial de apoiá-los nos seus empreendimentos na América Latina, e também vão ajudar a estimular a discussão de como formuladores de políticas públicas e investidores podem ajudar empresas a prosperar e entregar soluções inovadoras de base tecnológica.

Essa nova iniciativa para a América Latina do WEF e da IFC segue uma similar;

Realizada no encontro regional do WEF no Oriente Médio e Norte da África, em 2017.

As empresas selecionadas também vão se juntar à iniciativa UpLink.

Uma rede dedicada e uma plataforma digital onde as startups podem interagir com:

Investidores, multinacionais, governos, universidades, e também com outros empreendedores no mundo todo.

Foram selecionadas start-ups da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala, México, Peru e Uruguai.*

startups
Nome País

 

Nome País
Afluenta Argentina
Agrosmart Brasil
ASAAS GESTAO FINANCEIRA S.A. Brasil
Athon Energia Brasil
AVANTE.COM.VC Brasil
CargoX Brasil
CERC CENTRAL DE RECEBIVEIS Brasil
Chipsafer Uruguai
Clinicas del Azucar México
Contabilizei Brasil
Creditas Brasil
Digital House Argentina
EBES Sistemas de Energia Solar Brasil
EduK Brasil
Entrega Creativa (Chatzi) Peru
Geru Brasil
GuiaBolso Brasil
Gympass Brasil
Hola Edtech México
Intelipost Brasil
Já Entendi Tecnologia Brasil
Kingo Energy Guatemala
Konfio México
Lab4U Chile
Laboratoria Peru
Liv Up Brasil
Loggi Brasil
Mandae Technologies Inc. Brasil
MedLogic Brasil
MoviiRed Colômbia
Myleus Análises Genéticas Brasil
Nagro Credito Agro Brasil
NotCo Chile
Nubank Brasil
Pago Rural Uruguai
Payjoy México
Pecuaria Sustentavel da Amazonia Brasil
Platzi Colômbia
Quero Educação Brasil
Quero Quitar Brasil
S4 Holdings Argentina
Shippify Equador
Stattus4 Cidades Inteligentes e Sustentabilidade Brasil
TBIT Brasil
Technisys Argentina
TecZelt – FazGame Brasil
Tera Brasil
The Biz Nation Colômbia
Tienda Nube Argentina
Tienda Pago México
Triciclos Brasil
Zolvers Inc Argentina
Zumpy Brasil

startups
* O WEF, a IFC e o comitê de seleção decidiram selecionar algumas startups adicionais a fim de garantir uma maior representatividade de países e setores econômicos da América Latina, enriquecer a discussão durante a programação do WEF e promover uma conversa produtiva sobre o ecossistema de start-ups na região.

Do total de start-ups, metade foram selecionadas de toda a região da América Latina e Caribe, e metade foram especificamente brasilerias.

Sobre a IFC

A IFC, instituição irmã do Banco Mundial e membro do Grupo Banco Mundial.

É a maior instituição de desenvolvimento do mundo voltada para o setor privado em mercados emergentes.

Trabalhando com mais de 2.000 empresas em todo o mundo;

Usamos nosso capital, expertise e influência para criar mercados e oportunidades nas áreas mais difíceis do mundo.

No exercício fiscal de 2017, nossos investimentos de longo prazo nos países em desenvolvimento atingiram um valor recorde de US$ 19,3 bilhões, alavancando a força do setor privado para ajudar a colocar fim à miséria e estimular a prosperidade compartilhada.

Para mais informações, visite www.ifc.org

A área de Venture Capital (VC) da IFC investe em empreendimentos sustentáveis de base tecnológica que promovam impacto em mercados emergentes, ao mesmo tempo em que tragam fortes retornos www.ifc.org/vc

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*