Home Dicas Arnaldo Pinho revela soluções para projetos de arquitetura

Arnaldo Pinho revela soluções para projetos de arquitetura

por admin

O arquiteto Arnaldo Pinho revela que “gosta de usar produtos naturais como soluções para seus projetos por sua beleza e durabilidade”.

A afirmação, feita em live da Marmoraria Multipedras, aponta duas das principais vantagens de quem escolhe levar pedras como material usado como soluções para seus projetos de arquitetura e interiores.

O arquiteto, sócio de um dos mais renomados escritórios de arquitetura da cidade, o MAAI Arquitetos Associados, explica que esses são os principais motivos de levar essas soluções para seus projetos e, até mesmo, para a sua casa.

O profissional aposta em pedras e materiais nobres como soluções para seus projetos. Beleza estética e materiais que combinam e conversam-se.

A arquitetura de alto padrão, tem elevado em muito o nível de conforto beleza e praticidade nos imóveis seja em torres residenciais ou corporativas com padrão de excelência em projetos AAA+ além dos condomínios em praticamente todas as grandes cidades do país e Brasília com certeza é um dos carros chefe do nicho imóveis de luxo.

Para Arnaldo Pinho, é possível fazer uso de pedras em projetos que contemplam diferentes estilos, dos mais clássicos aos mais modernos, principalmente em áreas externas, que demandam mais cuidados e estão mais expostos às intempéries.

“Sou sempre a favor de usar produtos naturais, como mármore e granito, produtos que você consegue limpar, lixar novamente.

Isso faz toda a diferença”, destaca.

Arnaldo destaca que faz uso de pedras naturais em praticamente todos os projetos do escritório.

“Padronizamos essa escolha, piso, bancada, se eu pudesse, eu usava travertino em tudo”, explica o arquiteto, que completa: “gostamos do Travertino e do Bege Bahia, que é uma opção mais acessível.

O travertino, Arnaldo explica, que é uma das opções mais comerciais do mercado atual, por ser um “material nobre e de excelente aceitação”.

A afirmação pode ser comprovada, ele aponta, “em grandes mostras, feiras internacionais e em Milão, que dita tendências”.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário