Home / Ecoverde / Parceria internacional no agronegócio

Parceria internacional no agronegócio

Argentina quer estreitar relação comercial com Mato Grosso
Hidrovia
O Fórum Agro MT recebeu na segunda-feira (12/06) a visita de dois representantes da Embaixada da Argentina no Brasil.

Os argentinos querem estreitar a relação comercial com Mato Grosso por reconhecerem a liderança do estado na produção agropecuária.

“Nos últimos anos a Argentina percebeu a importância do Estado de Mato Grosso na economia do país, visto que o PIB nacional cresceu 1% no primeiro trimestre graças à produção agropecuária”, afirmou o Ministro Conselheiro da Embaixada da Argentina no Brasil, Leopoldo Francisco Sahores. Além dele, participou da reunião o secretário da embaixada, Julián Vazeilles.

O desenvolvimento da hidrovia Paraguai-Paraná foi um dos temas mais abordados no encontro.

“Já falamos com muitos atores relevantes no Brasil que concordaram que ainda existem muitos gargalos para a operação da hidrovia.

Mas a ideia é atrair mais investimentos para viabilizá-la”;

Afirmou Sahores que acredita que o modal poderá aumentar as relações de exportações entre ambos os países.

Conforme Sahores, existe também a intenção de criar uma Câmara do Comércio entre Mato Grosso e a Argentina;

E talvez até uma Federação de Câmaras do Comércio da Argentina com outros estados do Brasil.

O governo argentino também pretende, até o final do ano, fazer um seminário para discutir o que pode ser feito para viabilizar a hidrovia Paraguai-Paraná.

Segundo informações do Ministério dos Transportes, hoje o transporte no rio Paraguai é limitado a um número restrito de commodities;

Principalmente minérios e açúcar, mas tem potencial para escoar grãos, como soja e milho e farelo de soja.

O presidente do Fórum Agro MT e da Famato, Normando Corral, destacou o potencial da produção agropecuária de Mato Grosso e a importância das hidrovias para o Estado.

“Mato Grosso tem uma extensão territorial muito grande.

A hidrovia seria mais uma opção para o escoamento da produção.

Temos três em potencial no Estado: a Teles Pires-Tapajós, a Paraguai-Paraná e a Rio das Mortes-Araguaia-Tocantins”, explicou.

A visita dos representantes da embaixada foi intermediada pelo Senador José Medeiros.

Segundo ele, já foram realizadas duas reuniões de trabalho em Brasília.

Num próximo momento, o embaixador Carlos Magariños virá para o Brasil numa visita oficial.

As reuniões continuaram dia 12 com representantes do governo de Mato Grosso  (13/06);

Nas Federações da Industria (Fiemt) e do Comércio (Fecomércio).

Participaram do encontro, lideranças e representantes das entidades Aprosoja, Ampa, Acrimat, Acrismat e Aprosmat que, junto com a Famato, compõem o Fórum Agro MT.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*