Home Artigos Clínica de reabilitação pode permitir celulares?

Clínica de reabilitação pode permitir celulares?

por Paulo Fernandes Maciel
Smartphone com o app

Celular em clínica de reabilitação: pode ser utilizado?

Utilizado em diversas funções, cada vez mais o celular tem se tornado um artigo indispensável no dia a dia das pessoas. Dificilmente alguém consegue passar um dia inteiro sem checar pelo menos uma mensagem no aparelho celular.No entanto, dentro das clínica de reabilitação o uso do celular é liberado?

O aparelho pode ser utilizado normalmente?

Por ser um item extremamente utilizado, essa é uma grande dúvida acerca das clínicas de reabilitação que muitas pessoas têm. Confira a seguir o que diz a legislação e qual a postura das clínica de reabilitação frente a esse debate:

O que diz a legislação?

Antes de mais nada é extremamente importante ressaltar o que diz a legislação sobre o uso de celulares dentro das clínicas de reabilitação. O primeiro artigo da Lei Federal 10.216/2004 garante o direito do paciente internado ao livre acesso aos meios de comunicação disponíveis.

Isso garante que o internado tenha direito a realização de telefonemas, a troca de mensagens e e-mails, ao envio de cartas e qualquer outro meio de contato para com os familiares e amigos.

Os pacientes podem usar celular nas clínicas de reabilitação?

Seguindo a legislação, as clínicas de internação permitem o contato com a família, de acordo com as recomendações permitidas pelo tipo de tratamento em questão.

Algumas clínicas permitem que o paciente utilize o celular livremente, enquanto outras estipulam o tempo de uso como uma vez por mês ou uma vez na semana. Entretanto, em outras clínicas o uso do celular é expressamente proibido.

Isso acontece porque as mídias sociais podem trazer à tona lembranças e informações que atrapalham o tratamento, servindo de gatilhos emocionais responsáveis por recaídas e quadros de ansiedade, revolta e agressividade.

A família pode usar o celular durante as visitas?

A família possui um papel extremamente importante e indispensável dentro do tratamento para dependentes químicos, por esse motivo é fundamental que os familiares sirvam de exemplo e de apoio para o dependente químico nesse momento tão fragilizado.

Se a instituição de reabilitação não permite que o internado faça o uso do celular, o ideal é que a família esteja consciente disso e também respeite as regras para que o internado enxergue um exemplo e não seja atingido por gatilhos emocionais que a presença do celular pode trazer.

Vale ressaltar que cada clínica possui seu formato de tratamento, suas regras e especificações, e independentemente de quais sejam, devem ser seguidas pelos internados e pelos familiares e amigos que realizam visitas.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário