Home / Mídia Corporativa / Inteligência artificial: Um motor de decisão para o varejo

Inteligência artificial: Um motor de decisão para o varejo

A inteligência artificial é um excelente motor de decisão para o futuro do varejo.

inteligência artificial
A consolidação da inteligência artificial como principal ferramenta de gestão para o varejo a curto prazo já é consenso global.

Como estar pronto para este desafio?

Segundo o International Data Corporation (IDC).
A personalização da experiência do consumidor;

A melhora dos programas de relacionamento e a digitalização da gestão serão as prioridades estratégicas dos varejistas para 2018.


Tais premissas também se verificam em recentes estudos das mais influentes consultorias do mundo, sediadas nos EUA.

Para a Forrester, a tendência global é que o investimento em inteligência artificial triplicará em 2018.

Já o Gartner, por sua vez, estima que até 2020 nada menos do que 85% das interações dos consumidores com o varejo serão norteadas por este tipo de tecnologia.

Leia também:

Inteligência Artificial é ferramenta para passar em concursos

Cinco mitos que caem ao saber o que é Inteligência artificial

Inteligência Artificial compõe as 4 tecnologias vitais

Como falir seu e-commerce em 10 passos
Considerando a importância adquirida pelo Big Data especialmente na última década, um diagnóstico bastante claro vem à tona:

De nada adianta obter uma infinidade de dados sobre os clientes se não é possível extrair valor desse ativo.

Tampouco encontra-se eficácia em ações meramente reativas;

Como a contratação uma equipe numerosa de analistas ou a disponibilização pura e simples de diversos canais de compra.

Loja, site e mobile, entre outros –sem o devido aprimoramento de pontos de atrito.

É neste contexto que surge como solução iminente para o varejo o uso de sistemas de inteligência artificial (AI, artificial intelligence), um processo contínuo de aprendizado tecnológico a partir das experiências com o consumidor, tornando o mercado cada vez mais apto a responder questões complexas e fundamentais para um dia-a-dia repleto de decisões a serem tomadas.

Quais produtos, tamanhos e cores poderão impulsionar o crescimento das vendas?

Como as tendências de mercado, os hábitos do cliente e as condições climáticas, dentre tantas outras variáveis, poderão interferir no sucesso do negócio?
Aplicável em todas as áreas do negócio, a inteligência artificial pode responder estas e outras questões, provando que as projeções dos especialistas estão longe do exagero.

Na maximização da venda por cliente, por exemplo, pode interferir desde a disposição nos produtos na loja até a identificação de clientes por sua faixa etária e gênero por meio de displays, mostrando ofertas adequadas a cada perfil.
Também permite a localização de produtos a partir da imagem, com recomendações baseadas em históricos recentes de compra.

E da mesma foram mostra-se um diferencial quanto à otimização de campanhas;

Analisando e ajustando ações de marketing, desde a data de envio até o visual mais adequado e o conteúdo ideal para a mensagem.
Problemas comuns como falta de estoque, compras não concluídas em aplicativos e promoções desnecessárias, portanto, estarão com os dias contados.

Afinal, o varejista não só saberá o que está acontecendo, mas, principalmente, o que virá a seguir.


No Brasil

Soluções, plataformas e insights baseados em decisões a partir da inteligência artificial são hoje o foco da Symphony Retail AI, que chegou ao Brasil há dois anos.
Atualmente, para mais de 1,2 mil cientes em 70 países, oferece softwares para marketing personalizado, merchandising, gerenciamento de categorias, operações, planejamento e reabastecimento da cadeia de suprimentos, além de soluções centradas nos hábitos do consumidor, insights por categorias, promoções e interação por múltiplos canais.
Em seu portfólio chama atenção o CINDE (Conversational Insights and Decision Engine), primeiro e único assistente analítico digital direcionado a supermercados e varejo de bens duráveis, desenvolvido durante onze meses e lançado em outubro de 2017.

A ferramenta incorpora as três tecnologias e proporciona uma visualização detalhada em um sistema de análise prescritiva de fácil operação para o gerenciamento de categorias.
A multinacional publicou recentemente um vídeo em seu canal do Youtube;

Projetando sua visão sobre como deverão ser os supermercados em um futuro nada distante: no ano de 2020.

inteligência artificial
Pelo mundo

 Provedora de conteúdo educacional, a McGraw-Hill desenvolveu a plataforma ALEKS, que baseia-se na teoria do espaço do conhecimento.

Ela cria “mapas” que se alteram conforme a interação do aluno, estabelecendo ritmo e didática de acordo com suas habilidades e deficiências.

Aos professores, fornece recomendações para um melhor rendimento coletivo.
* A Infinite Analytics investe em uma relação consistente com cada um de seus usuários.

A solução interage por meio de mensagens de voz e texto, é capaz de identificar os melhores canais de compra e encontra produtos a partir de fotos.

Além disso, comunica resultados de buscas utilizando o dispositivo de voz Amazon Echo.
* A plataforma Mona é um assistente personalizado que leva a experiência de compra do usuário a um outro patamar;

“Aprendendo” com suas preferências de itens, preço e estilo a cada produto pesquisado ou adquirido.
* A Optoro oferece soluções logísticas “reversas”, considerando o fato de que muitos produtos adquiridos via e-commerce;

Podem ser devolvidos ou danificados em seu transporte, tornando o negócio inviável.

Assim, com base nas informações de sua nuvem, aponta novos domicílios para onde os itens podem ser redirecionados, sem intermediários.
* O Wayblazer é um guia de viagens que permite ao usuário realizar pesquisas e “conversar” em seu idioma de origem;

Não só sobre os melhores destinos, como também roteiros, vagas em hotéis, locações e outros.

O ranking é dinâmico e direciona as melhores imagens e recomendações de acordo com o perfil de cada viajante

Saia mais sobre inteligência artificial no OverBR

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*