Home Artigos Fintechs: entenda a importância para o futuro das empresas

Fintechs: entenda a importância para o futuro das empresas

por Paulo Fernandes Maciel
Banner fintechs Brasil

As Fintechs entraram de vez no sistema de créditos e financiamentos empresariais

É essencial que você entenda a importância das Fintechs para o futuro das empresas, pois esse tipo de empreendimento está promovendo mudanças interessantes no mercado brasileiro.

A missão desse tipo de negócio é trazer uma verdadeira transformação em como diversos serviços são feitos, ou seja, é romper com os processos antigos, proporcionar novidades e se aliar com o futuro.

Quando essa empresa tem sucesso, significa que ela é capaz de entender tudo aquilo que o cliente deseja, portanto, não há dúvidas de que o mercado de Fintechs no Brasil irá influenciar bastante o futuro das empresas.

Consumidores de diferentes setores estão migrando para esse tipo de serviço, logo, esse público está cada vez mais exigindo por inovações em outras áreas, sendo assim, é possível dizer que as Fintechs estão criando pessoas exigentes.

Quer saber mais sobre a importância das Fintechs para o futuro do mercado nacional? Continue acompanhando o artigo para entender mais informações.

Fintechs
7 motivos pelos quais a cooperação tende a sobrepor a disrupção das Fintechs no Brasil

Afinal, o que é Fintech?

Antes de saber a importância das Fintechs para o futuro das empresas, conheça melhor o conceito desse tipo de empresa.

Entenda que Fintech é a união de dois termos: “finanças” e “tecnologia”.

Isso significa que as Fintechs são empreendimentos que aproveitam os benefícios da tecnologia de forma intensiva para proporcionar vários serviços financeiros diferenciados.

Se diferenciam de empresas comuns não apenas pelo uso de tecnologia inovadora, toda empresa desse setor usa o universo digital para conseguir trazer diferença nas ideias, metodologia e processos.

Sendo a maioria das Fintechs voltadas para serviços financeiros.

Entenda a importância das Fintechs para o futuro das empresas: tudo que você precisa saber

A partir de uma pesquisa realizada pela PriceWaterHouseCooper foi concluído que as grandes instituições já conseguiam enxergar que Fintechs representavam um grande risco para qualquer banco convencional.

Isso acaba sendo uma realidade, pois, esse tipo de negócio é capaz de proporcionar serviços inovadores, que um banco tradicional não está ofertando.

Alguns exemplos de inovação são:

Bancos 100% digitais;

Taxas baixas em relação aos bancos convencionais;

Solução de problemas por meio do Smartphone;

Possibilidade de fazer dinheiro render;

   Menor burocracia na abertura de conta;

Total controle sobre o cartão de crédito.

A tendência ainda acabou sendo confirmada após a divulgação de resultados de entrevista feita no Goldman Sachs revelando que 33% das pessoas que foram entrevistadas diziam que não seria mais necessário ter contas em bancos convencionais dentro de cinco anos.

Estudos continuaram a revelar que esse impacto é devido à inovação no mercado financeiro.  

Portanto, é necessário que um empreendedor entenda a importância das Fintechs para o futuro das empresas.

Migração de usuários

Sobre o mercado de Fintechs podemos afirmar que é todo baseado em novidades, como já falado previamente, os usuários migram de um serviço para outro, pois apreciam as inovações oferecidas.

Esses consumidores acabam desenvolvendo um perfil muito mais exigente em relação a qualidade dos serviços que são oferecidos em qualquer empresa tradicional.

Os bancos comuns, com o objetivo de não ficar para trás, passam a se ver em posição que há necessidade de modificação dos seus processos e apostar em melhorias na experiência do usuário.

Isso significa que os bancos tradicionais estão correndo atrás do prejuízo, já que aos poucos também estão oferecendo serviços parecidos com os de Fintechs com o objetivo de também proporcionar uma boa experiência para o consumidor.

Falta de anuidade, serviço digital e taxas baixas são algumas melhorias que também são ofertadas por instituições financeiras convencionais.

A união dos dois tipos de mercados

Embora haja competição certa sobre esses dois mercados, será possível ver o surgimento de colaborações entre Fintechs e empresas tradicionais.

Já é possível observar a parceria entre grandes bancos com algumas startups; portanto, a estratégia de unir o mercado de Fintechs do Brasil com as instituições tradicionais pode ser certeira.

Por exemplo, recentemente, o banco Itaú, bastante conhecido em território nacional, desenvolveu um ambiente de coworking. A missão é que seja um centro para unir empreendedorismo tecnológico capaz de reunir:

Startups, investidores e empresas e, com tudo isso, promover o desenvolvimento nesse setor.

Fintechs representam o futuro!

É necessário que o empresário brasileiro entenda a importância das Fintechs para o futuro das empresas, certo? Não há dúvidas de que esse tipo de negócio está impactando o mercado financeiro brasileiro. Gostou do artigo? Conheça o site Otimizou para outras informações

Você também pode gostar

Deixe um Comentário