Home / Artigos / Tecnologia e Transparência engajando estudantes

Tecnologia e Transparência engajando estudantes

Tecnologia e Transparência: engajando estudantes no monitoramento da merenda escolar

O Instituto Humanitas360, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Massachusetts Institute of Technology (MIT);

Reúne ativistas sociais, pesquisadores e professores em São Paulo para uma roda de conversa sobre uso de novas tecnologias no engajamento cidadão e controle social.

O evento acontecerá em 31 de maio, no CUBO (R. Casa do Ator, 919 – Vila Olímpia, São Paulo – SP).

A conversa toma como ponto de partida a bem sucedida experiência da ferramenta Promise Tracker;

Ou Monitorando a Cidade, como é conhecida no Brasil;

No processo de monitoramento da merenda escolar em Santarém, Ponta de Pedras e Belém (PA).

O Monitorando é um app para celulares que alimenta um sistema colaborativo de coleta de dados.

Ele permite que comunidades monitorem causas de seu interesse, utilizando as informações coletadas para cobrar melhorias de governos locais, com o apoio de instituições sociais e da imprensa.

Durante o evento os pesquisadores vão apresentar resultados e aprendizados de campanhas de monitoramento da merenda escolar realizadas com a plataforma Monitorando a Cidade:

o Em Santarém (PA), o esforço foi realizado pelo Movimento Estudantil Pacto pela Educação do Pará, pelo Projeto SOL e pelo Ministério Público Estadual;

Foram monitoradas 8 escolas com aproximadamente 9.000 estudantes.
o Em Belém (PA), a campanha é liderada por uma parceria entre Universidade Federal do Pará (UFPA);

O Ministério da Transparência (CGU) e o Observatório Social de Belém (OSB).

Na fase piloto, 15 escolas com aproximadamente 16.000 estudantes serão monitoradas.

Resultados preliminares mostraram que a coleta de dados pelos estudantes, acompanhada por campanhas de conscientização, diálogo construtivo entre estudantes, Ministério Público, CGU e autoridades dos sistema de educação, trouxe melhorias concretas, tais como:

Retorno da merenda em certas escolas, menor tempo de entrega dos ingredientes às escolas e maior preocupação com o preparo e a qualidade das refeições.

Também ficou claro que a parceria com órgãos públicos de controle, como Ministério Público e CGU, é essencial para transformar o esforço cidadão de coleta de dados em ações concretas de melhoria de um serviço público.

Fazem parte da roda de conversa Francisco Caldas e João Marcelo Borges (Banco Interamericano de Desenvolvimento);

Ivan Costa (Observatório Social de Belém), Emilie Reiser (MIT Center for Civic Media), Gisele Craveiro (Co:Lab USP);

Lidiane Dias (UFPA), Marcelo de Paula (CGU), Eliana Mara (Projeto Sol), e Paulo Rezende (Instituto Humanitas360).

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo link: https://www.sympla.com.br/tecnologia-e-transparencia-engajando-estudantes-no-monitoramento-da-merenda-escolar__123327

Sobre Humanitas360

O Instituto Humanitas360 é uma organização sem fins lucrativos com sede nos Estados Unidos.

Um think-do tank comprometido em construir conexões como ferramentas poderosas para promover mudanças na América Latina.

A missão do Instituto é avançar pesquisa, promover o conhecimento e engajar cidadãos para alcançar melhorias sustentáveis nos padrões de vida na América Latina.

 

Data: 31 de maio de 2017
Horário: Às 19h – 21h
Local: Cubo – R. Casa do Ator, 919 –
Vila Olímpia, São Paulo – SP
Entrada gratuita

Inscreva-se: As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo link:

https://www.sympla.com.br/tecnologia-e-transparencia-engajando-estudantes-no-monitoramento-da-merenda-escolar__123327

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*