Home / Ecoverde / Encontro internacional foi organizado pelo BRICS Policy Center, da PUC-Rio | Desenvolvimento Sustentável

Encontro internacional foi organizado pelo BRICS Policy Center, da PUC-Rio | Desenvolvimento Sustentável

O Seminário Internacional Sobre o Desenvolvimento Sustentável e a Agenda Social dos BRICS, evento preparatório para a Conferência Rio+20, foi realizado entre os dias 24 e 26 de abril no Palácio da Cidade, residência oficial do prefeito do Rio de Janeiro, organizado pelo centro de pesquisas BRICS Policy Center, uma parceria entre o Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio e a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. O Seminário Internacional teve como objetivo fomentar uma série de discussões sobre a estratégia dos países BRICS a respeito de temas como a redução da pobreza, a economia verde e o desenvolvimento sustentável.

Durante os dois dias de trabalho do evento foram realizadas diversas mesas-redondas e debates que reuniram especialistas de diferentes áreas, além de receber aurtoridades científicas internacionais dos países do bloco BRICS, enriquecendo o debate e aproximando as diferentes perspectivas dos países emergentes.

Na quarta-feira, 25, foram realizadas as mesas-redondas sobre “Economia Verde” e “Combate à Pobreza”, além do debate sobre “Crescimento, Desenvolvimento Sustentável e os Limites do Planeta”. Presente em duas mesas do primeiro dia de trabalho, Sérgio Besserman, presidente do Grupo de Trabalho da Rio+20 e professor do Departamento de Economia da PUC-Rio, destacou que a economia verde não deve ser entendida simplesmente como uma forma mais eficiente de usar os recursos.Segundo ele, os problemas ambientais devem ser incorporados nos custos dos modelos de produção e consumo.

Mesa de debates: Feng Jun, da China; Luís César Queiroz Ribeiro, da UFRJ; Ricardo Henriques, do IPP; vice-prefeito do Rio, Carlos Alberto Muniz; Sérgio Magalhães, do Instituto de Arquitetos do Brasil; e Pedro Cunca Bocayuva, do BRICS Policy Center

 

No segundo dia de trabalho do Seminário, foram promovidas mesas-redondas e debates acerca de temas como “Governança e Reforma Institucional”, “Cidades Sustentáveis” e “Os BRICS e o Desenvolvimento Sustentável”. Este último debate encerrou o evento reunindo os convidados estrangeiros de Rússia, Índia, China e África do Sul. O professor do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio e pesquisador do BRICS Policy Center, Paulo Esteves, representou o Brasil no diálogo que procurou uma abordagem mais direta entre as partes do grupo dos países emergentes.

Mediado pelo diretor do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio e supervisor-geral do BRICS Policy Center, João Pontes Nogueira, o debate foi encerrado por sugestões e ideias práticas que possibilitem pensar o BRICS como um grupo capaz de repensar a ordem política internacional no âmbito do desenvolvimento sustentável.

O representante russo, Nicolai Mikhailov, diretor regional da Russkiy Mir Foundation e membro do Comitê Nacional para Pesquisa Sobre BRICS da Rússia, sugeriu criar uma espécie de constituição entre os BRICS, reunindo pontos em comum entre os países emergentes a fim de criar uma agenda comum e fortalecer a cooperação. A proposta teve o apoio do vice-presidente executivo da China Executive Leadership Academy Pudong, Feng Jun, que complementou o colega russo ao sugerir um maior intercâmbio de conhecimento acadêmico acerca do grupo BRICS entre os países do bloco, fortalecendo, assim, os laços cooperativos e a troca de informações entre instituições de pesquisa dos países BRICS.

Por agenciado: Diário da Rússia

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*