Home Artigos Recuperação involuntária e suas características

Recuperação involuntária e suas características

por Paulo Fernandes Maciel

Como funciona clínica de recuperação involuntária?

Quando falamos de uma internação ainda que para recuperação involuntária em clínicas de reabilitação, pode parecer uma medida drástica, porém, pode salvar a vida de alguém que é importante para você, e pode ser uma chance de vida nova à pessoa usuária de drogas, que não reconhece que necessita de ajuda.

Porém, por se tratar de um processo que acontece sem o consentimento do dependente, é mais delicado da família tomar a frente da decisão, precisam ser fortes e focar no tratamento contra as drogas que a pessoa irá fazer, e que será o melhor para ela. Veremos a seguir, de uma forma melhor, como funciona esse processo.

O que é uma recuperação com internação involuntária?

Uma internação involuntária é quando a família ou alguém que se importa com a pessoa na dependência química; toma a frente da mesma para que seja internada, sem o seu próprio consentimento; por às vezes não aceitar o fato de que precisa de ajuda.

Geralmente, amigos e familiares de um dependente químico optam pela opção de uma internação involuntária; quando o mesmo demonstra comportamentos agressivos, onde pode colocar pessoas ao seu redor em risco.

Como é o funcionamento de uma clínica de internação involuntária?

Como a internação involuntária é uma abordagem mais delicada, clínicas de recuperação masculina ou feminina especializadas fazem o primeiro contato com o paciente de uma forma mais cautelosa e paciente, para fazer com que o mesmo tente se sentir o mais tranquilo possível.

O processo de abordagem conta com o auxílio de médicos e psicólogos, onde tentam convencer o paciente que ele precisa de ajuda, para ser mais fácil quando ocorrer a internação. E o andamento até a conquista da internação ocorre lentamente, da forma mais calma possível, no tempo em que o paciente vai aceitando sua situação.

Benefícios de uma internação involuntária para o usuário

Ao fazer uma internação involuntária para o paciente, um dos principais benefícios para o mesmo é a quebra de consumo intenso de drogas. No início do tratamento será difícil pela fase de abstinência- mas com o dependente tendo o atendimento médico e psiquiatra necessário; essa fase passa de maneira mais rápida e leve.

Após isso, só aparecem pontos positivos no tratamento, como a melhora na saúde do indivíduo com boa alimentação; ganho de peso se necessário e acompanhamento para receber vitaminas perdidas no organismo. E, além disso, o paciente se verá em uma nova oportunidade de uma vida saudável; e claro fora do alcance de drogas, sendo livre e independente.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário