Home / Noticias / Marinha deverá comprar porta-Helicópteros da Inglaterra

Marinha deverá comprar porta-Helicópteros da Inglaterra

Marinha define compra de porta-helicópteros britânico para substituir navio São Paulo.

porta-helicópteros
Embarcação de 21.500 toneladas tem com capacidade para transportar até 800 militares e 18 aeronaves de asas rotativas de grande porte.
Após confirmar a aposentadoria do porta-aviões São Paulo, a Marinha do Brasil iniciou um processo de busca de um novo meio para manter sua capacidade aérea no mar.

A solução veio de conversas com os britânicos, que começaram no início do ano.

Eles ofereceram para o Brasil o HMS Ocean (L12), um porta-helicópteros de assalto anfíbio.

porta-helicópteros

Liberação das negociações

O Ministério da Defesa autorizou a Marinha a negociar os termos de compra do navio britânico entrou em serviço em 1998.

O HMS Ocean é um navio de 21.500 toneladas, com capacidade para transportar até 800 militares e 18 helicópteros de grande porte.

Nos próximos dias a Marinha do Brasil inicia  o processo de aquisição de um grande navio, um porta helicópteros.
O Ministério da Defesa deu seu aval para que a Marinha inicie as negociações para aquisição do HMS Ocean, que é um navio de 21.500 toneladas, opera com 18 aeronaves e cerca de 450 militares.

Porém, tem possibilidade de transportar cerca de 800 militares se assim for necessário.
O navio, que possui 20 anos em operação, no momento está em missão pela OTAN.

O HMS Ocean tem capacidade de receber aviões de decolagem e pouso verticais.

O custo estimado para a compra é de R$ 312 milhões.

A marinha inglesa vive um momento de contenção de despesas.

O pessoal já foi reduzido de 36 mil para 31 mil militares.

Mas, a Primeira Ministra Thereza May é bastante criticada por permitir a venda da embarcação;

Usada em várias operações humanitárias e considerada por muitos como essencial para as operações anfíbias da Royal Navy.
O HMS Ocean em final de novembro liderou a frota da OTAN em um exercício nas imediações da Grécia.
Críticos mencionam que seu valor atual estaria na casa dos 300 milhões de EUROS (cerca de 1 bilhão de reais);

Valor muito acima do que o Brasil pretende pagar;

Principalmente por conta da grande reforma ocorrida em 2014, ao custo de 70 milhões de EUROS.
Revista Sociedade Militar

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*