Home / Empreendedorismo / Investir em Imóveis é sem dúvida um bom plano

Investir em Imóveis é sem dúvida um bom plano

Saiba como um bom plano de investimento pode te fazer investir em imóveis de modo seguro

imóveis

Quando o assunto é investimento, traçar um plano efetivo é o segredo para conquistar a rentabilidade desejada.

Mas como fazer um planejamento financeiro especificamente para aplicar seu dinheiro em imóveis? Nesse caso, é fundamental estabelecer parâmetros que ajudem a analisar, organizar e trazer bons resultados ao investimento.

Afinal, não se trata de um bem de pouco valor!

Note que, aqui, falamos sobre a importância de mercado e, também, pessoal de possuir a casa própria.

Por isso, é extremamente importante, antes de tudo, saber o valor que ele deve ter para o investidor;

E a partir desse ponto, elaborar um plano de investimento que tenha relação com esse valor.

Um bom plano deve englobar possíveis erros, armadilhas, caminhos sem volta e tudo mais que pode levar o investidor a ter retornos ruins.

Assim como um mapa, em que é mostrado o melhor caminho para seu destino:

A diferença principal, no entanto, é que os mapas podem ser usados para diversas rotas;

Mas o plano de investimento deve ser específico, detalhado e direcionado para cada investidor.

Leia também:

Viver de investimentos é Possível com planejamento

Investimentos em CDB

4 Dicas para sua empresa diferenciar os Custos dos Investimentos

Quais são os fatores que devo colocar em um plano de investimento?

Seguindo o princípio dos mapas, um bom planejamento deve oferecer o melhor roteiro para investir em imóveis.

Cada detalhe conta nesse momento e, um mero deslize pode resultar em prejuízo.

Por esse motivo, existem alguns pontos a serem pensados que, quando colocados no papel, trazem mais sentido ao seu investimento e, claro, maior rentabilidade.

Missão

É o propósito da aplicação.

É o motivo que o leva a aplicar seu dinheiro: “por que um imóvel?” e “por que quero investir em imóveis?”

São perguntas-chave que o ajudarão a entender melhor a missão do seu investimento.

Outro ponto que também deve estar na missão são os benefícios que essa estratégia pode proporcionar: “o que ganho com isso?”

É a questão adequada.

Objetivo

O objetivo é palpável e deve conter a meta do investimento.

Aqui, é possível traçar diferentes objetivos que englobam um único ponto:

Preciso de 5 mil reais em tantos meses, ou pretendo comprar outros imóveis futuramente com esse dinheiro.

Note que são metas distintas, mas que partem de um mesmo ponto inicial.

“Onde quero chegar?” e “o que eu quero?” são bons questionamentos, mas pense-os a curto e longo prazos.

Estratégia

Esse é uma das bases para um planejamento bem sucedido: é por meio dele que são definidos os meios para se conseguir o objetivo.

“Como vou conseguir?”

É a interrogação perfeita, mas é natural que esta seja adaptada novamente conforme o plano avança, adquirindo mais detalhes e nuances.

O segredo, nesse ponto, é tornar-se mestre na estratégia escolhida.

Prazos

Os prazos para solidificar a estratégia e garantir bons investimentos são bastante particulares, mas devem ser feitos de acordo com a realidade.

Não vale a pena adiantar certas datas — e protelar outras — para imaginar uma situação hipotética ideal; Muito pelo contrário, seja o mais sincero e realista possível.

“De quanto tempo preciso para alcançar esse objetivo?”.

Mercado Imobiliário

Para cada objetivo e estratégia existe um imóvel mais adequado.

Não vale a pena investir em imóveis por investir em qualquer propriedade, sem antes estarem definidos os pontos comentados anteriormente.

“Qual é o tipo de imóvel que procuro? É residencial ou comercial?” são questionamentos válidos para ajudar a escolher o investimento correto.

Lembre-se de se tornar um especialista, tanto na estratégia como na área em que seu imóvel está localizado.

Assim, é possível conhecer melhor as oportunidades, facilidades, ofertas e até novos contatos.

Finanças

De nada adianta traçar um plano de investimentos sem ter clareza no orçamento.

Aqui, dois pontos são fundamentais: “quanto tenho?” e “como vou conseguir mais?”.

Para a primeira pergunta, é muito importante fazer uma planilha sobre finanças pessoais, sempre atualizadas;

Para a segunda questão, é preciso pensar no que vale mais, se um financiamento privado, arrendamento ou outro método, para, assim, entender o que é mais vantajoso.

Por que um plano de investimentos é tão importante?

Um bom roteiro de aplicação em imóveis é essencial para garantir que o investimento corra na direção certa e no tempo certo.

Com isso, ele se torna mais realizável, palpável e mais simples de ser trabalhado.

É por meio dele que e tem maior noção da viabilidade dos negócios, além de proporcionar uma visão macro, em que se percebem os acertos e as falhas.

Além disso, no caso dos imóveis, em que é necessário conseguir um financiamento;

Ter um planejamento organizado ajuda bastante no processo de persuasão com instituições financeiras. Assim, o dinheiro restante pode ser alcançado mais facilmente.

Contudo, é importante entender que esse roteiro não é rígido e, por isso, pode ser modificado eventualmente.

O mais importante, então, é mantê-lo atualizado e organizado sempre que possível.

Para ajudar nessas etapas, é possível conversar com especialistas ou com ferramentas de planejamento. Assim, não apenas fica mais simples investir em imóveis, como também traz resultados mais efetivos.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*