Home Artigos Samsung Blockchain: solução que oferece facilidade e ultrassegurança no armazenamento de chaves privadas e gestão de criptomoedas chega ao Brasil

Samsung Blockchain: solução que oferece facilidade e ultrassegurança no armazenamento de chaves privadas e gestão de criptomoedas chega ao Brasil

por SimbiekJP

Empresa lança a ferramenta no Brasil, primeiro país da América Latina a receber o recurso. Samsung Blockchain Wallet já está disponível para download na Galaxy Store

Focada em disponibilizar produtos e serviços que otimizem a rotina dos consumidores, a Samsung segue desenvolvendo ferramentas que conectem as pessoas ao que há de mais moderno no mercado. E, nesta sexta-feira (18), a empresa anuncia o lançamento de uma nova solução no Brasil: Samsung Blockchain. Agora, usuários de smartphones como Galaxy A71, Galaxy S10 Lite, Galaxy Note10, Galaxy Z Flip, Galaxy Z Fold2, linha Galaxy S20 e linha Galaxy Note20, podem usufruir de uma experiência muito mais segura em seu dispositivo, desde o armazenamento de documentos importantes e chaves privadas para gestão de criptoativos¹.

“A Samsung reforça seu compromisso com os brasileiros de oferecer soluções que facilitem o dia a dia de pessoas em seus mais diferentes perfis. O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber o Samsung Blockchain, uma ferramenta que eleva o patamar de segurança e proporciona aos usuários praticidade para armazenar, em seu smartphone, informações sigilosas, como documentos e chaves privadas, bem como a gestão de criptoativos, permitindo realizar consulta de saldo, enviar e receber criptomoedas²”, afirmou Bruno Costa, gerente sênior de conteúdos e serviços para a área de dispositivos móveis da Samsung Brasil.

A partir de uma atualização de software nestes dispositivos³, é possível ter acesso ao Samsung Blockchain Keystore, um espaço de armazenamento ultrasseguro que combina a solução Samsung Knox e a tecnologia Trusted Execution Environment (TEE). Com o alto nível de segurança, este local pode armazenar assinaturas digitais e chaves privadas para a manipulação e visualização de criptoativos, tornando desnecessário o uso de um HD externo ou pen drive, por exemplo.

O usuário pode baixar a Samsung Blockchain Wallet na Galaxy Store. Ao baixar e abrir o aplicativo da Wallet, o smartphone reconhece o Samsung Blockchain Keystore, onde será necessário realizar um passo-a-passo para armazenar a chave privada no aparelho, e habilitar o Samsung Blockchain Wallet para ser utilizado. Assim, é possível visualizar a carteira de criptoativos diretamente na tela do dispositivo.

“Há um mercado bastante significativo de pessoas que investem em criptomoedas no Brasil. E, para visualizar sua carteira, precisam andar com um notebook e um HD externo ou pen drive separado com as chaves privadas. Esses dispositivos nem sempre oferecem o nível de segurança necessário para proteger essas informações. Com o Samsung Blockchain, a partir de uma combinação entre Keystore e Wallet, oferecemos a possibilidade de um acompanhamento muito mais prático, com armazenamento no dispositivo e o monitoramento diretamente na tela do smartphone”, encerrou Bruno Costa.

*Todas as funcionalidades, recursos, especificações e outras informações do produto fornecidas neste documento, incluindo, entre outros, benefícios, design, preço, componentes, desempenho, disponibilidade e capacidades do produto, estão sujeitos a mudanças sem aviso prévio.
¹ O suporte para criptomoedas é atualizado regularmente e inclui favoritos como Bitcoin, Ethereum, ER20, Tron e muito mais.
² Algumas taxas podem ser aplicadas para Enviar e Receber Criptomoedas. Essas taxas não têm relação com os serviços do Samsung Blockchain Keystore e Wallet ou com a Samsung.
³ Galaxy A71, Galaxy S10 Lite, Galaxy Note10, Galaxy Z Flip, Galaxy Z Fold2, Galaxy S20 FE, Galaxy S20, Galaxy S20+, Galaxy S20 Ultra, Galaxy Note20 e Galaxy Note20 Ultra.
Fonte: https://news.samsung.com/

Você também pode gostar

Deixe um Comentário