Home / Dicas / Exposição de arte eletrônica File Solo dura até 18 de setembro

Exposição de arte eletrônica File Solo dura até 18 de setembro

FILE SOLO, exposição de arte eletrônica, segue no CCBB de SP até 18 de setembro.

 
Mostra do belga Lawrence Malstaf inaugura a modalidade FILE SOLO.

E que marca a expansão do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica;

Grande mostra ainda percorrerá os CCBBs de Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

São Paulo, agosto de 2017 – O Centro Cultural Banco do Brasil apresenta até 18/09 A Poética da Imersão;

Exposição de arte eletrônica que inaugura a modalidade FILE SOLO do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica deste ano.

A individual do artista belga Lawrence Malstaf tem a tecnologia de ponta como inspiração e técnica e exibe trabalhos que estão na fronteira entre a arte visual e a performática, propiciando experiências sensoriais a públicos de todas as idades.
Desde sua primeira edição (2000), o FILE tem apresentado exposições coletivas, com o propósito de mostrar a diversidade de expressões da arte tecnológica e fornecer uma visão abrangente da produção de cada período, em diferentes países.

Neste período, vários artistas digitais desenvolveram produções consistentes e coesas na direção da inovação e da criatividade.

Neste contexto, o CCBB e o FILE criaram uma modalidade, FILE SOLO, que tem como objetivo mostrar um conjunto de obras de um único artista, explorando a relação interdisciplinar entre tecnologia e criatividade.
Dentre as obras, merece destaque a impactante Shrink, que consiste em duas grandes folhas de plástico transparente e um dispositivo que gradualmente suga o ar entre elas, deixando o corpo do performer embalado a vácuo e verticalmente suspenso.

O visitante do CCBB também pode vivenciar a experiência de ser embalado pelo mecanismo.

Um dos aspectos mais interessantes do trabalho de Malstaf é justamente este: criar experiências individuais para o visitante partir de salas e instalações sensoriais.
Outro destaque da mostra é Nemo Observatorium.

Nesta obra, o visitante entra em um ambiente cilíndrico transparente, senta-se em uma cadeira e o entorno começa a girar.

Partículas brancas começam a se movimentar em alta velocidade, criando no visitante a sensação de estar no centro de um tornado.

Enquanto isso, os visitantes do lado de fora contemplam o espetáculo.
Lawrence Malstaf – A poética da imersão conta com seis instalações interativas do artista belga, ocupando o térreo e mais três andares do prédio histórico do CCBB-SP.

“A arte digital e a transdisciplinaridade nas artes são campos recentes de conhecimento – datam dos anos 1990.

Mesmo assim, pode-se dizer que alguns artistas já constituíram uma trajetória consolidada neste segmento, como é o caso de Malstaf;

Que trabalha na inter-relação das artes visuais com a performance.

O caráter interdisciplinar e inovador de sua poética foi determinante para a curadoria do FILE SOLO”, explica Paula Perissinotto, organizadora do FILE.
SERVIÇO
FILE SOLO
Exposição: Lawrence Malstaf – A poética da imersão
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo (Rua Álvares Penteado, 112 – Centro, (11) 3113-3651) | Térreo, 1º, 2º, 3º e 4º andares
Período da exposição: Até 18 de setembro de 2017
Horário: quarta a segunda, das 9h às 21h.
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita
Evite filas e agende sua visita no site ou aplicativo da EVENTIM:

www.eventim.com.br
PATROCÍNIO Banco do Brasil
CCBB SÃO PAULO
Centro Cultural Banco do Brasil
São Paulo Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. São Paulo-SP
Acesso ao calçadão pelas estações Sé e São Bento do Metrô
(11) 3113-3651/3652 | Quarta a segunda, das 9h às 21 horas

300x250

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*