Home / Dicas / Carro usado 4 cuidados importantes ao comprar um

Carro usado 4 cuidados importantes ao comprar um

Confiram 4 dicas importantes para quem for comprar carro usado.

carro usado

 

Antes de comprar carros usados, é preciso estar atento a diversos pontos a serem analisados com cautela de modo com que seja fechado o melhor negócio possível.

.

Na atualidade, a maioria dos veículos seminovos são  comprados direto da concessionária.

Entretanto, muitos ainda optam por fechar negócio de modo particular, ou seja;

Os trâmites são feitos diretamente entre o antigo e o novo proprietário do automóvel, sem intermédio de uma agência.

 

A seguir, conheça um pouco mais sobre quatro cuidados essenciais a serem tomados antes de comprar um carro usado.

 

Leia também: Brasileiros precisam aprender a obedecer a lei para ter carros autônomos

 

Teste todos os equipamentos do carro usado para constatar se não possuem algum defeito.

 

O famoso test-drive precisa ser feito antes de qualquer documento ou transferência ser assinado;

Afinal  só assim será possível obter maior certeza se vale a pena ou não fechar negócio.

 

Outro ponto a ser checado é o estado dos equipamentos internos e externos do veículo.

Aqui, podemos citar o estado de conservação dos bancos, teto e lateriais – e constatar se não estão rasgados e/ou manchados -;

Se os faróis e lanternas dianteiros e traseiros estão funcionando corretamente;

O estado dos assoalhos internos; dentre outros.

Leia também: http://overbr.com.br/dicas/carro-usado-como-definir-o-valor-de-venda

Outro ponto a ser checado diz respeito aos pneus.

 

É muito importante verificar se eles não estão desgastados ou prestes a furar, pois caso seja preciso trocar, o melhor a fazer é partir para outro carro.

 

Com relação a parte mecânica, recomenda-se checar todos os equipamentos como motor, escapamento, freio, volante, suspensão, funcionamento dos vidros, etc.

 

Além disso, é preciso ver se o veículo está equipado com:

 

Extintor de incêndio, estepe e chave de rodas e se esses itens estão em perfeito estado de uso.

Caso contrário, além do bem (veículo) estar ilegal, ele pode oferecer riscos.

 

Pesquise preços fora da cidade onde mora

 

Os valores de um veículo podem sofrer alterações de acordo com a cidade em que está localizado.

Algumas mais baratas, outras mais caras, é importante dar aquela checada em territórios vizinhos antes de fechar negócio.

 

Segundo dados do Exame, um veículo usado situado na região sul do Brasil;

Costuma ter um valor de revenda 3,5% mais elevado em relação a capital paulista, por exemplo.

Falso engano : O emplacamento não define se foi sempre utilizado lá!

 

Em contrapartida, segundo esse mesmo levantamento, os veículos da região centro-oeste costumam valer;

2% a menos se comparado aos dados de São Paulo e 5,5% em relação ao sul do país.

 

Apesar de sempre procurarmos o menor preço, é importante ressaltar que preço não é sinônimo de qualidade.

Não adianta nada pagar mais barato em um seminovo se o mesmo já foi batido;

E  está com um péssimo estado de conservação, sua lataria está arranhada, e o modelo não é de grande procura no mercado.

 

Verifique se o carro usado não está (ou foi) batido ou foi vítima de enchentes

 

Muitas vezes, pequenos amassados ou arranhões na lataria de um veículo são imperceptíveis a primeiro momento.

Entretanto, ao fazer a vistoria geral do mesmo, é preciso ficar atento aos mínimos detalhes e checar se a carcaça está perfeita.

 

Outro lugar da lataria para ser analisado é na região:

Das portas, para-choques e no teto, visto que um carro acidentado dificilmente possui essas regiões em ótimo estado.

 

Caso perceba uma irregularidade, basta dar uma breve batida em diversas partes do veículo e ver se todas fazem o mesmo barulho.

Caso o ruído esteja meio oco em um pedaço, é sinal de que lá pode haver um pouco de massa plástica para cobrir a danificação.

 

Em situações em que um automóvel  foi vítima de enchente, geralmente boa parte dos seus equipamentos são danificados;

Sendo o motor o mais prejudicado, pois deixa de funcionar e precisará de reparos para voltar a funcionar.

 

Para verificar situações como essa, é fácil!

Basta sentir o cheiro do interior do carro usado e averiguar se o odor é natural ou foi alvo de um perfume ( cheirinho  de carro novo comprado)  na tentativa de encobrir o fedor.

 

Confira se a documentação está toda em ordem e se o veículo não é roubado

 

Por fim, ao fechar negócio com carros usados é muito importante verificar toda a documentação do veículo em questão.

Assim, fica mais fácil de averiguar se toda a documentação está em ordem, bem como se todos os impostos, como o IPVA, foram pagos corretamente.

 

Segundo a lei federal 13.111/15, no ato da compra de um veículo;

As concessionárias tem o dever de provar ao futuro dono que o bem está totalmente regularizado

Sem nenhuma pendência a resolver com multas, furtos e impostos.

Em situações de furto, por exemplo, o comprador tem o direito de ser ressarcido integralmente pela agência.

carro usado

Checagem principal do carro usado

 

Falando nesse assunto, em situações cuja venda seja feita entre duas pessoas, sem intermédio de uma concessionária;

É extremamente importante checar se o veículo a ser adquirido não é roubado ou furtado.

 

Para fazer essa pequena investigação basta acessar o site do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito);

Digitar o número da placa, vidros e chassi e constatar se o carro não possui multas pendentes e se realmente pertence a pessoa que está lhe vendendo.

Se está na hora ou quer trocar o seu carro por um melhor, mas não é hora ainda do carro zero.

Acredite que tomando alguns cuidados  adquirir um carro usado você poderá fazer um ótimo negócio.

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*